Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40154
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_AlexandredeOliveiraGama.pdf6,31 MBAdobe PDFView/Open
Title: Reflexões sobre a diáspora libanesa : entre Paracatu/ Brasil e Al Khiam/ Líbano
Authors: Gama, Alexandre de Oliveira
metadata.dc.contributor.email: alexandregama@iftm.edu.br
Orientador(es):: Nunes, José Walter
Assunto:: Diáspora Árabe-Libanesa
Imigrantes libaneses
Etnicidade
Muçulmanos
Issue Date: 1-Mar-2021
Citation: GAMA, Alexandre de Oliveira. Reflexões sobre a diáspora libanesa: entre Paracatu/ Brasil e Al Khiam/ Líbano. 2020. 389 f., il. Tese (Doutorado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Esta tese coloca reflexões sobre a diáspora libanesa a partir de duas cidades de interior, Paracatu-MG, no Brasil, e Al Khiam, no Líbano. Paracatu, distante das regiões de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Juiz de Fora, onde se concentrou ao longo do tempo uma grande comunidade de imigrantes libaneses. Al Khiam, distante do Vale do Bekaa, onde há concentração de libaneses retornados das referidas regiões brasileiras citadas acima ou de seus descendentes nascidos no Brasil. Esta demarcação geográfica é importante, porque neste estudo as reflexões e narrativas são construídas com libaneses muçulmanos xiitas que viveram ou vivem, transitaram ou transitam por esses lugares a partir da década de 1950. Para interpretá-las, foram articulados procedimentos metodológicos e perspectivas teóricas relativas ao campo da história oral, associados à dimensão da memória, documentos judiciais, jornais, diversos documentos imagéticos, livros biográficos, abrangendo revisão e crítica da literatura publicada sobre o tema, além de pesquisa de campo nas duas cidades interioranas, a partir do que foi possível apontar os limites daquilo que chamei de grande narrativa da imigração árabe no Brasil. Esta narrativa é, em muitos aspectos, confrontada neste estudo, uma vez que o interesse de muitos imigrantes árabes que vieram para a região de Minas Gerais não estava só no comércio ou nas atividades comerciais, mas em atividades rurais, por meio da aquisição de fazendas. Além disso, outras diferenças em relação à grande narrativa são descortinadas nesta pesquisa, como os conflitos dos imigrantes com a elite tradicional e racista local, no momento em que eles se estabeleceram na cidade; as tensões intrafamiliares dos imigrantes; as várias estratégias utilizadas por eles para negociarem e afirmarem sua etnicidade em Paracatu, num complexo processo marcado por rejeição, apropriação, ressignificação, ambivalência e tradução cultural; as lojas como arenas mediadoras de conexões transnacionais, lugares de memória e trincheiras etnoculturais, de onde os libaneses resistiam às tentativas da elite local de submetê-los aos seus controles. Ademais, observamos entre esses muçulmanos vindos de Khiam uma experiência mais complexa do que a sugerida pelos estudos marcados por um orientalismo brasileiro que tende a percebê-los como naturalmente mais isolacionistas, propensos a uma endogamia diaspórica e ao fanatismo religioso. Conforme a pesquisa revela, a maior parte dos que se estabeleceram em Paracatu participavam de manifestações culturais locais, festas cívicas, religiosas, carnavais, bailes, jogos, confraternizando-se em bares e contraindo matrimônio fora do seu grupo cultural. Ao mesmo tempo em que incorporavam essas práticas da cultura local, utilizavam-se do imaginário sobre Khiam e dos símbolos da cultura do sul do Líbano para demarcar as fronteiras da etnicidade árabe-libanesa entre os paracatuenses. Portanto, mais do que um processo imigratório, este estudo trata de um complexo fenômeno diaspórico formado a partir das redes interpessoais mantidas pelos imigrantes e retornados. Redes que promoveram a circulação de pessoas, comunicação, trocas materiais e traduções culturais entre elas e essas duas cidades, de forma que o local passa a ser compreendido a partir de suas conexões transnacionais, de suas estéticas diaspóricas, irremediavelmente hibridas, o que também colabora para fazer dessas cidades o que chamei de territórios diaspóricos.
Abstract: This thesis reflects on the Lebanese diaspora from two small hinterland towns, Paracatu (state of Minas Gerais) in Brazil, and Al Khiam in Lebanon. Far from the regions of São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, and Juiz de Fora, Paracatu is where a large community of Lebanese immigrants concentrated over time. Al Khiam, town far from the Bekaa Valley, has a concentration of Lebanese nationals, made up of those who have returned from the abovementioned Brazilian regions, or their descendants born in Brazil. This geographic demarcation is important, because the reflections and narratives built in this study, are done so with Lebanese Shiite Muslims who have lived or live, travelled or travel through these places since the 1950s. To interpret them, methodological procedures and theoretical perspectives related to the oral history field were articulated, associated with the dimension of memory, court documents, newspapers, various imagery documents, biographical books, covering review and criticism of the published literature on the theme. In addition, field research was conducted in both towns, which enabled the limits of what I call the great narrative of the Arab immigration to Brazil to be pointed out. In many ways, this narrative is confronted in this study, as the interest of many Arab immigrants, who came to the Minas Gerais region, did not lie only in trade or commercial activities, but in rural activities, through the acquisition of farms. Furthermore, other differences related to this great narrative are unveiled in this paper, such as the conflicts between the immigrants and the local traditional and racist elite, at the moment when they settled in the town; immigrants' intra-family tensions; the various strategies used by them to negotiate and affirm their ethnicity in Paracatu, in a complex process marked by cultural rejection, appropriation, reframing, ambivalence and translation; stores as mediating arenas for transnational connections, places of memory and ethnocultural trenches, where the Lebanese resisted the attempts by the local elite to subject them to their controls. Moreover, we observed among these Muslims from Khiam, a more complex experience than the one suggested by studies marked by Brazilian orientalism, which tend to perceive them as naturally more isolationist, prone to diasporic inbreeding and religious fanaticism. As the research reveals, most of those who settled in Paracatu participated in local cultural events, civic and religious parties, carnivals, balls, games, socialising in bars and marrying outside their cultural group. While incorporating these local culture practices, they used Khiam imaginary and South Lebanon culture symbols to outline the boundaries of the Arab-Lebanese ethnicity, among Paracatu locals. Therefore, more than an immigration process, this study addresses a complex diasporic phenomenon formed from the interpersonal networks kept by immigrants and those who have returned. Networks that promoted the circulation of people, communication, material exchanges and cultural translations between them and these two towns, so that the place comes to be understood from its transnational connections, hopelessly hybrid diasporic aesthetics, which also helps make these towns into what I refer to as diasporic territories.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGDSCI - Doutorado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40154/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.