Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39577
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_DagnaMariaLaurindodaSilva.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open
Title: Transformação genética de uma variedade brasileira de algodão para controle do bicudo-do-algodoeiro
Authors: Silva, Dagna Maria Laurindo da
Orientador(es):: Sá, Maria Fátima Grossi de
Assunto:: Algodão - cultivo
Agrolística
Algodão - doenças e pragas
Bicudo-do-algodoeiro
Resistência à doenças e pragas
Biobalística
Issue Date: 22-Oct-2020
Citation: SILVA, Dagna Maria Laurindo da. Transformação genética de uma variedade brasileira de algodão para controle do bicudo-do-algodoeiro. 2018. 54 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A cotonicultura desempenha um importante papel para o agronegócio brasileiro, situando- se entre as dez maiores fontes de riquezas neste setor. A cultura é fortemente comprometida por insetos-praga, incluindo o bicudo do algodoeiro, Anthonomus grandis (Coleoptera; Curculionidae), uma das principais pragas, por possuir um dinamismo reprodutivo, no qual se alimenta e deposita seus ovos em estruturas florais. O presente estudo é focado no desenvolvimento de plantas de uma variedade brasileira de algodão GM para resistência ao bicudo do algodoeiro. O vetor de expressão utilizado na transformação de plantas foi desenvolvido para expressar uma toxina Cry10Aa Mod, no qual o gene cry10Aa Mod está sob controle de um promotor de algodão - GhPGFS1, que direciona a expressão preferencialmente ao botão floral. O cassete de expressão foi introduzido em embriões da cultivar BRS372 pelas técnicas de agrolística e biobalística. As plantas GM foram pré-selecionadas pela tolerância ao Imazapyr, indicando uma eficiência de transformação em torno de 0,5%. A caracterização molecular inicial foi realizada em 139 plantas. Destas, doze plantas T0 apresentaram resultados PCR positivo para o gene cry10Aa Mod e para o gene de seleção ahas. A análise de qPCR com base em 2 -ΔΔCt revelou que as plantas GM T0 possuem apenas uma cópia do transgene. A análise quantitativa da expressão da proteína Cry10Aa Mod mostrou níveis elevados, variando de aproximadamente 18,0 a 27 μg/g de tecido fresco no botão floral. Os bioensaios realizados demonstraram um efeito entomotóxico significativo, chegando a níveis de 100% de mortalidade de larvas. Os eventos de transformação de algodão GM gerados neste estudo representam um grande avanço para o controle do A. grandis que contribuirá de maneira significativa para a produção e produtividade do algodão brasileiro.
Abstract: Cotton cultivation plays an important role for Brazilian agribusiness, ranking among the ten largest sources of wealth in this sector. The crop is strongly affected by pest insects, including cotton boll weevil, Anthonomus grandis (Coleoptera; Curculionidae), one of the main pests because it has a reproductive dynamism, in which it feeds and deposit its eggs in floral structures. The present study is focused without plant development of a Brazilian GM cotton event presenting high resistance to CBW. A plant vector was developed to express a Cry10Aa Mod toxin, in which the cry10Aa Mod gene regulated by the cotton promoter-GhPGFS1, which directs the expression preferentially to the floral bud. The expression cassete was introduced into embryos of the cultivar BRS372 by the agrolistic and biolistic techniques. GM plants were preselected for tolerance to Imazapyr indicating efficiency of transformation around 0.5%. An initial molecular characterization was performed 139 plants. Of these, twelve T0 plants presented PCR positive results for the cry10Aa Mod gene and for the ahas selection gene. An analysis of qPCR based on 2-ΔΔCt revealed that GM T0 plants possess only one copy of the transgene. A quantitative analysis of Cry10Aa Mod protein expression showed high levels, ranging from approximately 18.0 to 27 μg/g of fresh floral bud tissue. Bioassays performed demonstrated a significant entomotoxic effect reaching 100% larval mortality. The GM cotton transformation events generated in this study represent a great advance for the control of A. grandis, which contribute significantly to the production and production of Brazilian cotton.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:CEL - Mestrado em Biologia Molecular (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39577/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.