Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38676
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CarlosHumbertoCuartas-Oquendo.pdf54,61 MBAdobe PDFView/Open
Title: Regimes de pressão de poro na porção Sul offshore da sub-bacia de Sergipe, NE do Brasil
Authors: Cuartas-Oquendo, Carlos Humberto
Orientador(es):: Martínez Carvajal, Hernán Eduardo
Assunto:: sub-bacia de Sergipe
pressão de poro
subcompactação
sobrepressões
geoestatística
rifte
Citation: CUARTAS-OQUENDO, Carlos Humberto. Regimes de pressão de poro na porção Sul offshore da sub-bacia de Sergipe, NE do Brasil. 2020. 137 f., il. Tese (Doutorado em Geotecnia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: O conhecimento dos regimes de pressões de poro atuantes em uma bacia sedimentar é um dos aspetos fundamentais a serem avaliados durante o planejamento e a execução de projetos de exploração e produção de hidrocarbonetos. A Sub-bacia de Sergipe, localizada no nordeste brasileiro, é considerada pioneira no desenvolvimento energético do país, e uma das mais importantes em recursos de petróleo e gás natural. Suas características geológicas e seus estágios evolutivos (e.g. sinéclise, rifte, drifte) são similares às de outras bacias do leste brasileiro. Porém, o comportamento espacial das pressões de poro, ainda é pouco conhecido. Assim, o objetivo desta pesquisa foi analisar os regimes das pressões de poro desta bacia marginal para responder perguntas relacionadas com sua variação espacial, e os mecanismos de formação. A metodologia da pesquisa passa pela integração dos resultados da análise geológica de sua sucessão sedimentar com a modelagem geoestatística dos regimes de pressões de poro obtidos por métodos diretos e indiretos aplicados nos dados de poço e sísmicos da área de estudo. Dessa forma, os resultados finais são atingidos da modelagem de dados de testes geomecânicos em poço, dos perfis sônicos, e das velocidades intervalares obtidas no processamento de uma seção sísmica de reflexão 2D pre-stack. Os resultados sugerem que os regimes das pressões de poro na área de estudo são de três tipos: hidrostáticos, de sobrepressão baixa, e de sobrepressão media, aproximando- se em alguns locais a sobrepressões altas. As magnitudes das pressões de poro estimadas por diferentes métodos indicam que elas estão no intervalo aproximado dos 5,4 MPa até os 104 MPa, com desvios padrões estabelecidos entre os 1,5 MPa até 8,3 MPa, desde as áreas mais rasas até aquelas em águas ultraprofundas. Os modelos geoestatísticos indicam distâncias de autocorrelação entre os 15 km e 18 km para os dados de pressões de poro definidos no estudo, e um comportamento possivelmente anisotrópico. Os mecanismos de geração de anomalias no campo das pressões de poro na área de estudo podem estar associados primeiramente ao desequilíbrio na compactação e à história de sedimentação. Como segundo, à geração de hidrocarbonetos nos níveis mais baixos e intermediários das sequências sedimentares perfuradas.
Abstract: The knowledge of the pore pressure regimes acting in a sedimentary basin is one of the fundamental aspects to be evaluated during the planning and execution of the hydrocarbon exploration and production projects. The Sergipe Sub-basin, located in northeastern Brazil, is considered to be a pioneer in the country's energy development and one of the most important in oil and natural gas resources. Its geological characteristics and evolutionary stages (e.g. syneclysis, rift, drift) are similar to those of other basins in eastern Brazil. However, the spatial behavior of pore pressures is still poorly understood. Thus, the aim of this research was to analyze the pore pressure regimes of this marginal basin to answer questions related to its spatial variation, and the mechanisms of formation. The research methodology involves the integration of the results of the geological analysis of its sedimentary succession with the geostatistical modeling of the pore pressure regimes obtained by direct and indirect methods applied to the wells and seismic data in the study area.Thus, the final results are achieved by modeling data from geomechanical well tests, sonic profiles, and interval velocities obtained in the processing of a 2D pre-stack reflection seismic section. They suggest that the pore pressure regimes in the study area are of three types: hydrostatic, low overpressure, and medium overpressure, approaching high pressure in some places. The magnitudes of the pore pressures estimated by different methods indicate that the pressures are in the approximate range of 5,4 MPa to 104 MPa, with standard deviations established between 1.5 MPa to 8.3 MPa, from the shallow up to ultra-deep water areas. The geostatistical models indicate autocorrelation distances between 15 km and 18 km for the magnitudes of pore pressures defined in the study, and a possibly anisotropic behavior. The mechanisms for generating anomalies in the field of pore pressures in the study area may be primarily associated with the imbalance in compaction and the history of sedimentation. As a second, the generation of hydrocarbons in the lower and intermediate levels of the perforated sedimentary sequences.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: CNPq
Appears in Collections:ENC - Doutorado em Geotecnia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38676/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.