Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39476
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_LucasCamposUgliara.pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeito da suplementação de cafeína na capacidade de geração de torque máximo e rápido em homens jovens e idosos
Authors: Ugliara, Lucas Campos
Orientador(es):: Vieira, Amilton
Assunto:: Envelhecimento - aspectos fisiológicos
Força muscular
Força explosiva
Taxa de produção de torque
Issue Date: 29-Sep-2020
Citation: UGLIARA, Lucas Campos. Efeito da suplementação de cafeína na capacidade de geração de torque máximo e rápido em homens jovens e idosos. 2019. 46 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O envelhecimento está associado à neurodegeneração e perda de função muscular, mas a cafeína pode melhorar a habilidade do sistema nervoso central em gerar força. Entretanto, a maioria dos estudos tem como foco indivíduos mais novos, enquanto nenhum estudo até o momento comparou os efeitos da cafeína na capacidade de geração de torque entre homens mais novos e mais velhos. Este estudo comparou os efeitos da cafeína no pico de troque (PT) e na taxa de produção de torque (TPT) de homens mais novos e mais velhos. Vinte e dois homens mais novos (25±5 anos) e 21 mais velhos (68±6 anos) obtiveram o torque isométrico dos flexores plantares aferido em dois dias distintos (2-7 dias de intervalo). PT e TPT (ou seja, a inclinação da curva torque-tempo) foram medidas antes e 60 min após a ingestão de 3 mg/kg de cafeína ou placebo (duplo-cego). Uma ANOVA mista de três fatores foi utilizada para analisar potenciais diferenças entre o tempo (pré vs pós-suplemento), condição (cafeína vs placebo) e grupo (mais velho vs mais novo). O tamanho do efeito de Cohen (TE) foi utilizado para demonstrar a magnitude das diferenças. A cafeína aumentou o PT tanto em homens mais velhos (3.5%; p = 0.026; TE = 0.17) quanto mais novos (3.0%; p = 0.029; TE = 0.29), mas não modificou a TPT. Uma TPT reduzida foi observada nos homens mais novos após a ingestão de placebo (-6.5%, p = 0.007; ES = -0.27). Em conclusão, uma baixa dose de cafeína aumentou o pico de torque dos músculos flexores plantares de homens mais velhos e mais novos, com uma resposta mais heterogênea nos mais velhos, mas não demonstrou efeito na taxa de produção de torque.
Abstract: Aging is associated with neurodegeneration and a loss of muscle function, but caffeine may improve the ability of the central nervous system to generate force. However, the majority of studies have focused on young men, and no study has compared the effects of caffeine on torque-generating capacity between younger and older men. This study compared the effect of caffeine on the peak torque (PT) and rate of torque development (RTD) of younger and older men. Twenty-two younger (25±5 years) and 21 older (68±6 years) men were tested for isometric plantar flexor torque on two separate days (2-7 days apart). PT and RTD (i.e. torque-time slope) were measured before and 60-min after 3 mg/kg of caffeine or placebo (double-blinded). A three-way mixed ANOVA was used to analyze potential differences between time (pre vs post-supplement), condition (caffeine vs placebo) and group (older vs younger). Cohen’s effect size (ES) was used to show the magnitude of differences. Caffeine increased PT in both older (3.5%; p = 0.026; ES = 0.17) and younger men (3.0%; p = 0.029; ES = 0.29), but did not change RTD. Decreased RTD was observed in younger after placebo ingestion (-6.5%, p = 0.007; ES = -0.27). In conclusion, a low dose of caffeine increased the peak torque of plantar flexor muscles of older and younger men, with more heterogeneous response in older, but had no effect on rate of torque development.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39476/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.