Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40743
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_FranciellydeOliveiraMüllerLima.pdf965,98 kBAdobe PDFView/Open
Title: Vivências dialógicas na formação de psicólogos : ressignificação de si no contexto de grupos de encontro
Authors: Lima, Francielly de Oliveira Müller
metadata.dc.contributor.email: franciellymuller@gmail.com
Orientador(es):: Freire, Sandra Ferraz de Castillo Dourado
Assunto:: Desenvolvimento humano
Psicólogos - formação
Self dialógico
Abordagem centrada na pessoa
Issue Date: 30-Apr-2021
Citation: LIMA, Francielly de Oliveira Müller. Vivências dialógicas na formação de psicólogos: ressignificação de si no contexto de grupos de encontro. 2020. xv, 137 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Diante das demandas da sociedade contemporânea, da complexidade das relações interpessoais e dos desafios crescentes do exercício da profissão, a formação de psicólogos ainda apresenta lacunas no que se refere a uma formação integral. Para além da aprendizagem de teorias, técnicas e recursos de caráter instrumental, o desenvolvimento de habilidades interpessoais e relacionais deve também ser contemplado no percurso acadêmico. Parte-se do pressuposto que é importante, ao futuro psicólogo, vivenciar situações que oportunizem alternativas de posicionamentos pessoais e ressignificações de si para que, assim, possa ser facilitador do processo de desenvolvimento do outro, no futuro exercício profissional. Dessa forma, foi realizado um estudo no contexto de uma atividade vivencial conduzida pela pesquisadora com discentes do curso de Psicologia. Fundamentando-se na Abordagem Centrada na Pessoa (ACP) e na Teoria do Self Dialógico (TSD), este trabalho ancora-se na compreensão de desenvolvimento humano como um processo relacional que se constitui mutuamente entre dimensões pessoais e sociais. O objetivo principal da pesquisa foi analisar a ocorrência de possíveis processos de significação e ressignificação do self em estudantes de Psicologia ao longo de suas vivências no contexto dialógico de Grupos de Encontro. Os objetivos específicos deste estudo foram: 1) caracterizar o trabalho de Grupos de Encontro como prática dialógica; 2) identificar aspectos dos processos de significação e ressignificação de si dos estudantes de Psicologia a partir das reflexões sobre a experiência nos Grupos de encontro; 3) analisar as mudanças percebidas pelos estudantes nos seus posicionamentos de self em relação ao percurso formativo em Psicologia e como resultado da sua participação na pesquisa. Participaram da pesquisa cinco estudantes do curso de Psicologia de uma Instituição de Ensino Superior (IES) e uma profissional recém-formada. Foram realizadas três sessões de Grupos de Encontro e duas sessões de Grupo Focal (GF). Para a construção de indicadores empíricos utilizou-se, como subsídio reflexivo, os registros pessoais dos participantes construídos nos Grupos de Encontro, a Versão de Sentido (VS). O objeto de análise foi o grupo como processo de constituição de si e do ser psicólogo, bem como o exercício interpretativo-construtivo, que teve, como unidade analítica, o processo de ressignificação. Quatro eixos principais emergiram das análises: “Ressignificação de si”, “Ressignificações de si nos Grupos de Encontro”, “Ressignificações de si na formação acadêmica” e “Ressignificações de si na atuação profissional”. Os resultados sugerem que os processos de ressignificação de si e mudanças de posicionamento de self, enquanto psicólogos em formação, estão intimamente relacionados a mudanças na forma de perceber diferentes aspectos da sua vida. Destacaram-se mudanças significativas no que diz respeito à aceitação, respeito, generosidade, validação e estima, tanto com relação a si mesmo quanto para com o outro – aspectos que surgiram em todos os eixos analisados. Observou-se, ainda, a postura de cuidar de si, ligada à saúde mental no contexto universitário e maior autoconfiança em seus posicionamentos. A discussão sinaliza a importância do Grupo de Encontro como espaço e situação de diálogo na trajetória de desenvolvimento de psicólogos, no contexto de formação acadêmica. Defende-se, com isso, a implementação de espaços como esse em cursos de Educação Superior, a fim de que a formação pessoal seja contemplada nesse espaço de construção de saber científico possibilitando, assim, uma formação integral desses sujeitos.
Abstract: Faced with the demands of contemporary society, the complexity of interpersonal relationships and the increasing challenges observed in professional practice, psychologist education still presents gaps regarding academic development. In addition to learning theories, and instrumental techniques and resources, the development of interpersonal and relational skills should also be part of the academic curriculum program. We assume that it is important for the future psychologist to experience situations that provide alternatives of self positioning and self meaning making in order to become a facilitator of the developmental processes of the others in the future. Thus, we conducted a study within the context of a humanist based meeting group with Psychology students facilitated by the researcher. Based on the Person-Centered Approach (PCA) and the Dialogical Self Theory (DST), this work is anchored in understanding human development as a relational process that is constituted mutually between personal and social dimensions. The main aim was to analyze how students made sense of self meaning changes as experienced in three long-run Encounter Groups. Our specific objectives were: 1) to characterize Encounter Groups as a dialogical practice; 2) to identify aspects of self meaning changes by psychology students based on their reflections about their own feelings towards themselves and towards the others; 3) to analyze how students’ self positions’ dynamics resonate in their academic trajectory in Psychology as a result of their participation in the empirical study. Five psychology students from a Higher Education Institution and an early career professional participated in the research. Three long-run Encounter Groups and two Focus Group sessions were held. For the construction of empirical indicators we used participants’ personal notes constructed during the Meeting Groups, the Meaning Version, as a reflexive resource. The object of analysis was the group as a complex social system and as a tool for the constitution and development of the self as a dialogical semiotic system. An interpretative-constructive analytical approach was used as an exercise to understand self positioning and self meaning movements. Four main thematic axes emerged from the analyses: Self meaning changes, Self meaning changes in Encounter Groups, Self meaning changes as academic training, and Self meaning changes in professional practices. Results suggest that participants understood changes in self meaning and self positioning closely related to broader changes within different aspects of their lives. Significant changes were highlighted as acceptance, respect, generosity, validation, confidence, esteem, and positive feelings towards oneself and the others. Self caring attitudes were connected to mental health within the university context and greater self-confidence in their personal position taking. The discussion indicates the role of Encounter Groups as a dialogue space and promoter situation relevant in the academic trajectory. A final claim favors the implementation of such spaces in academic programs, in order to promote the connection of scientific knowledge construction and personal development, thus enabling an integral education of these professionals.
Description: Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40743/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.