Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38563
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CarolineCordovaBicudodaCosta.pdf2,69 MBAdobe PDFView/Open
Title: Entre tapas e beijos : conflito e confiança na cooperação entre Startups
Authors: Costa, Caroline Cordova Bicudo da
Orientador(es):: Reyes Junior, Edgar
Assunto:: relacionamentos interorganizacionais
cooperação
oportunismo
confiança
conflito
desempenho
Issue Date: 30-Jun-2020
Citation: COSTA, Caroline Cordova Bicudo da. Entre tapas e beijos: conflito e confiança na cooperação entre Startups. 2020. 126 f., il. Dissertação (Mestrado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Com a mudança de estratégias utilizadas pelas organizações e facilidade gerada pela economia cada vez mais conectada, relacionamentos cooperativos se intensificaram. Porém, benefícios advindos da cooperação não são garantidos, em parte porque tais arranjos enfrentam a ameaça do oportunismo, divergência de interesses e conflitos que podem afetar o desempenho. Neste contexto, a confiança pode facilitar a coordenação de tarefas, além de possuir potencial em diminuir conflitos. Assim, o presente estudo objetivou analisar a influência do oportunismo e da confiança no desenvolvimento de conflito e consequente impacto do conflito na cooperação entre startups. A fim de atingir o objetivo apontado procedeu-se com uma pesquisa qualitativa, com fins exploratórios e descritivos, recorte transversal, adotando a abordagem de estudo de múltiplos casos. A coleta de dados se deu por meio de entrevistas semiestruturadas a fundadores ou CEOs de treze startups de base tecnológica com sede em Brasília, totalizando nove projetos, entre projetos com entrevistas à díade e unilaterais. Os dados foram analisados utilizando técnicas de análise de conteúdo e análise qualitativa comparativa. Os principais achados foram os seguintes: (i) caracterização de contextos de interação que se distinguem pela visão da parceria como estratégica ou operacional, que por consequência revelou diferentes interpretações de confiança nos relacionamentos; (ii) ênfases distintas a aspectos contratuais a depender se o papel exercido foi de principal ou agente, além de caracterização de conflitos de interesse e conflito de agência em projetos em que o parceiro foi convidado à integrar a estrutura societária da startup contratante; (iii) observação de impactos distintos de oportunismo e confiança entre si e no conflito a depender da dimensão analisada, existência de perspectiva paradoxal entre oportunismo e confiança haja vista a coexistência destes em projetos de sucesso, além de confirmação de existência de conflitos positivos ao relacionamento e; (iv) suficiência da presença de confiança com base em integridade e também de conflito cognitivo ao sucesso dos projetos. As contribuições teóricas referem-se à observação de diferentes impactos da confiança, sugerindo que tais componentes sejam considerados separadamente ao invés de serem agregados em um único constructo, assim como no caso do conflito. Adicionalmente, pelo fato de o conflito não ter sido necessariamente disfuncional, mitigar sua existência nem sempre pode ser a melhor opção, revelando sua importância ao desenvolvimento do projeto. Cabe destacar a perspectiva paradoxal observada entre oportunismo e confiança, que reforça sugestões de que o oportunismo não ameaça, inevitavelmente, relacionamentos cooperativos, sendo preciso atentar-se à percepção de custo-benefício entre ganhos da cooperação e custos do oportunismo. Gerencialmente, aponta-se a necessidade de gestores se adequarem a projetos cooperativos com níveis diferenciados de oportunismo e confiança, a fim de desenvolverem relacionamentos duradouros, além de salientar que gestores de serviços públicos voltados à fomentação de empreendedorismo precisam flexibilizar normas e processos para que a satisfação de startups não seja minada por obstáculos burocráticos. São apontadas, por fim, limitações do trabalho e sugestões para futuras pesquisas.
Abstract: With organizations changing strategies and the simplifications created by an increasingly connected economy, cooperative relationships have intensified. However, the benefits from cooperation are not guaranteed, in part because such arrangements are faced with opportunism, divergence of interests and conflicts that can affect performance. In this context, trust can facilitate the coordination of tasks, in addition to potentially reducing conflicts. Thus, the objective of the present study was to analyze the influence of opportunism and trust in the development of conflict and its resulting impact on cooperation among start-ups. In order to achieve this objective, a qualitative research was carried out, with exploratory and descriptive purposes and a cross-sectional analysis, adopting a multiple-case study approach. Data collection was performed through semi-structured interviews with the founders or CEOs of thirteen technology-based start-ups that were headquartered in Brasília, amounting to nine projects, containing dyadic and one-sided interviews. The data was examined using content analysis and qualitative-comparative analysis techniques. The main findings include (i) the characterization of interaction contexts that are distinguished by the assessment of partnerships as strategic or operational, which consequently revealed different interpretations of trust in relationships; (ii) different emphases to contractual aspects depending on the role played (agent or principal), in addition to characterizing conflicts of interest and agency conflict in projects in which the partner was invited to join the contracting start-up’s corporate structure; (iii) the observation of different impacts of opportunism and trust between themselves and in the conflict depending on the dimension analyzed, existence of a paradoxical perspective between opportunism and trust in view of their coexistence in successful projects, in addition to confirming the existence of positive conflicts in the relationship; and (iv) sufficiency of the presence of trust based on integrity and also of cognitive conflict to the success of the projects. Theoretical contributions refer to the observation of different impacts of trust, suggesting that these components are considered separately instead of being combined into a single structure, as well as in the case of conflict. Additionally, because the conflict was not necessarily dysfunctional, mitigating its existence may not always be the best option, which reveals its importance to the development of the project. The paradoxical perspective that has been observed between opportunism and trust, reinforces suggestions that opportunism does not inevitably threaten cooperative relationships is noteworthy. It is thus necessary to pay attention to the perception of the cost-benefit ratio between the gains from cooperation and the costs of opportunism. It is important that managers adapt to cooperative projects with different levels of opportunism and trust, in order to develop lasting relationships. In addition, public service managers focused on fostering entrepreneurship should make rules and processes more flexible so that start-ups’ satisfaction is not undermined by bureaucratic obstacles. Finally, the study presents work limitations and suggestions for future research.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: CAPES
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Administração (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38563/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.