Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39704
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_DanieldeCastroBarral.pdf996,3 kBAdobe PDFView/Open
Title: Os estudos das masculinidades na psicologia brasileira : da invisibilidade da crítica à crítica da invisibilidade
Authors: Barral, Daniel de Castro
metadata.dc.contributor.email: danieldecastrobarral@gmail.com
Orientador(es):: Loyola, Valeska Maria Zanello de
Assunto:: Estudos das masculinidades
Masculinidade
Psicologia
Issue Date: 3-Dec-2020
Citation: BARRAL, Daniel de Castro. Os estudos das masculinidades na psicologia brasileira: da invisibilidade da crítica à crítica da invisibilidade. 2018. 130 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clinica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O presente trabalho realizou uma revisão sistemática da literatura brasileira em psicologia acerca das masculinidades, procurando aferir o impacto que os estudos das masculinidades tiveram sobre a mesma. Os bancos de dados pesquisados foram o “IndexPsi Periódicos Técnico-Científicos”, “IndexPsi Divulgação Científica”, “PePSIC”, “LILACS” e “SciELO”. Foram resgatados 1.102 artigos. A leitura dos resumos descartou 976 artigos por não terem contemplado os critérios de inclusão e exclusão, sobrando 126 artigos que foram lidos na íntegra. Destes 95 artigos foram descartados por não terem tratado de homens ou masculinidades como assunto, ou por não usarem como referência os estudos das masculinidades ou de gênero sobrando 31 artigos que compõem a amostra documental da presente investigação. A análise de conteúdo revelou 4 categorias de análise: “saúde”, “representações”, “violência” e “formação em psicologia”. A análise das referências bibliográficas dos artigos revelou que os estudos das masculinidades não têm sido usados nas pesquisas brasileiras, mesmo quando o objeto de estudo são os homens e ainda que esse campo de conhecimento tenha produzido trabalhos e avanços importantes fora do Brasil nos últimos 50 anos. As pesquisas estudadas relatam o gênero como fator interveniente na saúde mental e reconhecem fatores sociais e históricos como principais determinantes da desigualdade de gênero. Utilizando esse mesmo corpus documental, realizou-se uma análise dos discursos dos artigos. Foram identificados três temas em torno do objeto “masculinidades”: “Saúde”, “Violência contra a mulher” e “Representações”. Em todas os três temas pôde-se observar o aparecimento transversal da assertiva de que os homens são invisíveis, ignorados ou desconsiderados. A invisibilidade masculina foi analisada como enunciado organizador da produção discursiva da ciência psicológica brasileira que tem se utilizado de alguma referência dos estudos de gênero. Questiona-se se essa invisibilidade é fruto de uma suposta “injustiça”, como parecem sugerir alguns autores, ou desdobramento de certos privilégios, talvez invisíveis aos autores pela falta de aprofundamento nos próprios estudos das masculinidades.
Abstract: The present work carried out a systematic review of the Brazilian literature about masculinities on the field of psychology, trying to gauge the impact that those studies have had on it. The databases searched were the “IndexPsi Periódicos Técnico-Científicos”, “IndexPsi Divulgação Científica”, “PePSIC”, “LILACS” e “SciELO”. 1,102 articles were found. The reading of the abstracts discarded 976 articles for not obliging to the inclusion and exclusion criteria, leaving 126 articles that were fully read. 95 articles were then discarded for not having treated men or masculinities as a subject, or for not using the studies of masculinities or gender as reference, leaving 31 articles that composed the sample of the present investigation. The thematic analysis revealed four categories: "health", "representations", "violence" and "graduation in psychology". Analysis of the bibliographical references of the articles revealed that the studies of masculinities have not been used by Brazilian researchers, even when the subject of study is men and although this field of knowledge has produced works and important advances outside Brazil in the last 50 years. The researched studies report gender as an intervening factor in mental health and recognize social and historical factors as the main determinants of gender inequality. Using this same corpus of documents, the articles discourses were analyzed. Three themes within the field of psychology were identified: "Health", "Violence against women" and "Representations". In all three themes, we could observe the transverse appearance of the assertion that men are invisible, ignored or disregarded. Masculine invisibility was analyzed as an organizing statement of the discursive production of a section of Brazilian psychological science that has been used in the studies of masculinities, and possible political and epistemological effects were considered. It is questioned whether this invisibility is the result of a supposed "injustice", as some authors seem to suggest, or the unfolding of certain privileges, perhaps invisible to the authors by the lack of deepening in the studies of masculinities themselves.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39704/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.