Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38565
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_AlessandraBorba.pdf771,84 kBAdobe PDFView/Open
Title: A percepção de policiais federais sobre armas de fogo
Authors: Borba, Alessandra
Orientador(es):: Gomes, Adalmir de Oliveira
Assunto:: Polícia federal
Policiais
Armas de fogo
Issue Date: 30-Jun-2020
Citation: BORBA, Alessandra. A percepção de policiais federais sobre armas de fogo. 2020. 74 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública) -- Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas, Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: A presente pesquisa está relacionada a um dos temas mais problemáticos nas discussões da agenda de segurança pública brasileira: a posse e o porte de armas de fogo. Desde a publicação da Lei n° 10.826/03 – Estatuto do Desarmamento, a Polícia Federal é o órgão responsável pelo controle da posse e do porte de armas de fogo pela população civil, o que torna os policiais federais atores centrais nessa discussão. Entende-se que compreender os valores e concepções de mundo dos policiais é essencial para orientar políticas públicas a respeito do tema. Com base nisso, o objetivo da pesquisa é identificar a percepção de policiais federais em relação às armas de fogo, e relacionar essa percepção com suas características e experiências pessoais. Dados quantitativos foram coletados por meio de questionário respondido por 801 policiais federais em atividade em todos os estados do país, e analisados por meio de análise fatorial exploratória e análise de regressão. A análise fatorial resultou em três fatores – direito, crime e proteção – que explicam 68% da variância total. Os resultados da análise de regressão mostraram que os fatores que compõem a percepção dos policiais federais sobre armas de fogo são explicados por características pessoais dos policiais, como a faixa etária e o grau de religiosidade; e pela experiência do policial com armas de fogo, como a idade de contato inicial, a propriedade de armas, a frequência de porte e treinamento de tiro, e o fato de ter sofrido ou presenciado lesão causada por arma de fogo. Possíveis explicações para os resultados encontrados e implicações teóricas e gerenciais são oferecidas ao final do trabalho.
Abstract: This research is related to one of the most problematic themes in the discussions of the Brazilian public security agenda: the possession of firearms and the handgun concealment carry. Since the publication of Law n° 10.826/03 - Statute of the Disarmament, the Federal Police has been responsible for controlling the possession and the concealed carry of firearms by the civilian population, which makes federal police officers the central actors in this discussion. Understanding the values and worldviews of police officers is essential to guide public policies on the subject. Based on this, the aim of the research is to identify the perception of federal police officers towards guns, and relate this perception to their personal characteristics and experiences. Quantitative data were collected through a questionnaire answered by 801 federal police officers active in all states of the country, and analyzed through exploratory factor analysis and regression analysis. Factor analysis resulted in three factors - law, crime and protection - which explain 68% of the total variance. The results of the regression 2 analysis showed that the factors that make up the perception of federal police officers towards guns are explained by their personal characteristics, such as the age group and degree of religiosity; and the officer ́s experience with guns, such as the initial contact age, the ownership of weapons, the frequency of handgun carry, the frequency of shooting training, and the fact that he suffered or witnessed a gunshot injury. Possible explanations for the results found and theoretical and managerial implications are offered at the end of the work.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas, Programa de Pós-Graduação em Administração, Mestrado Profissional em Administração Pública, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:MPA - Mestrado Profissional em Administração Pública (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38565/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.