Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39977
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_LidiaEsterLopesdaSilva.pdf19,56 MBAdobe PDFView/Open
Title: Construção e validação de um instrumento para a análise da receptividade à vacina contra o Papilomavírus Humano : E-Recept
Other Titles: Construction and validation of an instrument for the analysis of receptivity to the vaccine against Human Papillomavirus : E-Recept
Authors: Silva, Lídia Ester Lopes da
metadata.dc.contributor.email: ldgospel@gmail.com
Orientador(es):: Galato, Dayani
Assunto:: Vacinação - adesão
Vacinas
Papilomavírus humano
Adolescentes - saúde e higiene
Issue Date: 27-Jan-2021
Citation: SILVA, Lídia Ester Lopes da. Construção e validação de um instrumento para a análise da receptividade à vacina contra o Papilomavírus Humano: E-Recept. 2020. 277 f., il. Tese (Doutorado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Introdução: O Papilomavírus Humano (HPV) está associado ao Câncer Cervical, sendo a vacina uma relevante intervenção que tem gerado desafios relacionados à receptividade, fenômeno que sofre influência de inúmeros fatores. Neste cenário, a ausência de instrumentos validados ao público adolescente e alicerçados em conceitos precisos de aceitação e adesão torna necessário o desenvolvimento de uma ferramenta para mensurar a receptividade. Objetivo: Construir e validar um instrumento que mensure o conhecimento, a aceitação e a adesão à vacina contra o HPV por adolescentes. Método: Estudo metodológico multimétodo, baseado na psicometria e dividido em duas fases. A fase de elaboração da proposta de instrumento constituiu-se de: revisão sistemática; estudo qualitativo, que identificou elementos da realidade vacinal do adolescente; e pesquisa teórica, que adaptou o método Conhecimento, Atitude e Prática ao tema. Posteriormente, a proposta passou pela fase de validação com as etapas: validações aparente e de conteúdo, em que especialistas na área da saúde avaliaram a representatividade dos itens diante dos critérios de Pasquali e do Índice de Validação de Conteúdo (IVC) ≥ 0,9; validação semântica, em que adolescentes verificaram a clareza do instrumento; e teste de aplicabilidade. Resultados: O instrumento foi denominado E-Recept e foi dividido em duas partes. A parte A é relativa à receptividade, em que a seção conhecimento refere-se às informações sobre o vírus e a vacina; a seção atitude às opiniões alusivas à aceitação vacinal; e a seção prática ao ato de vacinar. Já a parte B refere-se a questões sociodemográficas. Ao longo das etapas de validação, efetuaram-se modificações nos itens e o instrumento apresentou cinco versões. Assim, nas validações aparente e de conteúdo, obteve-se o consenso entre os especialistas, alcançando um IVC total de 0,98 e efetuaram-se ajustes significativos nos itens, os quais foram confirmados pelo teste de diferença de proporção (p<0,05). Também efetuaram-se ajustes após a validação semântica e elaborou-se um manual de aplicação posteriormente ao teste de aplicabilidade. Desse modo, partiu-se de 82 questões na proposta inicial para 59 itens na versão final, composta por 17 questões de conhecimento, 19 de atitude e 23 na seção prática. Todavia, o término da validação será concluída após nova coleta de dados com amostra significativa. Conclusão: Elaborou-se o E-Recept, que foi fundamentado no conhecimento, na atitude e na prática vacinal de adolescentes. Espera-se que esta ferramenta possa subsidiar a avaliação de estratégias preventivas por meio da imunização e a implantação de práticas educativas após sua aplicação.
Abstract: Introduction: Human Papillomavirus (HPV) is associated with Cervical Cancer, the vaccine being a relevant intervention that has generated challenges related to receptivity, a phenomenon that is influenced by numerous factors. In this scenario, the absence of instruments validated to the adolescent public and based on precise concepts of acceptance and adherence makes it necessary to develop a tool to measure receptivity. Objective: To build and validate an instrument that measures the knowledge, acceptance and adherence to the HPV vaccine by adolescents. Method: Multi-method methodological study, based on psychometry and divided into two phases. The elaboration phase of the instrument proposal consisted of: systematic review; qualitative study, which identified elements of the adolescent's vaccination reality; and theoretical research, which adapted the Knowledge, Attitude and Practice method to the theme. Subsequently, the proposal went through the validation phase with the steps: apparent and content validations, in which health experts evaluated the representativeness of the items against Pasquali's criteria and the Content Validation Index (CVI) ≥ 0.9; semantic validation, in which adolescents verified the instrument's clarity; and applicability testing. Results: The instrument was called E-Recept and was divided into two parts. Part A is related to receptivity, where the knowledge section refers to information about the virus and the vaccine; the attitude section to the opinions referring to vaccine acceptance; and the practical section on the act of vaccinating. Part B refers to sociodemographic issues. Throughout the validation steps, changes were made to the items and the instrument presented five versions. Thus, in the apparent and content validations, consensus was reached among the specialists, reaching a total CVI of 0.98 and significant adjustments were made to the items, which were confirmed by the proportion difference test (p<0,05). Adjustments were also made after semantic validation and an application manual was prepared after the applicability test. Thus, starting from 82 questions in the initial proposal to 59 items in the final version, comprising 17 questions of knowledge, 19 of attitude and 23 in the practical section. However, the end of the validation will be completed after new data collection with a significant sample. Conclusion: The E-Recept was elaborated, which was based on the knowledge, attitude and vaccine practice of adolescents. It is hoped that this tool can support the evaluation of preventive strategies through immunization and the implementation of educational practices after its application.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências e Tecnologias e Saúde, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF).
Appears in Collections:PGCTS - Doutorado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39977/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.