Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39328
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CamilaBalistaGarbeline.pdf7,12 MBAdobe PDFView/Open
Title: Indústria da mineração e o território : uma análise das fábricas de cimento e o conceito de sustentabilidade
Authors: Garbeline, Camila Balista
metadata.dc.contributor.email: camila.garbel@gmail.com
Orientador(es):: Laranja, Ruth Elias de Paula
Assunto:: Desenvolvimento sustentável
Mineração
Indicadores de sustentabilidade
Indústria de cimento
Conflitos territoriais
Issue Date: 28-Jul-2020
Citation: GARBELINE, Camila Balista. Indústria da mineração e o território: uma análise das fábricas de cimento e o conceito de sustentabilidade. 2020. 323 f., il. Tese (Doutorado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: A tese tem como objetivo a avaliação da sustentabilidade das indústrias de cimento em operação no litoral sul da Paraíba (Brasil), utilizando como base o modelo Pressão-Estado- Resposta aperfeiçoado para Pressão-Estado-Produção-Conhecimento-Resposta, obtendo como resultado o índice PEPCR, que revelou os níveis da sustentabilidade das quatro mineradoras. Também uma análise dos conflitos territoriais gerados pelas mineradoras na área de estudo, confrontando-os com o discurso do desenvolvimento sustentável. Para a tese foram realizadas leituras sobre os temas de Desenvolvimento Sustentável, indicadores de sustentabilidade, modelo Pressão-Estado-Resposta e suas versões ajustadas, a indústria de extrativismo mineral, a indústria de cimento no Brasil com ênfase na Paraíba, legislação mineral e ambiental, os conflitos socioambientais decorrentes da mineração. Os procedimentos metodológicos utilizados para melhorar o modelo Pressão-Estado-Resposta, um modelo de avaliação da sustentabilidade das indústrias de cimento com uma análise dos aspectos sociais, ambientais, econômicos e políticos. Um modelo aperfeiçoado para apresentar no resultado final um índice com o nível da sustentabilidade de cada indústria analisada. Em relação à seleção de indicadores utilizamos o técnica Delphi que segue a linha especificada por Linstone et al. (2002) chamada de “exercício Delphi”. A seleção dos indicadores não partiu do marco zero, utilizamos iniciativas já existentes, baseado em: OECD (1998), Lei et al. (2011), Viana (2012), Ferreira et al. (2010), Ferreira et al. (2015), Martins et al. (2012), entre outros abordados no decorrer do trabalho. A submissão da lista de indicadores foi encaminhada para cinco profissionais ligados ao tema deste trabalho. Ao final o modelo aperfeiçoado contempla cinco dimensões (Pressão-Estado-Produção-Conhecimento-Resposta) com 42 indicadores para a avaliação da sustentabilidade das quatro indústrias de cimento, no litoral sul da Paraíba, Indústria LafargeHolcim, Indústria Elizabeth Cimento, Indústria Cimento Nacional, e a Indústria Intercment. Além das entrevistas nas quatro fábricas de cimento, para a avaliação da sustentabilidade das empresas, o modelo PEPCR aborda o conhecimento das comunidades locais, ao todo foram 214 entrevistados. A tese propõe a avaliação da sustentabilidade das indústrias de cimento com o modelo PEPCR, com um resultado final que revela o nível de sustentabilidade das empresas. É a primeira proposta aperfeiçoada, a partir do PER, que traz indicadores que contemplam o conhecimento das comunidades locais sobre a atividade de mineração, e os interesses minerários. Também fazemos um movimento que parte do índice (aspecto formal) para uma análise crítica da sustentabilidade, refletindo sobre os conflitos de terra/território, e sobre as estratégias por trás das responsabilidades sociais das empresas, cotejando-os com o discurso de sustentabilidade utilizado pelas mineradoras.
Abstract: This thesis aims to analyze the cement industry sustainability operating on the south coast of Paraíba (state of Brazil), using as a basis the pressure-state-response model perfected for pressure-state-production-knowledge-response categories, obtained as a result the PEPCR ("pressão-estado-produção-conhecimento-resposta" in Portuguese) which revealed the sustainability degree of the four mining companies. Also, an analysis of the territorial conflicts caused by the mining companies in the study field, facing them with the sustainability development speech. For the dissertation, it was based on themed readings about sustainable development, sustainability indicators, Pressure-State-Response frameworks and its adjusted versions, mineral extractivism industries, cement industry in Brazil - focusing in the State of Paraíba - environmental and mineral laws, and the socioenvironmental conflicts due to mining. The methodological procedures used to improve the pressure-state-response framework, a sustainability framework evaluation of the cement industries with a analysis of social, environmental, economic and political aspects. An improved framework to present in the final result an index with the sustainability degree of each industry analysed. In relation to the selection of indicators, it was used the Delphi method that follows the line specified by Linstone et al. (2002) called "the Delphi exercise". The selection of indicators did not start from the ground up, it was used existing initiatives, based on: OECD (1998), Lei et al. (2011), Viana (2012), Ferreira et al. (2010), Ferreira et al. (2015), Martins et al. (2012), among other authors that were discussed in the course of this paper. The indicators list submission was forwarded to five professionals that are linked to the theme of this paper. In the end, the improved framework includes five categories (Pressure-State-Production-Knowledge-Response) with 42 indicators for the sustainability evaluation of the four cement industries on the south coast of Paraíba, the companies were LafargeHolcim, Elizabeth Cimento, Cimento Nacional, and Intercement. Besides the interviews at the four cement industries - for the sustainability evaluation of the companies - the PEPCR framework addresses the knowledge of the local communities, there were 214 interviewed. The thesis propose the sustainability evaluation of the cement industries with the PEPCR framework, with a final result that exhibits the sustainability degree of the companies. It is the first improved proposal - based on the PSR - which has indicators that include the knowledge of local communities about mining activity, and mining interests. It also makes a movement from the index (formal aspect) to a critical sustainability analysis, explaining about the conflicts of the land/territory, and about the strategies behind the companies social responsabilities, comparing with the sustainability speech.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:GEA - Doutorado em Geografia

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39328/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.