Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39855
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_JonatasAlexandreLimadeOliveira.pdf981,41 kBAdobe PDFView/Open
Title: Majestade satânica : a redenção do mal em Goethe, Saramago e Gaiman
Authors: Oliveira, Jonatas Alexandre Lima de
metadata.dc.contributor.email: historiador.jonatas@gmail.com
Orientador(es):: Biserra, Wiliam Alves
Assunto:: Satã (Literatura)
Literatura - crítica e interpretação
Goethe, Johann Wolfgang von, 1749-1832 - crítica e interpretação
Saramago, José, 1922-2010 - crítica e interpretação
Gaiman, Neil Richard MacKinnon, 1960- crítica e interpretação
Issue Date: 4-Jan-2021
Citation: OLIVEIRA, Jonatas Alexandre Lima de. Majestade satânica: a redenção do mal em Goethe, Saramago e Gaiman. 2020. 120 f., il. Dissertação (Mestrado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Este trabalho tem como objetivo comparar a figura mitológica de Satã dentro da literatura no transcorrer do tempo, com especial foco nas obras Fausto: uma tragédia de Goethe, Evangelho Segundo Jesus Cristo de Saramago e Lúcifer de Neil Gaiman. Para tanto, buscou-se na psicologia analítica de Carl Jung os conceitos de sombra e arquétipo como suporte teórico para o conceito de Mal, além do arcabouço teórico literário. Avante ao comparativo literário, a análise histórica perpassou pelo Velho Testamento, Novo Testamento, Zoroastrismo, A Divina Comédia de Dante Alighieri, os posicionamentos protestantes de Lutero e o Paraíso Perdido de John Milton. Compreende-se, a partir das análises comparativas e históricas, que a figura de Satã foi utilizada como mecanismo religioso de controle que vem sofrendo alterações de acordo com a temporalidade e mentalidade do povo em que essa figura se fez pertencente. Na forma de signo, compreende-se que Satã é um reflexo do próprio ser humano ocidental em nível social, cultural e mental que se retroalimenta da esfera religiosa.
Abstract: This work aims to compare the mythological figure of Satan within literature over time, with a special focus on the works Faust: a tragedy, by Goethe; Gospel According to Jesus Christ, by Saramago; and Lucifer, by Neil Gaiman. For this purpose, Carl Jung's analytical psychology sought the concepts of shadow and archetype as theoretical support for the concept of Evil, in addition to the theoretical literary framework. Along with the literary comparison, historical analysis ran through the Old Testament, New Testament, Zoroastrianism, Dante Alighieri's Divine Comedy, Luther's Protestant positions and John Milton's Lost Paradise. It can be understood, from comparative and historical analyzes, that the figure of Satan was used as a religious control mechanism that has undergone changes according to the temporality and mentality of the people to which this figure became a member. In the form of a sign, it is understood that Satan is a reflect of the western human being on a social, cultural, and mental level that retro feeds on the religious sphere.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:TEL - Mestrado em Literatura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39855/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.