Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38479
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_TaísaResendeSousa.pdf7,93 MBAdobe PDFView/Open
Title: Psicanálise, educação e infância : experiência de educação criativa e brincante em uma comunidade de aprendizagem
Authors: Sousa, Taísa Resende
Orientador(es):: Pedroza, Regina Lúcia Sucupira
Assunto:: Psicanálise
Educação
Brincar
Criatividade
Comunidade de Aprendizagem
Issue Date: 30-Jun-2020
Citation: SOUSA, Taísa Resende. Psicanálise, educação e infância: experiência de educação criativa e brincante em uma comunidade de aprendizagem. 2019. 164 f., il. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Este trabalho contribui com uma reflexão sobre os conceitos do brincar, da criatividade e da infância no âmbito da educação democrática, por meio de um olhar psicanalítico, principalmente a partir das obras de Freud e de Winnicott. A tese que defendemos é que as escolas e as comunidades de aprendizagem com propostas transformadoras, alternativas e democráticas promovem e estimulam a capacidade criativa e brincante dos sujeitos. Apresentamos a interface entre psicanálise e educação, para estudar principalmente a infância, a criatividade e o brincar. Contextualizamos o nosso campo de pesquisa, que foi a Comunidade de Aprendizagem do Paranoá (CAP), em uma Região Administrativa no Distrito Federal (DF), que se baseia nos valores de autonomia, solidariedade, amor e respeito. Descrevemos os diferentes percursos de algumas escolas democráticas, até chegar na construção e nas características específicas da CAP, com base no seu Projeto Político Pedagógico (PPP). O objetivo geral foi compreender a experiência de crianças e educadores na CAP e como eles constroem uma educação transformadora, brincante e criativa. Especificamente, objetivamos: 1. Entender como essas crianças e educadores vivenciam: a criatividade, a escola/educação, o brincar/a brincadeira e a infância; 2. Criar um ambiente de diálogo e de brincadeira para compreender as experiências pessoais na CAP e os desafios no processo de construção de uma educação transformadora; 3. Analisar como a CAP pode se constituir um espaço brincante e criativo. A metodologia baseou-se no método psicanalítico e, para construir as informações, realizamos dois dias de observação participante, quatro oficinas de rabiscos com 16 crianças com idades entre 8 e 12 anos do Núcleo de Projeto/Consolidação da Alfabetização, o que inclui o 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental, e sua educadora. Além disso, realizamos uma roda de conversa com 13 educadores da CAP, dividida em um momento pela manhã e outro à tarde. Todas as informações foram registradas em um diário de campo e, posteriormente, analisadas também com base no método psicanalítico. Como resultados e discussão, criamos seis temas de análise: 1. Acolhimento, autoridade e limite: a importância da sobrevivência do objeto; 2. Desenhando e rabiscando: ressaltando o vínculo e a expressão dos sentimentos; 3. Brincando com as palavras e criando outros sentidos: o uso de objeto; 4. Psicanálise, educação, criatividade e democracia: oficina de pão de queijo; 5. Sobre o olhar: implicações de um espaço democrático na experiência humana; 6. Dores e delícias dos educadores na construção de uma educação transformadora. Nas considerações finais, ressaltamos o brincar como uma experiência criativa, relacionada ao sentimento de continuidade do ser e à transicionalidade. Evidenciamos que a CAP, com essas propostas transformadoras, está construindo a possibilidade de ser um ambiente suficientemente bom, permitindo a continuidade aos processos de desenvolvimento da criança, partindo daquilo que elas já são. Nesse espaço, é possível ser você mesmo, ser criativo e colocar algo de si nas ações do mundo.
Abstract: This work contributes to a reflection on the concepts of child play, creativity and childhood, within the scope of democratic education, through a psychoanalytical look, especially from the works of Freud and Winnicott. The thesis we defend is that schools and learning communities with transformative, alternative and democratic proposals foment and encourage the creative and playful capacity of the subjects. We carry out an interface between psychoanalysis and education, mainly to study childhood, creativity and play. We contextualize our research field, which was the Paranoá Learning Community (CAP), in an Administrative Region in the Federal District (DF), which is based on the values of autonomy, solidarity, love and respect. We describe the different paths of some democratic schools, until we reach the construction and specific characteristics of CAP, based on its Pedagogical-Political Project (PPP). As a general purpose, we seek to understand the experience of children and educators at CAP and how they build a transformative, playful and creative education. Specifically, we aim to: 1. Understand how these children and educators experience: creativity, school/education, act of playing/child play and childhood; 2. Create an environment of dialogue and child play to understand the personal experiences at CAP and challenges in the process of building a transformative education; 3. Analyze how CAP can be a play-friendly and creative space. The methodology was based on the psychoanalytical method and, in order to gather and consolidate information, we did the following: two days of participating observation, four scribbling workshops with 16 children aged 8 to 12 years of the Center of the Project/Consolidation of Literacy, which includes the 3rd, 4th and 5th grades of the Brazilian Elementary School, and its educator. In addition, we had a conversation circle 13 CAP educators, split into two moments: one in the morning and another in the afternoon. All information was recorded in a field journal and subsequently analyzed, based on the psychoanalytic method. As results and discussion, we created six analysis topics: 1. Welcoming, authority and limit: the importance of object survival; 2. Drawing and doodling: highlighting the bond and expression of feelings; 3. Playing with words and creating other senses: the use of object; 4. Psychoanalysis, education, creativity and democracy: making Brazilian cheese bread workshop; 5. Towards the regard: implications of a democratic space in the human experience; 6. Educators' pains and delights in building a transformative education. In the final considerations, we emphasize playing as a creative experience, regarding the feeling of continuity of the being and its transitional phenomena. We evidence that CAP, with these transformative proposals, is building the possibility of being a good enough environment, allowing the continuity of the child's developmental processes, starting from what they originally are. In this space, you can be yourself, be creative and leave something of yourself into the actions of the world.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:PED - Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38479/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.