Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39192
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1997_ RicardoJoséCarvalhoSilva.pdf3,34 MBAdobe PDFView/Open
Title: Modelo de bielas e tirantes através de modelagem aporticada
Authors: Silva, Ricardo José Carvalho
Orientador(es):: Melo, Guilherme Sales Soares de Azevedo
Assunto:: Concreto armado
Biela
Issue Date: 7-Jul-2020
Citation: SILVA, Ricardo José Carvalho. Modelo de bielas e tirantes através de modelagem aporticada. 1997. xxx, 133 f. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil)—Universidade de Brasília, Brasília, 1997.
Abstract: A utilização de pórticos com conexões com rigidez variável no modelo de bielas e tirantes, para a análise e dimensionamento de vigas de concreto armado é apresentada neste trabalho, como alternativa à modelagem tradicional de treliças. Foram utilizados um Modelo Aporticado com Conexão Elástica via Análise Linear Elástica (PALE) e um Modelo Aporticado com Conexão Elástica via Pseudo-Mínima Norma Euclidiana (PPMN), além do Modelo treliçado tradicional (TREL), em conjunto com uma análise das bielas quando assimiladas à pilares submetidos à flexão composta, na tentativa de se relacionar o tipo de ruptura da estrutura ccm a necessidade de utilização de armadura longitudinal em pilares submetido a este tipo de solicitação. Foram analisadas dezessete vigas de relações l/h (vão/altura) entre 1,49 e 7,69, biapoiadas, contínuas ou em balanço, com e sem armadura de alma, ensaiadas na PUC-Rio, Universidade de Brasília (UnB), na Universidade de Alberta (Canadá) e na Universidade de Westminster - Inglaterra. Dois exemplos propostos de dimensionamento são também apresentados, um com as dimensões próximas às usualmente utilizadas em laboratório e outro com as dimensões baseadas em uma grande estrutura. A análise com o modelo aporticado permitiu estimar o grau de rigidiz dos nós das estruturas analisadas e foi verificado existir uma relação entre a necessidade ou não de armação longitudinal na biela e o tipo de ruptura da viga, quando a biela de concreto é assimilada a um pilar submetido à flexão normal composta.
Abstract: The utilisation of semirigid connections frames in the stmt and tie model for the design of reinforced concrete beams is presented, as an alternative to the traditional trusses. Three models were used in the analysis of the beams with the stmt and tie model, two with semirigid connections trames and one with the traditional tmss (TREL), for comparison. The semirigid connections frame models were a Linear Elastic Analysis (PALE) and a Pseudo Euclidean Minimum Norm (PPMN). These three models were used together with an analysis of the stmts assimilated to columns submitted to flexure and axial load, trying to associate the type of rupture o f the beam analysed with the necessity or not of the utilisation of longitudinal reinforcement in the stmt, when assimilated to a column submitted to that type of loading. Seventeen beams with relations 1/h (ipan to height) between 1,49 and 7,69, simply supported, continuous or in cantilever, with and without web reinforcement, tested at PUC-Rio, University of Brasilia (UnB), University of Alberta (Canada) and University o f Westminster - England were analysed. Two proposed examples are also presented, one with dimensions close to those found in laboratories and one with big dimensions, based in a real big stmcture. The stiffness of the connections was estimated by the semirigid frame analysis, and was verified the existence of a relation between the type of rupture of the beam and the necessity of longitudinal reinforcement at the stmt, when assimi.ated to a column submitted to flexure and axial load.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 1997.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas e Construção Civil (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39192/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.