Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39118
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_DavidLobatoBorges.pdf9,16 MBAdobe PDFView/Open
Title: Eletrodiagnóstico de estímulo na definição dos parâmetros para a prática do ciclismo assistido por eletroestimulação em pessoas com lesão medular
Other Titles: Stimulus Electrodiagnosis in the definition of the parameters for the practice of electrostimulation assisted cycling in people with spinal cord injury
Authors: Borges, David Lobato
Orientador(es):: Martins, Emerson Fachin
Assunto:: Traumatismos da medula espinhal
Eletrodiagnóstico
Estimulação elétrica
Ciclismo
Issue Date: 7-Jul-2020
Citation: BORGES, David Lobato. Eletrodiagnóstico de estímulo na definição dos parâmetros para a prática do ciclismo assistido por eletroestimulação em pessoas com lesão medular. 2020. xvi, 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Introdução: A Estimulação Elétrica Funcional (FES, do inglês, Functional Electrical Stimulation) representa estratégia no processo de reabilitação cuja meta inclui acionar músculos paralisados ou enfraquecidos pela Lesão Medular em tarefas específicas. Dentre as tarefas recentemente exploradas, o ciclismo assistido por eletroestimulação ganhou notoriedade mundial e o refinamento dos requisitos para a prática, bem como a dosimetria para eletroestimulação dependem da responsividade do músculo paralisado cuja inervação periférica continua preservada, o que supomos poder ser mais bem definidos por informações fornecidas pelo teste de eletrodiagnóstico por estímulo não-invasivo. Objetivo: Verificar o comportamento dos parâmetros de responsividade à eletroestimulação fornecidos pelo eletrodiagnóstico por estímulo não-invasivo em uma série de casos de pessoas com lesão medular candidatas à iniciar treinamento para a prática do ciclismo assistido por eletroestimulação, buscando associações e indícios que permitam se formular hipóteses acerca da dosimetria ideal para estimulação, bem como estabelecer critérios apropriados para eleger praticantes. Métodos: Delineamos um estudo observacional do tipo transversal em série de casos que aconteceu subsequente ao recrutamento de 14 indivíduos com lesão medular traumática, candidatos a participar de programa de ciclismo assistido por eletroestimulação. Ao final, uma amostra representativa de 7 casos foi testada para se obter valores de reobase, cronaxia, acomodação e índice de acomodação, explorados em modelo preditivo do nível de força muscular avaliado conforme recomendação da Medical Research Council e caracterizado por outras variáveis independentes e de interesse para se estabelecer requisitos para prática (condição e estado de saúde) bem como para a dosimetria (características da contração resultante da estimulação). Estatística descritiva e analítica paramétrica e não-paramétrica, bem como poder estatístico foram o processamento de base para inferências dada a natureza do delineamento em série de casos. Resultados: A acomodação apresentou tendência a se correlacionar com a intensidade de corrente nos níveis 1 (Reto femoral esquerdo e vasto lateral direito), 2 (reto femoral esquerdo) e 3 (reto femoral esquerdo e vasto lateral esquerdo) e mostrou correlação significativa com os níveis 1 (vasto medial direito) e 2 (reto femoral direito e vasto lateral esquerdo). A reobase apresentou tendência a se correlacionar com a intensidade de corrente nos níveis 2 (vasto lateral esquerdo e vasto medial esquerdo) e 3 (vasto medial esquerdo), revelando uma prevalência de correlação no músculo quadríceps esquerdo (63,63%). Conclusão: A acomodação mostrou ser um candidato a fator preditivo de intensidade de corrente para promover contração muscular de quadríceps femoral em pessoas com lesão medular traumática responsivas ao eletrodiagnóstico de estímulo e elemento formador da dosimetria inicial a prática do ciclismo assistido por eletroestimulação.
Abstract: Introduction: Functional Electrical Stimulation (FES) represents a rehabilitation process strategy whose goal includes triggering muscles paralyzed or weakened by spinal cord injury in specific tasks. Among the tasks recently explored, electrostimulation-assisted cycling has gained worldwide notoriety and the refinement of the requirements for practice, as well as dosimetry for electrostimulation depends on the paralyzed muscle’s responsiveness whose peripheral innervation remains preserved, which we assume may be better defined by information provided by the noninvasive stimulus electrodiagnosis test. Objective: To monitor the electrostimulation responsiveness parameters behavior provided by electrodiagnosis with spinal cord injury people in series of cases which are candidates to start the practice of electrostimulation-assisted cycling, seeking associations and indications that allow to formulate eligibility and dosimetry hypotheses. Methods: We designed an observational cross-sectional study in a series of cases that occurred following the recruitment of 14 individuals with traumatic spinal cord injury, candidates to participate in an assisted electrostimulation cycling program. At the end, a representative sample of 7 cases was tested to obtain rheobase, chronaxie, accommodation and accommodation index values, explored in a predictive assessed muscle strength level model, as recommended by the Medical Research Council and characterized by other independent variables of interest to establish requirements for practice (condition and health status) as well as for dosimetry (stimulation resulting contraction characteristics). Descriptive and parametric and non-parametric analytical statistics, as well as statistical power were the basic processing for inferences given the case series design nature. Results: The accommodation tended to correlate with current intensity at levels 1 (left rectus femoris and right vastus lateralis), 2 (left rectus femoris) and 3 (left rectus femoris and left vastus lateralis) and showed correlation levels 1 (right vastus medialis) and 2 (right rectus femoris and left vastus lateralis). The rheobase tended to correlate with current intensity at levels 2 (left vastus lateralis and left vastus medialis) and 3 (left vastus medialis), revealing a prevalence of correlation in the left quadriceps muscle (63.63%). Furthermore, the evaluation of the lesion’s level, associated with the noninvasive electrodiagnosis stimulus test, can infer about electrostimulation neuromuscular responsiveness. Conclusion: The accommodation proved to be a predictive factor candidate of current intensity to promote femoral quadriceps muscle contraction in people with traumatic spinal cord injury responsive to the electrodiagnosis stimulus and the formative element of initial dosimetry to the electrostimulation assisted cycling practice.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39118/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.