Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38535
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MirianHelenaHoeschlAbreuMacedo.pdf5,85 MBAdobe PDFView/Open
Title: Comparação entre aspectos clínicos, histológicos e inflamatórios e risco de lesões endometriais entre mulheres obesas e não obesas
Authors: Abreu, Mirian Helena Hoeschl
Orientador(es):: Corrêa, Jose Raimundo
Coorientador(es):: Magalhães, Kelly Dias
Assunto:: Endométrio - câncer
Curetagem uterina
Inflamação
Síndrome metabólica
Obesidade
Issue Date: 30-Jun-2020
Citation: ABREU, Mirian Helena Hoeschl. Comparação entre aspectos clínicos, histológicos e inflamatórios e risco de lesões endometriais entre mulheres obesas e não obesas. 2019. 69 f., il. Tese (Doutorado em Patologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Introdução. Entre os 22 tipos diferentes de câncer relacionados à obesidade, situa-se o câncer de endométrio que tem como sintomas iniciais o sangramento uterino anormal e espessamento endometrial. Neste contexto inserem-se as alterações metabólicas, as histológicas endometriais e o processo inflamatório. Objetivos. Comparar através da avaliação clínica, da histologia do endométrio e do perfil inflamatório no sangue periférico mulheres obesas e não obesas com sangramento uterino anormal e espessamento endometrial e estabelecer uma correlação entre estes aspectos e o maior risco de lesões endometriais pré- malignas e malignas. Métodos. Os dados clínicos foram coletados por meio de entrevista estruturada. Amostras de endométrio foram feitas usando-se cânula de aspiração endometrial ambulatorial de 3 mm. O diagnóstico histológico seguiu a nomenclatura da WHO 2014; a imuno-histoquímica para pesquisa de PTEN utilizou anticorpo monoclonal murínico. Para avaliação do perfil inflamatório utilizou-se ELISA em plasma de sangue venoso e a dosagem de IL-6, TNF-a, IL-10 e TGF-b. Resultados. Foram 35 mulheres obesas comparadas à 21 não obesas. As variáveis de risco para histologia alterada foram diretamente proporcionais ao IMC, dias de sangramento e espessura do endométrio e inversamente à presença de HAC. A área do fragmento biopsiado não diferiu entre histologia normal ou alterada. Mulheres hipertensas apresentaram PTEN alterado. Não houve diferença no perfil inflamatório entre obesas e não obesas. Conclusão. É possível que, o controle da obesidade, a diminuição do processo inflamatório, e a investigação do endométrio minimizem o risco de alterações endometriais em mulheres com sangramento uterino anormal e espessamento endometrial.
Abstract: Introduction. Among the 22 different types of obesity-related cancers are endometrial cancer, the initial symptoms of which are abnormal uterine bleeding and endometrial thickening. In this context, metabolic changes, endometrial histological changes and the inflammatory process are included Objective. To compare through clinical evaluation, endometrial histology and inflammatory profile in peripheral blood obese and non-obese women with abnormal uterine bleeding and endometrial thickening and to establish a correlation between these aspects and the higher risk of premalignant and malignant endometrial lesions. Methods. Clinical data were collected through structured interviews. Endometrial samples were taken using 3 mm ambulatory endometrial aspiration cannulas. The histological diagnosis followed the WHO 2014 nomenclature; immunohistochemistry for PTEN screening used murine monoclonal antibody. The inflammatory profile was assessed by measuring IL-6, TNF-a, IL-10 and TGF-b by ELISA in venous blood plasma. Results. There were 35 obese and 21 nonobese women. Risk variables for altered histology were BMI, bleeding days, and endometrial thickness and inversely in the CAH. The area of the fragment was not different between altered and unchanged histology. Only high blood pressure was associated with altered PTEN. There is an association between PTEN and changes in histology. There was no difference in the inflammatory profile between obese and non-obese. Conclusion. Obesity control decreased inflammatory process, and endometrial investigation may minimize the risk of endometrial changes in women with abnormal uterine bleeding and endometrial thickening the risk of endometrial changes in women with abnormal uterine bleeding and endometrial thickening
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF)
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Patologia Molecular (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38535/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.