Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38402
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_JullianyAlvesMucury.pdf3,5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Renato Russo – um eu em colisão consigo mesmo : construtos poéticos-musicais
Authors: Mucury, Julliany Alves
Orientador(es):: Cyntrão, Sylvia Helena
Assunto:: Música - letra - análise
Música
Música - análise, apreciação
Poesia
Literatura
Semiótica
Citation: MUCURY, Julliany Alves. Renato Russo – um eu em colisão consigo mesmo: construtos Poéticos-Musicais. 2019. Tese (Doutorado em Literatura)—Universidade de Brasília, 2019.
Abstract: Esta pesquisa tem como corpus de análise parte da obra do cancionista Renato Russo (1960-1996) da banda Legião Urbana, da qual foi vocalista e principal compositor. Como objetivo principal, o trabalho propõe uma leitura das suas letras de canção de autoria exclusiva como memórias-presentes e registro de um tempo mutante, crítico, no eixo da mudança da década de 1980 para a de 1990, delineando seu projeto poético de criação, a partir do qual se torna possível captar a relevância estética de suas canções. As vertentes a que essa exploração dialógica propõe-se permitem verificar as características identitárias do vocalista da Legião Urbana, na hipótese de que: como sujeito criador inflige às suas canções uma carga intencionalmente complexa, mix das tensões vividas na cidade (Brasília), dos flagelos humanos, da existência em si e da indignação político-social, construindo as letras de canção tanto de forma passionalizada como figurativizada. São investigados nesse universo semiológico, em que se consideram os signos de performatização, a constituição de um edifício existencial que abriga Renato Manfredini Jr. e sua persona (Russo) e o que suas letras de canção representam para a leitura e escuta poética dos anos de 1980 até hoje. O sistema semiótico das letras dessas canções é explorado a partir da teorização de Umberto Eco, Paul Zumthor, Zygmunt Bauman, Giorgio Agamben, Octavio Paz, Christopher Lasch, Byung-Chul Han, Félix Guattari, Eric Hobsbawm, Boris Fausto e dos textos reunidos por Silviano Santiago, que permitem a condução de uma leitura transtextual com a intenção de identificar as fronteiras do sujeito fragmentado e os caminhos cruzados de sua recomposição no tempo-espaço condensado da arte, transmutado em “poematéria” rock and roll.
Abstract: This research has as its corpus of analysis part of the work of the “cancionista” Renato Russo (1960-1996) of the band Legião Urbana, of which he was vocalist and main composer. As its major objective, this thesis intends to offer a reading of the band’s lyrics of exclusive authorship as present memories and record of a transforming, critical time, in the core of the change from the 1980s to the 1990s, outlining its poetic project of creation, from which it becomes possible to grasp the aesthetic relevance of his songs. The aspects to which this dialogical exploration proposes allow to verify the identity characteristics of Renato Russo, on the hypothesis that: as a creative subject, he inflicts an intentionally complex load on his songs, a mix of the tensions experienced in the city (Brasília), of human beings’ suffering, of existence itself and of political and social indignation, building the lyrics in both passionate and figurative ways. It is investigated in this semiological universe, in which the signs of performatization are considered, the constitution of an existential building that houses Renato Manfredini Jr. and his persona (Russo) and what do his lyrics represent for the reading and poetic listening from 1980 until today. The semiotic system of the lyrics of these songs are explored from the theorizing of Umberto Eco, Paul Zumthor, Zygmunt Bauman, Giorgio Agamben, Octavio Paz, Christopher Lasch, Felix Guattari, Eric Hobsbawm, Boris Fausto and the texts assembled by Silviano Santiago, allowing to conduct a transtextual reading with the intention of identifying the boundaries of the fragmented subject and the crossed paths of his recomposition in the condensed time-space of art, transmuted into rock and roll “poemateria”
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: CAPES
Appears in Collections:TEL - Doutorado em Literatura (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38402/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.