Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40365
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CaioCésarRosa.pdf483,43 kBAdobe PDFView/Open
Title: Qualidade fisiológica de sementes de milho submetidas a tratamento químico e bioestimulantes
Authors: Rosa, Caio César
metadata.dc.contributor.email: caiocr1109@gmail.com
Orientador(es):: Souza, Nara Oliveira Silva
Coorientador(es):: Silva, Patrícia Pereira da
Assunto:: Tratamento de sementes
Germinação
Zinco
Azospirillum sp.
Bioestimulação
Issue Date: 28-Mar-2021
Citation: ROSA, Caio César. Qualidade fisiológica de sementes de milho submetidas a tratamento químico e bioestimulantes. 2020. xi, 43 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: O milho é uma importante cultura no cenário mundial e brasileiro de produção agrícola. Tecnologias como o tratamento de sementes de milho com recobrimento de produtos químicos, micronutrientes, bioestimulantes orgânicos e Azospirillum sp., têm como objetivo mitigar efeitos de estresses nas fases iniciais de desenvolvimento e aumentar o rendimento de grãos. Desta forma, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o efeito destes tratamentos sobre a qualidade fisiológica de sementes de milho em função do tratamento com fertilizante foliar Zn-10®, bioestimulante Rootmax®, inoculante Masterfix- gramíneas®, inseticida Cropstar® e fungicida Vitavax-Thiram®, seguindo a dose recomendada de bula para a cultura do milho em diferentes associações entre eles, para uma densidade de plantio de 60.000 sementes por hectare. O experimento foi conduzido no Laboratório de Tecnologia de Sementes da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAV), da Universidade de Brasília (UnB), Campus Darcy Ribeiro, Asa Norte, Brasília – Distrito Federal, no período de outubro de 2019 até maio de 2020, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições, e tratamentos dispostos em esquema fatorial 2x17 com uma testemunha adicional. O tratamento de sementes de milho com produtos bioestimulantes e micronutrientes, na dose comercial indicada, não reduz a taxa de germinação de sementes. Sementes de milho tratadas com produtos químicos, fungicida e inseticida, na dose comercial indicada, reduziu a qualidade fisiológica de sementes.O tratamento de sementes utilizando produtos bioestimulantes foi eficaz em produzir plântulas mais vigorosas. O recobrimento de sementes com estes produtos se constitui em uma alternativa viável e eficiente para o fornecimento de nutrientes essenciais para plantas de milho.
Abstract: Importance of maize crop production is well known wordwide, especially on Brazil. Treatment with micronutrients, microorganisms, biostimulants, pestcides and fungicides has become an increasingly important technology to alleviate abiotic stresses conditions during the earlier stages of plant growth and improve crop yeld. On this matter, this study aimed to evaluate the effect of micronutrient treatment Zn-10®, biostimulant treatment Rootmax®, inoculation treatment Masterfix-gramíneas®, insecticide treatment Cropstar®, fungicide Vitavax-Thiram® and different combinations among them over physiological quality of maize seeds. The experiment was carried out on Laboratório de Tecnologia de Sementes in Brasilia University (UnB), Darcy Ribeiro Campus, Brasília-Distrito Federal. Maize seeds treated with biostimulants and microtutrients do not reduce maize seedling rate. Insecticide and fungicide treatments, on this experiment’s conditions was prejudicial to physiological quality, with negative effects on germination and vigor. Application of biostimulants trough seed treatment can be considered an interesting option to produce vigorous plants. Seed treatment can be adopted to carry out nutrients, benefic microorganisms and biostimulants in crop fields, becoming an economic and feasible way to provide nutritional elements.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40365/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.