Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39378
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_EvertonFraskLucero.pdf827,43 kBAdobe PDFView/Open
Title: A questão da autoridade na filosofia brasileira : um exame cartográfico e metafilosófico
Other Titles: Is there authorship in Brazilian philosophy? : a quest for the decolonization of knowledge
Authors: Lucero, Everton Frask
Orientador(es):: Gontijo, Pedro Ergnaldo
Assunto:: Filosofia brasileira
Metafísica
Metafilosofia
Autoralidade
Issue Date: 10-Aug-2020
Citation: LUCERO, Everton Frask. A questão da autoridade na filosofia brasileira: um exame cartográfico e metafilosófico. 2019. 119 f. Dissertação (Mestrado em Metafísica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Este trabalho relata os resultados de uma pesquisa sobre a existência ou não de autoralidade na filosofia brasileira. Parte da hipótese – bastante disseminada nos círculos intelectuais do país – de que no Brasil não se faz filosofia autoral, mas mero comentário à filosofia produzida alhures. Examina os argumentos históricos, culturais-antropológicos e políticos que sustentam a hipótese. Problematiza as categorias de análise relativas à autonomia do discurso filosófico em relação ao conceito de Estado- nação, à abrangência dos conceitos de autoralidade e originalidade em filosofia e à relação entre filosofia nacional e a suposta universalidade do discurso filosófico. Considera então a hipótese contrária, segundo a qual é possível afirmar a existência de filosofia autoral no Brasil, mediante o exame da produção filosófica brasileira no campo da metafísica. Por fim, indaga o porquê de necessitarmos de uma filosofia que precise denominar-se brasileira, ou feita desde o Brasil.
Abstract: This paper reports the results of a research on the existence or not of authorship in Brazilian philosophy. It starts examining the hypothesis - quite widespread in the Brazilian intellectual circles - that in Brazil there is no authoral philosophy, but merely comments to philosophy produced elsewhere. It examines the historical, cultural-anthropological, and political arguments that underpin the hypothesis. It problematizes the categories of analysis relating to the autonomy of philosophical discourse as regards the concept of Nation State, the comprehensiveness of the concepts of authorship and originality in philosophy, and the relationship between national philosophy and the supposed universality of the philosophical discourse. It then considers the opposite hypothesis, according to which it is possible to find authoral philosophy in Brazil, by examining the Brazilian philosophical production in the field of metaphysics. Finally, it considers the question why we need a philosophy to be called Brazilian, or made from Brazil.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Metafísica, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Metafísica (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39378/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.