Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40318
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_ThiagodeSousaTavares.pdf4,45 MBAdobe PDFView/Open
Title: Integração de mini e microgeração distribuída, armazenamento de energia elétrica e automação predial : diretrizes para edificações mais resilientes
Authors: Tavares, Thiago de Sousa
Orientador(es):: Blumenschein, Raquel Naves
Coorientador(es):: Ferrari, Maria Vitória Duarte
Assunto:: Resiliência
Geração Distribuída
Eficiência Energética
FEWS
Projeto Integrado
Issue Date: 26-Mar-2021
Citation: TAVARES, Thiago de Sousa. Integração de mini e microgeração distribuída, armazenamento de energia elétrica e automação predial: diretrizes para edificações mais resilientes. 2020. 235 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Mudanças climáticas e o desenvolvimento tecnológico vêm alterando o cenário mundial, demandando adaptações políticas, tecnológicas e sociais. No contexto do ambiente construído, edificações projetadas segundo os princípios da resiliência apresentam vantagens adaptativas para esse cenário. Para projetar uma edificação mais resiliente é necessário que os projetistas e os demais detentores de interesse trabalhem de forma integrada desde a concepção do projeto. No contexto da engenharia elétrica é necessário que a edificação seja autossuficiente energeticamente e possa gerenciar suas demandas energéticas. Dessa forma, a aplicação de soluções de mini e microgeração distribuída, armazenamento de energia elétrica e automação predial pode ser uma boa alternativa para isso. Esta dissertação tem como objetivo desenvolver uma ferramenta com requisitos para concepção de projetos de edificações mais resilientes por meio da integração de tecnologias de mini e microgeração distribuída, armazenamento de energia elétrica e automação predial com o processo de projeto integrado. Para isso, desenvolveram-se diretrizes para integração dessas tecnologias no projeto analisando características das tecnologias existentes, instrumentos legais e normativos, bem como a contribuição para concepções projetuais de projeto convencional, integrado e tecnológico colaborativo. A ferramenta escolhida para organizar estas diretrizes em requisitos foi o Scorecard por ser uma metodologia que oferece a possibilidade de uma estruturação sistêmica e adaptável. O Scorecard desenvolvido foi submetido a três validações sucessivas com especialistas da área de energia e projeto, sendo aprimorado a cada avaliação. O resultado foi uma ferramenta com 3 categorias, divididas em um total de 14 princípios, 41 critérios e 203 indicadores, que servem como guia para o processo de projeto, assim como para a fase de uso.
Abstract: Climate change and technological development are changing the world scenario, requiring political, technological, and social adaptations. In the context of the built environment, buildings designed according to the principles of resilience have adaptive advantages for this scenario. In order to design a more resilient building it is necessary that designers and other stakeholders work in an integrated way from the conception of the project. Within the context of electrical engineering, the building must be energy self-sufficient and manage its energy demands. In this way, the application of mini and micro distributed generation solutions, electrical energy storage and building automation can be a good alternative. This dissertation aims to develop a tool with requirements for designing more resilient building projects through the integration of mini and micro distributed generation technologies, electrical energy storage and building automation within the integrated design process. To achieve this, guidelines were developed for the integration of these technologies into the project by analysing characteristics of existing technologies, legal and regulatory instruments, as well as the contribution to conventional, integrated, and collaborative technological design concepts. The tool chosen to organize these guidelines into requirements was Scorecard, as it is a methodology that offers the possibility of a systemic and adaptable structure. The Scorecard developed has been submitted to three successive validations by experts in the field of energy and project and has been improved with each evaluation. The result was a framework containing 3 categories, which were divided in a total of 14 principles, 41 criteria and 203 indexes, which serve as a guide for the project process, as well as for the use phase.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40318/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.