Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39897
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_BárbaraEmanoeleDiasdaSilvadeSouza.pdf4,22 MBAdobe PDFView/Open
Title: Qualidade fisiológica e física de sementes de soja submetidas a diferentes condições de secagem e armazenamento
Authors: Souza, Bárbara Emanoele Dias da Silva de
metadata.dc.contributor.email: barbara.souza456@gmail.com
Orientador(es):: Fagioli, Marcelo
Assunto:: Glycine max (L.) Merrill
Sementes - qualidade
Sementes - secagem
Beneficiamento de sementes
Sementes - armazenamento
Soja - sementes
Issue Date: 13-Jan-2021
Citation: SOUZA, Bárbara Emanoele Dias da Silva de. Qualidade fisiológica e física de sementes de soja submetidas a diferentes condições de secagem e armazenamento. 2020. v, 57 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: O uso de sementes com alta qualidade é fundamental para o estabelecimento da cultura no campo e a conquista de alta produtividade. A secagem, beneficiamento e o armazenamento são fatores importantes na tecnologia de produção de sementes de soja com alta qualidade. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade fisiológica (germinação e vigor) de sementes de soja secadas em sistema utilizando baixa e alta temperatura. O experimento foi realizado no Laboratório de Sementes- UnB foi utilizado sementes de soja da cultivar Desafio oriundas da empresa Triunfo Sementes, colhidas nas safras 2017/2018 e 2018/2019. O Experimento 1 avaliou em 7 Pontos dentro do silo secador estacionário a qualidade fisiológica das sementes de soja secadas em baixa temperatura, o Experimento 2 comparou a qualidade fisiológica das sementes de soja secadas em baixa e alta temperatura ao longo de 3 Pontos na linha de beneficiamento (após saída do espiral, após saída da mesa classificadora e após saída da mesa densimétrica) e o Experimento 3 avaliou o comportamento da qualidade fisiológica das sementes de soja secadas em baixa e em alta temperatura nos ambientes de armazenamento convencional e câmara fria em 5 épocas (0, 60, 120, 180 e 240 dias após o armazenamento). Para as avaliações de qualidade física de sementes foram realizados a determinação do teor de água e o peso de mil sementes e para a avaliação da qualidade fisiológica foi realizado o teste padrão de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, teste de tetrazólio, hipoclorito de sódio para dano mecânico e emergência de plântulas em campo. Na análise estatística foi utilizado para o Experimento 1 o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições, no Experimento 2 foi adotado o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições em esquema fatorial de 3 fatores envolvendo: 2 temperaturas de secagem, 2 peneiras e 3 pontos no beneficiamento e no Experimento 3 foi adotado o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições em esquema fatorial de 3 fatores envolvendo: 2 temperaturas de secagem, 2 locais de armazenamento e 5 tempos de armazenamento. Por meio da interpretação dos resultados pode-se concluir que as sementes de soja secadas usando o sistema em baixa temperatura dentro do silo estacionário apresentaram alta qualidade fisiológica no final do processo. Sementes de soja secadas em alta temperatura apresentaram melhor qualidade fisiológica ao final da passagem pela linha de beneficiamento de sementes quando comparado à sementes de soja secadas em baixa temperatura. Sementes de soja secadas em alta temperatura, quando armazenadas em câmara fria apresentam maior qualidade fisiológica ao longo dos 240 dias de armazenamento, quando comparado à sementes de soja secadas em baixa temperatura.
Abstract: The use of high-quality seeds is fundamental for the crop establishment in the field and the achievement of high productivity. Seed drying, processing and storage are important factors in the high- quality soybean production technology. This project aimed to evaluate the physiological quality (germination and vigor) of soybean seeds dried in low and high temperature system. The experiment was conducted at the Universidade de Brasília Seed Laboratory. The cultivar used was Desafio from the company Triunfo-Sementes, harvested in the 2017/2018 and 2018/2019 crops. The Experiment 1 evaluated the physiological quality of dried soybean seeds collected from 7 points within the stationary seed dryer at low temperature. The Experiment 2 compared the physiological quality of soybean seeds dried at low and high temperature along 3 points in the processing line (after spiral separator exit, after leaving the seed size grader and after leaving the gravity table). The Experiment 3 evaluated the physiological quality behavior of soybean seeds dried at low and high temperature, stored at conventional and cold storage environments, in 5 different seasons (0, 60, 120, 180 and 240 days after storage). In order to evaluate the seed physical quality, it was determined the seed moisture content and the thousand seeds weight. The following tests were conducted to determine the physiological quality of seeds: standard germination, accelerated aging, electrical conductivity, tetrazolium, mechanical damage determined by sodium hypochlorite and seedling emergence in the field. The statistical methods used to analyze the experiments were: completely randomized design with four replications in the Experiment 1; completely randomized design with four replications in factorial scheme of 3 factor involving: 2 drying temperatures, 2 sieves and 3 points in the beneficiation in the Experiment 2; completely randomized design with four repetitions in factorial scheme of 3 factor involving: 2 drying temperatures, 2 storage locations and 5 storage times) in the Experiment 3. Through the results interpretation it can be concluded that the soybean seeds dried in a low temperature system inside the stationary silo showed high physiological quality at the end of the process. Soybean seeds dried at high temperature showed better physiological quality at the end of the processing line when compared to soybean seeds dried in low temperature. Soybean seeds dried at high temperature, when stored in a cold room, present greater physiological quality during the 240 storage days when compared to soybean seeds dried in low temperature.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39897/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.