Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39877
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_ThassioWerlangdosSantos.pdf10,58 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorDantas, Elton Luiz-
dc.contributor.authorWerlang, Thassio-
dc.date.accessioned2021-01-12T10:17:27Z-
dc.date.available2021-01-12T10:17:27Z-
dc.date.issued2021-01-12-
dc.date.submitted2019-10-30-
dc.identifier.citationWERLANG, Thassio. Um fragmento Paleoarqueano no Cráton do São Francisco, Brasil. 2020. 72 f., il. Dissertação (Mestrado em Geologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/39877-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geologia, 2020pt_BR
dc.description.abstractO Bloco Sobradinho, segmento oeste do conjunto de blocos que compõem a parte norte do Cráton do São Francisco, entre os estados da Bahia e Pernambuco, revela alguns fragmentos crustais muito antigos, de idades que vão do paleo ao neoarqueano, e que raramente são encontrados porções aflorantes em outras partes do planeta. A área em questão, geotectonicamente, contextua-se por colisões de blocos arqueanos, amalgamados no paleoproterozoico que, estruturalmente, é representada por uma grande janela tectônica que faz limite setentrional com a Faixa Riacho do Pontal, de idade Brasiliana, e vários klippens no limite meridional da Barragem de Sobradinho. Os dados contidos nesse trabalho, adquiridos através de análises geoquímicas e geocronológicas, além de observações em campo, ajudam a melhor elucidar a formação de crosta arqueana. A principal unidade analisada são ortognaisses migmatíticos tipo TTG e se encontram na região de Petrolina. Corpos de granulitos máficos ocorrem como enclaves máficos e diques intrusivos. Ocorre, também, uma segunda família de gnaisses dessa suíte, com composição predominantemente monzo- a sienogranítica, que são intensamente migmatizados por múltiplas fases de leucossomas graníticos. A geoquímica dessas rochas aponta duas fases de magmatismo: um de composição toleítica, representadas pelas rochas máficas que, posteriormente, foram granulitizadas e por rochas ultramáficas; e outro de composição félsica representada pela suíte TTG, sanukitóides e os componentes graníticos desses processos demonstrando uma evolução geodinâmica de longa duração. No gera, exibem alto conteúdo de LREE e baixa concentração de LILE e HFSE. Seus baixos valores de Sr, Y e Yb e anomalias negativas de Eu sugerindo uma geração de magma a partir de fonte sob baixa pressão; os granulitos máficos e as rochas ultramáficas mostram enriquecimento em LILE e valores elevados em Sr, Y e Yb. Todas as unidades se relacionam a processos de uma evolução magmática. Já as descrições as análises U-Pb em zircão dessas rochas mostram que, o xenólito de gabro-diorito encontrado em um gnaisse cinza possui duas populações de zircões diferentes, onde a primeira, é representada pela idade UPb concordante em torno de 3,5 Ga. O restante das idades representam sucessivos eventos de geração de crosta, registrados pelas idades de 3,3, 3,2, 3,1, 3,0, 2,7 e 2,0 Ga. Os quatro primeiros eventos incluíram fusão de crosta mais antiga na composição, enquanto os três últimos são mais jovens e representam a geração e retrabalhamento crustal entre o Neoarqueano e início do Paleoproterozoico. Os valores de εNd(t) dos TTG mais antigos e fundidos mais recentes indicam eventos diferentes (3,5 Ga, 3,3 Ga, 3,2 Ga e 3,1 Ga) e variam de positivos à negativos, o que sugere derivação por fontes juvenis e retrabalhadas por uma sucessão de eventos de fusão e re-fusão de antiga crosta continental paleoarqueana.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleUm fragmento paleoarqueano no Cráton do São Francisco, Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordPaleoarqueanopt_BR
dc.subject.keywordCráton do São Franciscopt_BR
dc.subject.keywordBloco Sobradinhopt_BR
dc.subject.keywordGeologia isotópicapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.contributor.advisorcoFuck, Reinhardt Adolfo-
dc.description.abstract1The Sobradinho Block, the western segment of the set of blocks that compose the northern part of the São Francisco Craton, between the states of Bahia and Pernambuco, reveals some very old crustal fragments, ranging in age from paleo to neoarchaean, and which are rarely found outcrops in other parts of the planet. The area, geotectonically, is contextualized by collisions of Archaean blocks, amalgamated in the paleoproterozoic which, structurally, is represented by a large tectonic window that makes the northern limit with the Riacho do Pontal Belt, of Brasiliano age, and several klippens in the limit southern part of the Sobradinho Dam. The data contained in this work, acquired through geochemistry and geochronological analyzes, in addition to field observations, help to better elucidate the Archaean crust formation. The main unit analyzed are migmatitic orthogneisses TTG type founded in the region of Petrolina. Mafic granulite bodies occur as mafic enclaves and intrusive dikes. There is also a second family of gneisses in this suite, with a predominantly mono-syenogranitic composition, which are intensely migrated by multiples phases of granitic leucosomes. The geochemistry of these rocks shows two phases of magmatism: one of tholeitic composition, represented by mafic rocks that were later granulitized and by ultramafic rocks; and another of felsic composition represented by the TTG suite, sanukitoids and the granitic components of these processes demonstrating a long-lasting geodynamic evolution. In general, they exhibit high LREE content and low concentration of LILE and HFSE. Its low Sr, Y and Yb values and negative Eu anomalies suggesting a generation of magma from a source under low pressure; mafic granulites and ultramafic rocks show enrichment in LILE and high values in Sr, Y and Yb. All units are related to processes of magmatic evolution. The U-Pb analyzes in zircon of these rocks show that the gabbro-diorite xenolite found in a gray gneiss has two different zircon populations, where the first is represented by the concordant U-Pb age around 3.5 Ga. The rest of the ages represent successive crustal events, recorded by the ages of 3.3, 3.2, 3.1, 3.0, 2.7 and 2.0 Ga. The first four events included fusion of the oldest crust in the composition, while the last three are younger and represent the generation and crustal re-worked between the Neoarchaean and early Paleoproterozoic. The εNd (t) values of the oldest and most recent fused TTGs indicate different events (3.5 Ga, 3.3 Ga, 3.2 Ga and 3.1 Ga) and ranging from positive to negative, which suggests derivation by youthful sources and re-worked by a succession of events of fusion and re-fusion of ancient Paleoarchaean continental crust.pt_BR
dc.contributor.emailthassio_werlang@hotmail.compt_BR
Appears in Collections:IG - Mestrado em Geologia (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39877/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.