Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38611
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_DulcedeSouzaVasconcelosNeta.pdf2,11 MBAdobe PDFView/Open
Title: A relação entre as práticas de gestão da mudança e o sucesso de projetos organizacionais
Other Titles: The relationship between change management practices and the success of organizational projects
Authors: Vasconcelos Neta, Dulce de Souza
Orientador(es):: Neiva, Elaine Rabelo
Assunto:: mudança organizacional
práticas de gestão da mudança
sucesso de projetos
Gestão de projetos
Citation: VASCONCELOS NETA, Dulce de Souza. A relação entre as práticas de gestão da mudança e o sucesso de projetos organizacionais. 2020. 208 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Organizações são sistemas vivos em constante transformação. Projetos são veículos de mudança nas organizações. Gestão de mudanças e gestão de projetos constituem-se de práticas que se complementam e convergem para o objetivo maior de alcançar resultados organizacionais. Enquanto para alguns gestores são ações diferenciadas, para outros são vertentes de um mesmo arcabouço de práticas de gestão organizacional. As práticas de gestão da mudança são intervenções que visam promover ou implantar a mudança, buscando minimizar resistências e maximizar os efeitos positivos de grandes transformações ou de mudanças incrementais. As práticas de gestão de projetos visam à execução bem-sucedida do projeto, promovendo resultados duradouros para a organização e para todos os envolvidos. O estudo da relação entre as práticas de gestão da mudança e o sucesso do projeto é pouco explorado, embora existam evidências do crescente interesse de pesquisadores por essa relação e da alta relevância que ela representa para o contexto organizacional. Nessa perspectiva, esta dissertação investigou conceitos e aplicações sobre práticas de gestão da mudança organizacional, buscando evidências do efeito de tais práticas sobre o sucesso de projetos. A dissertação está organizada em quatros manuscritos relacionados entre si. No Manuscrito 1, consta a revisão de literatura sobre práticas de gestão da mudança e sobre conceitos e medidas de sucesso de projetos, examinando possibilidades de investigação acadêmica e sumariando pesquisas empíricas sobre os tópicos. O Manuscrito 2 apresenta o processo de desenvolvimento da Escala de Percepção de Sucesso do Projeto, com estudos de indícios de validade aferidos por meio de análise fatorial exploratória, confirmatória e convergente. O Manuscrito 3 realiza estudo de análise fatorial confirmatória de escala de Percepção de Práticas de Gestão da Mudança Organizacional, corroborando indícios de validade aferidos em estudos anteriores publicados. A pesquisa relatada no Manuscrito 4 testa, em amostra de uma autarquia federal (N = 485), modelo estrutural sobre a relação entre as práticas de gestão da mudança organizacional e sucesso de projetos, comparando a percepção dessa relação entre os grupos experimental e de controle, em um estudo com delineamento quase experimental. Em conjunto, espera-se que os manuscritos contribuam para a produção de conhecimentos sobre a relação entre gestão da mudança e sucesso de projetos organizacionais e forneçam instrumentos úteis para a academia e para as organizações. A seção de considerações finais discute implicações e limitações deste trabalho, assim como sugestões para possíveis pesquisas futuras.
Abstract: Organizations are living systems in constant transformation. Projects are vehicles for change in organizations. Change management and project management are practices that complement each other and converge on the larger goal of achieving organizational results. While for some organizational leaders they are different actions, for others they are strands of the same framework of organizational management practices. Change management practices are interventions aimed at promoting or implementing change, seeking to minimize resistance and maximize the positive effects of major transformations or incremental changes. Project management practices aim at the successful execution of the project, promoting lasting results for the organization and for all involved. The study of the relationship between change management practices and project success is little explored, although there is evidence of the growing interest of researchers in this relationship and the high relevance it represents to the organizational context. From this perspective, this dissertation investigated concepts and applications on organizational change management practices and project success, seeking evidence of the effect of such practices on project success. The dissertation is organized in four related manuscripts. In Manuscript 1 there is a literature review on change management practices and about concepts and measures of project success, examining possibilities for academic research and summarizing empirical research on the topics. Manuscript 2 presents the process of development of the Project Success Perception Scale, with studies of evidence of validity measured by exploratory, confirmatory and convergent factor analysis. Manuscript 3 conducts a confirmatory factorial analysis study of the Perception of Organizational Change Management Practices scale, corroborating with evidence of validity from previous published studies. The research reported in Manuscript 4 tests, in a federal autarchy sample, a structural model on the relationship between organizational change management practices and project success, comparing the perception of this relationship between the experimental and control groups, in a study with a quasi-experimental design. Together, the manuscripts are expected to contribute to the production of knowledge about the relationship between change management and organizational project success and to provide useful tools for academia and organizations. The concluding remarks section discusses implications and limitations of this paper, as well as possible future research.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38611/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.