Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38790
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_AnaBeatrizPeixotodosSantos.pdf974,8 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSchmidt, Isabel Belloni-
dc.contributor.authorSantos, Ana Beatriz Peixoto dos-
dc.date.accessioned2020-07-02T15:02:57Z-
dc.date.available2020-07-02T15:02:57Z-
dc.date.submitted2020-03-13-
dc.identifier.citationSANTOS, Ana Beatriz Peixoto dos. Avaliação da eficiência do plantio direto associado ao controle químico como método de restauração de fitofisionomias savânicas do Cerrado. 2020. ix, 41 f., il. Dissertação (Mestrado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38790-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, 2020.pt_BR
dc.description.abstractNo Cerrado, especialmente em ambientes campestres e savânicos, o desenvolvimento de técnicas de restauração que superem a competição com gramíneas exóticas invasoras (GEI) é essencial. O plantio direto é um método amplamente utilizado na agricultura mecanizada, que não revolve o solo e, assim, não expõe o banco de sementes de GEI. No entanto, não há registros do uso dessa técnica para a restauração de savanas brasileiras. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do plantio direto, associado ao controle químico de GEI, como método de restauração de áreas degradadas de cerrado sensu stricto. Os experimentos foram realizados em três áreas na Fazenda Entre Rios (FER), sudeste do Distrito Federal, totalizando 2,6 hectares. Originalmente, as áreas eram caracterizadas pela presença de cerrado sensu stricto que foram utilizadas para agricultura e pecuária extensiva, com plantio principalmente das GEI Megathyrsus maximum Hoc (Jacq.) B.K.Simon & S.W.L.Jacobs e Urochloa spp., e estavam abandonadas há, pelo menos, quatro anos. Em cada uma das áreas, foram instalados três tratamentos: Tratamento 1 (T1): Roçagem + um herbicida não-seletivo + semeadura de nativas; Tratamento 2 (T2): Roçagem + um herbicida não-seletivo + um herbicida seletivo + semeadura de nativas; e Controle (T0): áreas invadidas por GEI, não manejadas. A solução de herbicida não-seletivo consistiu em 500g de Roundup® ultra (N-(fosfonometil) glicina + sal de amônia) +30 ml do redutor de pH Control DMP/100 litros de água. A solução de herbicida seletivo consistiu em 250 ml de Fusilade (Fluazifope-P-Butilico)/100 litros de água. Para o plantio direto, semeamos 33 espécies nativas, sendo 11 gramíneas e 22 espécies lenhosas, sendo duas são espécies de subarbustos, cinco de arbustos e 15 espécies arbóreas. Ao final da primeira estação chuvosa após o plantio, fizemos o levantamento da vegetação das áreas experimentais pelo método de interceptação de linha em pontos amostrais a cada 10cm em quarenta e cinco linhas de 20 metros cada. Agrupamos as plantas em grupos funcionais (nativas, ruderais e GEI). A cobertura de solo foi classifica nos grupos palha, serapilheira e solo exposto. A cobertura de solo foi analisada utilizando Modelos Lineares Generalizados Mistos. T1 e T2 provocaram uma redução significativa na cobertura de GEI, aumentaram a cobertura nativa e riqueza de espécies lenhosas quando comparados às áreas não manejadas, sem diferença significativa entre T1 e T2. T2 promoveu maior estabelecimento de espécies lenhosas comparado à T1 e T0. Entretanto, quando comparado a estudos que utilizaram semeadura direta em área total com revolvimento de solo no Cerrado, com ou sem aplicação de herbicida para controle de exóticas, o estabelecimento de espécies nativas foi inferior. O que pode ser explicado pela inconstância de chuvas durante o período estudado, à inadequação do maquinário utilizado à variação de tamanho das espécies semeadas e/ou à baixa germinação de sementes pequenas que foram enterradas pelos discos de plantio. Assim, mais estudos e experimentos são necessários para melhorar a seleção de espécies e aprimorar as técnicas de plantio direto com vistas a aumentar o sucesso de estabelecimento de espécies nativas de fitofisionomias savânicas, associado ao controle de GEI em larga escala.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleAvaliação da eficiência do plantio direto associado ao controle químico como método de restauração de fitofisionomias savânicas do Cerradopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordSavana - Brasilpt_BR
dc.subject.keywordRestauração ecológicapt_BR
dc.subject.keywordPlantio diretopt_BR
dc.subject.keywordRecuperação de áreas degradadaspt_BR
dc.subject.keywordEcologia da restauraçãopt_BR
dc.subject.keywordCerradopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1In the Brazilian Cerrado, especially in open grasslands and savanna physiognomies, the development of restoration techniques to overcome the competition with Invasive Alien Grasses (IAGs) is essential. No-tillage is a widely used method in agriculture, that does not disturb the soil and thus does not expose the seed bank. Nevertheless, there are no previous records of use of this method for the restoration of Brazilian savannahs. We aimed to assess the efficiency of no-tillage, associated with IAG chemical control, as a restoration method for Cerrado degraded areas. We performed the experiments in three areas of the Entre Rios farm (FER), southeastern Federal District, in a total of 2.6 hectares. Originally, the areas were characterized by the presence of savannah physiognomies used for agriculture and extensive livestock raising, mostly with planting of IAGS Megathysrus maximum Hoc (Jacq.) B.K.Simon & S.W.L.Jacobs and Urochloa spp.; and they had been abandoned for at least four years. In each of the areas, we conduced three treatments: Treatment 1 (T1), mowing + non-selective herbicide + native seeding; Treatment 2 (T2), mowing + non-selective herbicide + selective herbicide + native seeding; Control (T0), IAG invaded areas, unmanaged. The non-selective herbicide solution was composed of 500g of Roundup® Ultra ((fosfonometil) glicina + ammonium salt) + 30ml of pH-decreaser Control DMP/100 liters of water. The selective one was 250ml of Fusilade (Fluazifope-P-Butílico) + 100 liters of water. We seeded 33 native species: 11 grasses, 22 woody species (two subshrubs, five shrubs and 15 trees). At the end of the first rainy season after sowing, we surveyed the experimental areas’ vegetation with the line-intercept method, in sampling points every 10cm in forty-five lines of 20m each. We grouped the plants in functional groups (natives, ruderals, and IAGs), and classified the soils as straw, litter, and bare soil. We analyzed the vegetation cover using Generalized Mixed-Effect Liner Models. T1 and T2 reduced IAG cover and increased native cover and woody species richness when compared to unmanaged areas, with no difference between T1 and T2. T2 promoted higher woody species establishment compared to T1 and T0. However, when compared to other studies in the Brazilian savanna, that performed broadcast direct seeding after soil plowings, with or without herbicide application for alien control, the native species establishment was lower. This can be explained by the inconsistent rain during the study period, inadequate machinery used for seed size, and/or low germination rate of the small seeds, that were buried under no-tillage. Thus, further studies and experiments are necessary to improve species selection and no-tillage techniques, in order to increase the native species establishment success in savannah vegetation, associated with large-scale IAG control.pt_BR
Appears in Collections:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38790/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.