Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39108
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CamilaFirminodeAssunção (1).pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCastro, Márcio Botelho de-
dc.contributor.authorAssunção, Camila Firmino de-
dc.date.accessioned2020-07-06T23:12:07Z-
dc.date.available2020-07-06T23:12:07Z-
dc.date.issued2020-07-06-
dc.date.submitted2020-03-17-
dc.identifier.citationASSUNÇÃO, Camila Firmino de. Toxoplasmose em primatas não humanos de vida livre e cativeiro no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Tocantins. 2020. 52 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/39108-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2020.pt_BR
dc.description.abstractA toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo protozoário intracelular obrigatório, o Toxoplasma gondii. Este coccídeo possui a capacidade de infectar diversos hospedeiros endotérmicos, como humanos e primatas não humanos. A infecção por Toxoplasma gondii é branda e apresenta sinais clínicos inespecíficos em indivíduos imunocompetentes, no entanto, infecções em primatas do novo mundo apresentam caráter agudo com letalidade alta. O presente estudo trata da investigação de 38 casos de primatas do novo mundo de vida livre e de cativeiro com suspeita de toxoplasmose, provenientes do Distrito Federal e estados do Goiás, Tocantins e Mato Grosso. As amostras foram submetidas a exames histopatológicos e imuno- histoquimico com anti-T.gondii afim de possibilitar a visualização de taquizoítos e bradizoítos. Hepatite necrotizante, esplenite necrotizante e pneumonia intersticial foram os achados mais recorrentes nos casos examinados acompanhado de infiltrado inflamatório composto de neutrófilos, macrófagos e linfócitos. Não foi possível a determinação estatística de um órgão mais comprometido ou infectado pelos protozoários. Contudo, as análises qualitativas mostram danos maiores no fígado, porém visualização mais clara dos parasitas no baço. Os resultados comprovam uma alta susceptibilidade de primatas do novo mundo, sendo na região de estudo, o Callithrix penicillata, a espécie mais acometida.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleToxoplasmose em primatas não humanos de vida livre e cativeiro no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Tocantinspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordToxoplasma gondiipt_BR
dc.subject.keywordPrimataspt_BR
dc.subject.keywordImuno-histoquímicapt_BR
dc.subject.keywordHepatitept_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1Toxoplasmosis is an infectious disease caused by the mandatory intracellular protozoan, Toxoplasma gondii. This coccid has the ability to infect several endothermic hosts, such as humans and non-human primates. Infection by Toxoplasma gondii is mild and has nonspecific clinical signs in immunocompetent individuals, however, infections in primates of the new world have an acute character with high lethality. The present study deals with the investigation of 38 cases of wild new world primates, and captive ones suspected of toxoplasmosis, from the states of Distrito Federal, Goiás. Tocantins and Mato Grosso. The samples were submitted to histopathological and immunohistochemical exams with anti-T.gondii in order to allow the visualization of tachyzoites and bradyzoites. The lesions show a high degree of liver, spleen and lung damage in those individuals. Necrotizing hepatitis, necrotizing splenitis and interstitial pneumonia were the recurrent findings in the studied cases, along with inflammatory infiltrate consisting of neutrophils, macrophages and lymphocytes. It was not possible to determine statistically an organ more compromised or infected by protozoa, however, qualitative analysis showed greater damage to the liver and more severe infection in the spleen. The results prove the high susceptibility of new world primates, with Callithrix penicillata being the most affected species in the studied region.pt_BR
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39108/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.