Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39220
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_José Reynaldo de Almeida Furlani.pdf1,92 MBAdobe PDFView/Open
Title: O efeito da alteração nos critérios de avaliação de instrumentos financeiros na volatilidade do patrimônio de referência das instituições financeiras brasileiras
Authors: Furlani, José Reynaldo de Almeida
Orientador(es):: Medeiros, Otávio Ribeiro de
Assunto:: Contabilidade bancária
Instituições financeiras
Issue Date: 8-Jul-2020
Citation: FURLANI, José Reynaldo de Almeida. O efeito da alteração nos critérios de avaliação de instrumentos financeiros na volatilidade do patrimônio de referência das instituições financeiras brasileiras. 2005. 138 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis)— Programa Multi-Institucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, João Pessoa, 2005.
Abstract: A questão do critério de avaliação mais apropriado para as carteiras de títulos e valores mobiliários (TVM) e de instrumentos financeiros derivativos (IFD) nas instituições financeiras vem sendo objeto de discussões que levaram ao reconhecimento de que somente a utilização do valor justo (fair value) atenderia às necessidades dos diversos interessados em conhecer sua situação econômico-financeira. Entretanto, tal critério pode representar um fator de instabilidade para o valor do capital regulamentar de um banco, elemento essencial para manutenção de sua condição normal de funcionamento, especialmente quando ocorrerem movimentos bruscos nos preços daqueles instrumentos financeiros. Nesses termos, este trabalho buscou testar se ocorreu uma variação significativa na volatilidade do Patrimônio de Referência - PR, medida que representa o capital regulamentar aplicável às instituições financeiras brasileiras, como efeito da alteração no critério de avaliação das carteiras de TVM e IFD efetuada pelo Banco Central do Brasil (BCB) em 2002. A pesquisa foi conduzida por meio da realização de um “estudo de evento”, efetuando-se um teste de estabilidade mediante a utilização do Teste de Ponto de Ruptura de Chow (Chow ’s Breakpoint Test). Para modelagem da evolução do PR foi adotado um modelo de séries temporais univariadas (univariate time series model) da família de Médias Móveis Integradas com Auto-Regressão (AutoRegressive IntegratedMoving Average - ARIMA), associada à abordagem de Box-Jenkins. Os resultados obtidos permitem afirmar que o aumento de volatilidade no PR não pode ser rejeitado, haja vista a constatação de alteração estatisticamente relevante na evolução do PR real total, apurada especialmente nos grandes bancos privados e nos bancos de médio e pequeno portes, e na forma como o PR se dispersou em relação ao conjunto completo de entidades, que se deveu ao ocorrido em todos os grupos investigados, dos quais também fizeram parte os bancos públicos federais.
Abstract: Intense debate has been devoted to the issue concerning the most appropriate criteria for evaluating security and derivative portfolios held by financial institutions, which led to the agreement that only the utilization of the fair value accounting would fulfill the needs of the various interested parties concerning the reporting of the institutions’ economic and financial conditions. However, such criteria might represent a destabilizing factor upon the banks’ regulatory capital, which is essential to maintaining their normal operating conditions, especially when securities and derivatives present sharp price movements. Based on these facts, this study has the purpose of testing if significant changes in the volatility associated to the regulatory capital applicable to the Brazilian financial institutions occurred as a result of changes in the criterion of evaluation of security and derivative portfolios implemented by Brazil’s Central Bank in 2002. We performed the research by means of an event study where a stability test, the Chow’s Breakpoint Test, was carried out. A univariate time-series model belonging to the Autoregressive Integrated Moving Average - ARIMA family, associated to the Box-Jenkins methodology, was utilized to model the regulatory capital series. The results obtained support the conclusion that the increase in the regulatory capital’s volatility cannot be rejected, considering the evidence of statistically relevant changes in the real aggregate regulatory capital. This is especially noticeable among large private banks and medium and small-size banks. It is also visible in the way the regulatory capital became distributed throughout the whole sample of institutions, which is a consequence of the regulatory capital behavior within all groups analyzed, including the federal state-owned banks.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multi-Institucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2005.
Appears in Collections:CCA - Mestrado em Ciências Contábeis (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39220/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.