Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39411
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_IrvingMartinsSilveira.pdf2,86 MBAdobe PDFView/Open
Title: Padrões de ocorrência de espécies lenhosas em vertentes de Matas de galeria no Distrito Federal
Other Titles: Patterns of woody species occurring in gallery forests in the Federal District
Authors: Silveira, Irving Martins
Orientador(es):: Rezende, Alba Valéria
Assunto:: Fitossociologia
Diversidade biológica
Matas de galeria
Issue Date: 24-Aug-2020
Citation: SILVEIRA, Irving Martins. Padrões de ocorrência de espécies lenhosas em vertentes de Matas de galeria no Distrito Federal. 2020. 94 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Matas de galeria são faixas estreitas de florestas tropicais que ocorrem ao longo dos cursos d’água na região do Brasil central e são de extrema relevância, pois, atuam como zonas de amortecimento, protegem as cabeceiras dos cursos hídricos e controlam os processos de erosão. Este estudo foi realizado com o objetivo de caracterizar a vegetação lenhosa em dois trechos de mata de galeria no Distrito Federal e investigar os efeitos dos fatores ambientais (declividade do terreno, distância dos cursos hídricos, textura e fertilidade dos solos) sobre a diversidade de espécies, padrões de distribuição florística e estrutura arbórea. Em cada trecho de mata de galeria foi amostrada uma área de 0,5 ha (50 m x 100 m), subdividida em 50 parcelas contíguas de 10 m x 10 m, onde foram mensuradas todas as árvores com DAP ≥ 5 cm. Para cada mata foram realizadas análises fitossociológicas, investigados os padrões de distribuição diamétrica e hipsométrica e analisados os índices de diversidade. A similaridade na estrutura arbórea entre as unidades amostrais foi avaliada utilizando a análise de agrupamento hierárquico (cluster) e análise de ordenação Non Metric Multidimensional Scaling (NMDS), usando o índice de Bray Curtis. Os efeitos dos fatores ambientais na variação da estrutura arbórea foram avaliados através de análise de redundância (RDA) e partição de variância. Foram mensurados 1.571 indivíduos lenhosos, pertencentes a 150 espécies, dentre as quais, 94 foram registradas na mata do Ribeirão (MR) e 96 na mata do Pitoco (MP). Apenas 40 espécies (26,7%) ocorreram em ambas as matas, evidenciando a elevada diversidade Beta destas formações. Esta variação acentuada é ainda mais evidente quando se compara as famílias de maior importância em cada uma das áreas: na MR, as principais famílias botânicas foram Fabaceae, Myrtaceae, Vochysiaceae, Chrysobalanaceae e Rubiaceae; na MP foram Fabaceae, Lauraceae, Myrtaceae, Rubiaceae e Annonaceae. A riqueza de espécies das duas matas está acima da média observada em outras matas de galeria no Brasil. Por outro lado, a densidade está próxima aos valores comumente encontrados e a dominância em área basal na MR é considerada baixa. A distribuição diamétrica de ambas as matas apresentou padrão de J invertido, sugerindo comunidades com regeneração satisfatória. Análises de agrupamento apontaram dois grupos principais de unidades amostrais que representam comunidades de borda e interior da mata e as condições ambientais foram muito distintas entre os trechos estudados. A variação da composição florística e estrutura arbórea entre as matas foi explicada pela declividade do terreno, teor de matéria orgânica e distância geográfica. No interior das matas, a variação é explicada pela distância ao curso hídrico, fertilidade dos solos e saturação de alumínio. A análise de partição de variância evidenciou que 5% da variação estrutural nas matas é explicada pela distância geográfica e 4% pelas variáveis ambientais. Em síntese, diferenças florísticas e estruturais entre e dentro das matas, bem como a elevada riqueza encontrada, sugerem grande heterogeneidade biológica, em resposta às distintas condições ambientais dentro de cada trecho. Em particular, a importância da distância espacial como estruturadora da comunidade arbórea, sugere limitação na dispersão entre áreas. Estes resultados reforçam a importância da manutenção dos corredores ecológicos para facilitar o fluxo gênico e a dispersão de espécies entre as diferentes áreas de matas de galeria.
Abstract: Gallery forests are narrow strips of tropical forests that occur along water courses in the central region of Brazil. These forests are extremely relevant because they act as buffering zones, protect the water courses and control erosion processes. This study was carried out to characterize woody vegetation in two gallery forest in the Federal District and to investigate the effects of environmental factors (slope, distance from water courses, texture and soil fertility) on species diversity, floristic distribution and tree structure. In each gallery forest, an area of 0.5 ha (50 m x 100 m), subdivided into 50 contiguous plots of 10 m x 10 m was sampled. All individual trees with DBH (Diameter at Brest Height) ≥ 5 cm were measured. For each forest, phytosociological analyzes were performed, patterns of diametric and hypsometric distribution were investigated, and diversity indexes were analyzed. The similarity in the tree structure between the sampling units was evaluated using hierarchical cluster analysis (cluster) and Non-Metric Multidimensional Scaling (NMDS), using the Bray Curtis distance. The effects of environmental factors on tree structure were assessed through redundancy analysis (RDA) and variance partitioning. I measured 1,571 woody individuals, belonging to 150 species, being 94 recorded in the Ribeirão forest (MR) and 96 in Pitoco (MP). Only 40 species (26.7%) occurred in both forests, showing high Beta diversity in these formations. This marked variation is more evident when comparing the most important families. Most important botanical families in MR were Fabaceae, Myrtaceae, Vochysiaceae, Chrysobalanaceae and Rubiaceae, whereas the most representative families in MP were Fabaceae, Lauraceae, Myrtaceae, Rubiaceae and Annonaceae. Species richness of these two forests is above the average observed in other gallery forests. On the other hand, observed density is similar to values commonly found, whilst dominance in basal area in the RM is characteristically low. Diametric distribution of both forests showed an inverted J pattern, suggesting communities with satisfactory regeneration. Environmental conditions varied widely among these two forests and cluster analyzes showed two main groups, represented by edge and interior communities. Among forests, floristic composition and tree structure variation were mainly associated with slope, organic matter content and the geographical distance. Whereas, within forests, variation was associated with distance to the water course, soil fertility and aluminum saturation. Variation partitioniong analyses showed that 5% of the structural variation in the forests is explained by the geographical distance and 4% by the environmental variables. In turn, floristic and structural differences between and within forests, coupled with the high species richness, suggest high biological heterogeneity, which is likely associated with different environmental conditions within each gallery forest sampled in here. Particularly, the importance of spatial distance for determining community structure, may suggest dispersal limitation between areas. These results reinforce the importance of maintaining ecological corridors to promote gene flow and species dispersion between different gallery forests.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:EFL - Mestrado em Ciências Florestais (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39411/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.