Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39286
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_LaraPatríciadeLimaCavalcante.pdf689,14 kBAdobe PDFView/Open
Title: Uso de álcool e outras drogas em escolas públicas : percepção e ações dos professores
Authors: Cavalcante, Lara Patricia de Lima
metadata.dc.contributor.email: larapatricia2@hotmail.com
Orientador(es):: Gallassi, Andrea Donatti
Assunto:: Docentes
Drogas - abuso - aspectos sociais
Professores - aspectos sociais
Violência escolar
Drogas - abuso - prevenção
Issue Date: 22-Jul-2020
Citation: CAVALCANTE, Lara Patricia de Lima. Uso de álcool e outras drogas em escolas públicas: percepção e ações dos professores. 2019. [75] f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Ceilândia, 2019.
Abstract: INTRODUÇÃO: As escolas têm vivenciado um aumento da agressividade e violência por parte dos estudantes o que algumas vezes é atribuído ao uso de álcool e outras drogas. Para ampliar a compreensão sobre prevenção no ambiente escolar é necessário conhecermos as ideias, valores, sentimentos e a visão de mundo que os professores possuem em relação a essa temática. OBJETIVO: Analisar e descrever percepções e ações dos professores quanto ao uso de álcool e outras drogas de estudantes do ensino médio de escolas públicas. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo do tipo misto, com abordagem quantitativa e qualitativa realizado em 11 unidades escolares públicas estaduais da cidade de Águas Lindas de Goiás - GO. O instrumento utilizado foi do tipo estruturado dividido em três partes: sociodemográficos, opinião dos professores e dados de julgamento. RESULTADOS: A amostra foi de 91 professores, em sua maioria do sexo masculino (57,1%), com média de idade de 37,2 anos, todos com graduação e a maioria (75,8%) com vínculo temporário, com faixa salarial de até 4 salários mínimos. Esses não se sentem capacitados para lidar com estudantes que fazem uso de drogas. Quando identificam estudantes em uso de álcool e outras drogas, os encaminham para a coordenação pedagógica. Acreditam que os estudantes serão dependentes dessas substâncias no futuro, que são moralmente fracos, têm alguma doença, poderiam cometer delitos na família, que são influenciados para o início do uso de álcool e outras drogas por amigos e pela desestrutura familiar. A prevenção nas escolas acontece através de palestras. Em contrapartida, os docentes acham que esses estudantes são tão importantes quanto qualquer outra pessoa. CONCLUSÃO: O conhecimento dos professores sobre álcool e outras drogas e seus efeitos é incipiente, com repercussões na tomada de decisões e ações frente aos estudantes no uso dessas substâncias. A ausência de prevenção e diálogo, traz consequências para a estruturação da escola e do trabalho pedagógico do professor, manifestando-se, sobretudo, na negação da necessidade desse trabalho.
Abstract: INTRODUCTION: Schools have been experiencing an increase in aggression and violence by students which is atributed to alcohol and other types of drugs usage. In order to raise awareness about prevention on the school environment education it is required to know the ideas, values, feelings and a vision of world that teachers have regarding this subject. OBJECTIVE: To analyze and describe perceptions and actions about the use of alcohol and other drugs by public high school students. METHODOLOGY: This is a mixed-type study, with a quantitative and qualitative approach carried out in 11 state public school units in the city of Aguas Lindas de Goiás - GO. The instrument that was used corresponds to a structured type divided in three parts: sociodemographic, the opinion of the teachers and judgement data. RESULTS: The sample consisted of 91 teachers, mostly male (57.1%), with an average age of 37.2 years, most of them with temporary employment contract (75.8%), earning up to 4 times the minimum wage. They do not feel prepared to deal with students who use drugs. When they identify students using alcohol and other drugs, they send them to pedagogical coordination. They believe that these students will be dependant of these substances in the future and that they are morally weak, have some kind of disease, could be committing crimes against their family, are influenced to start using alcohol and other drugs by friends and family disruption. Prevention on schools occur through lectures. In contrast to that, teachers feel that these students are just as important as any other person. CONCLUSION: Teahcers' knowledge about the use of alcohol and other drugs and their negative effects is incipient, with an impact on decision making and actions towards students, on the usage of these substances. The absence of prevention and dialogue, brings consequences for the structuring of the school and the pedagogical work of teachers, manifesting itself, above all, in the denial of the need for this type of work.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39286/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.