Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39867
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_LucianaMagalhãesPortela.pdf11,26 MBAdobe PDFView/Open
Title: Brasil, terra vermelha : a história da Antropologia e o reencontro com Dina Dreyfus
Authors: Portela, Luciana Magalhães
metadata.dc.contributor.email: lucianaportela@gmail.com
Orientador(es):: Fleischer, Soraya Resende
Assunto:: Dreyfus, Dina, 1911-1999
História feminina
Mulheres - antropologia
Etnografia
Antropologia - história
Issue Date: 7-Jan-2021
Citation: PORTELA, Luciana Magalhães. Brasil, terra vermelha: a história da Antropologia e o reencontro com Dina Dreyfus. 2020. 249 f., il. Tese (Doutorado em Antropologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: A presente tese trata da trajetória de Dina Dreyfus, com foco no período em que a etnóloga e filósofa franco-italiana atuou no Brasil, entre 1935 e 1938. A partir da constatação do apagamento da participação feminina na história da Antropologia, busca-se dar luz ao trabalho etnográfico desenvolvido por ela e refletir sobre os processos que mantêm a hierarquia de prestígio de predominância masculina dentro da disciplina. Com o objetivo de compreender a sua atuação enquanto etnóloga e as suas condições de inserção, bem como as relações sociais que ela teceu no contexto de pesquisas ligadas aos museus, à Etnografia e a Antropologia, pretende-se reunir e analisar os materiais que documentam a sua atuação no país. Tendo como referência o uso da abordagem biográfica nas Ciências Sociais, me debrucei sobre o material produzido por ela durante o período. Após formação em Filosofia, com um certificado em Etnologia, Dina Dreyfus desloca-se da França para a cidade de São Paulo, onde realiza múltiplas atividades: preparou e ministrou um curso de Etnografia à pedido do Departamento de Cultura, elaborou instrumentos de pesquisa junto à Sociedade de Etnografia e Folclore de São Paulo, realizou duas expedições etnográficas no interior do país, reuniu coleções e registrou filmes entre os grupos indígenas Kadiwéu e Bororo no Mato Grosso e elaborou suas experiência em cadernos de campo na ocasião da pesquisa etnográfica entre os Nambikwaras e os Parecis. Dina Dreyfus desempenhou um papel preponderante em atividades de pesquisa, intercâmbio de conhecimentos e práticas e articulação de redes de pesquisadoras não tendo, no entanto, alcançado renome na área.
Abstract: The following thesis presents the trajectory of Dina Dreyfus, focusing on the period during which the french-italian ethnologist and philosopher worked in Brazil, between 1935 and 1938. Upon the observation of the erasure of female participation in the history of Anthropology, we seek to further enlighten her ethnographic work as well as reflect upon the processes that maintain a male predominant prestige hierarchy within the discipline. In order to understand her contribution as an ethnologist and her conditions of insertion, as well as the social relations she forged in the context of research related to museums, Ethnography and Anthropology, this thesis gathers and analyzes the materials that document her activities in the country. After studying Philosophy, with a certificate in Ethnology, Dina Dreyfus travels from France to the city of São Paulo, where she performed multiple activities: she prepared and taught an Ethnography course at the request of the Department of Culture, she elaborated research instruments with the Society of Ethnography and Folklore of São Paulo, she carried out two ethnographic expeditions in the countryside, she gathered collections and recorded films among the indigenous groups Kadiwéu and Bororo in Mato Grosso and elaborated her experiences in field notebooks on the occasion of the ethnographic research among the Nambikwaras and the Parecis. Despite playing a predominant role in research activities, in the exchange of knowledge and practices and in the articulation of networks of researchers, Dina Dreyfus did not get full recognition.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:DAN - Doutorado em Antropologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39867/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.