Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39402
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_NelsonGonçalvesdeSouza.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open
Title: Da pedagogia do cassetete à pedagogia da cidadania : representações sociais de praças policiais militares frente ao ensino superior para praças
Authors: Souza, Nelson Gonçalves de
Orientador(es):: Galinkin, Ana Lúcia
Assunto:: Educação superior
Policial militar
Segurança pública
Polícia militar - aspectos sociais
Representações sociais
Issue Date: 19-Aug-2020
Citation: SOUZA, Nelson Gonçalves de. Da pedagogia do cassetete à pedagogia da cidadania: representações sociais de praças policiais militares frente ao ensino superior para praças. 2020. 132 f., il. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Estudos a respeito do ensino superior para policiais vêm ocorrendo desde o início do século XX, especialmente nos Estados Unidos da América, com resultados importantes que indicam que, no mínimo, não produzem qualquer resultado negativo. Em sua maioria, tais estudos concluem que há, sim, um agregado positivo de resultados na qualidade dos serviços profissionais prestados por policiais à população, quando tais profissionais são dotados de competências tipicamente desenvolvidas pelo ensino superior. No Brasil, só recentemente essa questão vem recebendo atenção das organizações policiais militares preocupadas, até aqui, apenas com a formação técnica ao nível de suas escolas profissionais. Recentes iniciativas têm levado policiais para os bancos universitários, em especial, aqueles que ocupam posições mais baixas da estrutura hierárquica dessas instituições, oferecendolhes oportunidades de uma formação não somente técnica, mas, também, humanística e científica, desenvolvendo neles, habilidades consideradas essenciais para os cenários atuais e futuros. A Polícia Militar do Distrito Federal, a partir do ano de 2008 passou a exigir o nível superior como requisito de entrada na corporação, no nível de soldado, seu mais baixo grau hierárquico. Esta pesquisa, sob a ótica da Teoria das Representações Sociais e sob a perspectiva da abordagem estrutural de JeanClaude Abric, identificou, analisou e procurou compreender as representações que os policiais militares de baixo grau hierárquico lograram construir ao longo dos dez anos posteriores a essa decisão. Encontrou-se que, embora ainda haja dúvidas e questões a serem respondidas, é possível identificar uma percepção positiva dos praças policiais em relação aos efeitos do ensino superior no trabalho policial, que parecem recomendar a adoção desse nível de instrução, mesmo no mais baixo grau hierárquico da instituição. Palavras-chave: educação superior; polícia militar; representações sociais; abordagem estrutural; núcleo central.
Abstract: Studies on higher education for police officers have been taking place since the beginning of the 20th century, especially in the United States of America, with important results that indicate that, at the very least, they do not produce any negative result. Most of these studies conclude that there is, in fact, a positive aggregate of results in the quality of professional services provided by police to the population, when these professionals are endowed with skills typically developed by higher education. In Brazil, this issue has only recently received attention from military police organizations concerned, until now, only with technical training at the level of their professional schools. Recent initiatives have taken police officers to university banks, especially those who occupy lower positions in the hierarchical structure of these institutions, offering them opportunities for not only technical, but also, humanistic and scientific training, developing in them skills considered essential for the current and future scenarios. The Federal District Military Police, as of 2008, began to demand the higher level as a requirement for entry into the corporation, at the soldier level, its lowest hierarchical level. This research, from the perspective of the Theory of Social Representations and from the perspective of Jean-Claude Abric's structural approach, identified, analyzed and sought to understand the representations that the lowranking military police officers built over the ten years after that decision. It was found that, although there are still doubts and questions to be answered, it is possible to identify a positive perception of the low-rank police officers in relation to the effects of higher education on police work, which seem to recommend the adoption of this level of education, even at the lowest hierarchical level of the institution. Keywords: higher education; military police; social representations; structural approach; central core.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39402/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.