Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39433
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_BerndRenner.pdf2,44 MBAdobe PDFView/Open
Title: (In)directness as an (im)politeness strategy in the contact between german and Brazilian portuguese as additional languages.
Authors: Renner, Bernd
Orientador(es):: Oliveira, Cibele Brandão de
Coorientador(es):: Habil, Julia Kuhn
Assunto:: Impolidez
Língua alemã - estudo e ensino
Português Brasileiro como Língua Adicional (PBLA)
Sala de aula
Ensino de línguas
Issue Date: 2-Sep-2020
Citation: RENNER, Bernd. (In)directness as an (im)politeness strategy in the contact between german and Brazilian portuguese as additional languages. 2020. 238 f., il. Tese (Doutorado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Esta tese analisa o uso e os efeitos de estratégias (in)diretas de (im)polidez em contextos de ensino de alemão e português brasileiro como línguas adicionais em interações reais na sala de aula. Ancorado no campo da sociolinguística interacional, que considera que o significado na comunicação face a face é co-construído pelas contribuições mútuas dos participantes, este estudo estabelece um diálogo com outros campos de pesquisa, tais como a pragmática intercultural, os estudos culturais, a socio-cognição e a análise de conversação. Com base na discussão dos estudos prévios (GOFFMAN, 1967; GRICE, 2006 [1975]) e das teorias iniciais de polidez, tais como as de Lakoff (1973, 1979), as de Leech (1983) e as de Brown e Levinson (1987), a pesquisa trata das contribuições de Culpeper (2011) e de Bousfield (2008), os quais investigaram o assunto da impolidez. Em seguida, associamos este trabalho à abordagem intercultural da (im)polidez como se reflete nos trabalhos de Wierzbicka (2003), Kerbrat- Orecchioni (2004, 2006), Bowe et al. (2014), Albuquerque (2015), Brandão (2016) e Kádár e Haugh (2017), entre outros. As contribuições de Grainger e Mills (2016), Mills (2003, 2012) e Hill (2008), entre outros, alimentam nossa discussão subsequente com relação às noções da (in)diretividade. Trata-se de um estudo etnográfico que representa uma abordagem de pesquisa de natureza qualitativa e interpretativa. Os dados que constituem o corpus foram gerados em duas etapas: a primeira compreende os dados obtidos com dois grupos de colaboradores no contexto de ensino de alemão, no Brasil (gravação em vídeo: 11 horas / grupo I; 25 horas / grupo II), enquanto a segunda refere-se aos dados que foram obtidos com um grupo de participantes no contexto de ensino do português brasileiro, na Alemanha (gravação em vídeo: 18 horas / grupo III). Os registros da pesquisa foram gerados principalmente por meio de um questionário, entrevistas semiestruturadas e gravações em vídeo. A análise dos dados das interações investigadas revelou uma grande variedade de atos ameaçadores à face, tais como violação de turnos de fala, desrespeito, insinuação, atos de ridicularizar, expor ou criticar alguém ou violar o espaço físico de outra pessoa, entre outros. Além disso, a análise mostrou que a diretividade e a indiretividade são classificadas apenas como tais no decorrer da interação e dependem das negociações entre os interagentes. Assim, as estratégias de (im)polidez relacionadas à (in)diretividade e suas avaliações positivas ou negativas são condicionadas a contextos interacionais particulares e à maneira como os interagentes interpretam uma situação específica. Espera-se que os resultados deste trabalho possam ajudar a facilitar interações mais harmoniosas em contatos interculturais e contribuir para o desenvolvimento de futuros estudos a fim de promover uma melhor compreensão do fenômeno da (im)polidez.
Abstract: This thesis analyses the use and the effects of (in)direct (im)politeness strategies in the contexts of teaching German and Brazilian Portuguese as additional languages in real-life classroom interaction. Anchored in the field of interactional sociolinguistics, which takes the view that meaning in face-to-face communication is co-constructed by the mutual contributions of the participants, the study establishes a dialogue with other research fields such as intercultural pragmatics, cultural studies, sociocognition and conversation analysis. Based on the initial discussion of previous studies (GOFFMAN, 1967; GRICE, 2006 [1975]) and of early politeness theorists, such as Lakoff (1973,1979), Leech (1983), and Brown and Levinson (1987), the research deals with the contributions of Culpeper (2011) and Bousfield (2008) who investigated the topic of impoliteness. We then associate this work with the intercultural approach to (im)politeness as it is reflected in the works of Wierzbicka (2003), Kerbrat-Orecchioni (2004, 2006), Bowe et al. (2014), Albuquerque (2015), Brandão (2016) and Kádár and Haugh (2017), amongst others. The contributions of Grainger and Mills (2016), Mills (2003, 2012), and Hill (2008), amongst others, then feed into our subsequent discussion with regards to the notions of (in)directness. This is an ethnographic study which represents a research approach of qualitative and interpretative nature. The data that constitute the corpus were generated in two different stages: the first comprises data that were obtained with two groups of collaborators in the context of teaching German in Brazil (video footage: 11 hours / group I; 25 hours / group II), whereas the second refers to data that were gained with one group of participants in the context of teaching Brazilian Portuguese in Germany (video footage: 18 hours / group III). Research records were generated mainly by means of a questionnaire, semi-structured interviews, and video recordings. The data analysis of the investigated interactions revealed a great variety of face-threatening acts such as the violation of turn-taking, disrespectfulness, insinuation, the acts of ridiculing, exposing or criticising someone, or violating the physical space of another person, amongst various others. Moreover, the analysis showed that directness and indirectness are only classified as such in the course of interaction and depend on the negotiations between the interactants. Thus, the (im)politeness strategies that are related to (in)directness and their positive or negative evaluations are conditioned to particular interactional contexts and to the way that the interactants interpret a particular situation. It is hoped that the findings of this work can help to facilitate more harmonious interactions in intercultural contact and contribute to the development of further studies in order to promote a better understanding of the phenomenon of (im)politeness.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:LIP - Doutorado em Linguística (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39433/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.