Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38114
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_DéboraFranceschiniMazzei.pdf3,94 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRomeiro, Luiz Antonio Soares-
dc.contributor.authorMazzei, Débora Franceschini-
dc.date.accessioned2020-06-24T13:53:19Z-
dc.date.available2020-06-24T13:53:19Z-
dc.date.submitted2019-11-28-
dc.identifier.citationMAZZEI, Débora Franceschini. Pequenos negócios de alto impacto: um guia para atuação do sistema Sebrae. 2019. 110 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38114-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Rede Nacional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação, Universidade de Brasília, Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação, 2019.pt_BR
dc.description.abstractO universo empresarial é composto por uma variedade de perfis de negócios com diversidade de processos e dinâmicas singulares, integrando esta arena desde microempreendedores individuais - empresas com atividades de baixa complexidade, que podem gerar até um posto de trabalho e faturam até R$ 81 mil ao ano -, microempresas, empresas de pequeno porte, médias e grandes empresas, além disto existem as geradoras de postos de trabalho e as que só tem os sócios em seu quadro de colaboradores. Neste contexto, e com grande pluralidade de modelos de negócios e de tamanhos são encontradas as empresas de alto impacto. Estas classificam-se como geradoras de postos de trabalho - têm ao menos 10 funcionários formalmente registrados – e apresentam crescimento de 20% ao ano, nos últimos três anos consecutivos, e são classificadas, em sua maioria, como pequenos negócios (faturam até R$ 4,8 milhões ao ano). O ritmo acelerado de crescimento destas empresas está associado à busca constante por inovação e ao perfil empreendedor de seus proprietários. Associado ao crescimento está o surgimento de grandes desafios, que se não forem superados podem impactar na continuidade da curva de bons resultados do negócio. Ao entender a dinâmica e as demandas dos negócios de alto impacto o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) buscou desenvolver estratégia de atuação focada no atendimento às necessidades identificadas. Neste estudo foi possível avaliar as melhores práticas aplicadas no projeto piloto realizado, em 2015, na parceria firmada entre o Sebrae e a Endeavor e pelos Sebrae RJ e PR, resultando na identificação de ações e ferramentas que comporão a jornada do crescimento aos negócios de alto impacto, o que resultou na2 elaboração do produto tecnológico “Negócios de Alto Impacto um Guia para a Atuação do Sistema Sebrae”, material que promoverá o nivelamento conceitual sobre este perfil de negócios e no engajamento dos Sebrae/UF para a ampliação de seu atendimento às empresas que apresentam potencial para ser um negócio de alto impacto e às empresas que já estão no patamar do perfil de negócio de alto impacto.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titlePequenos negócios de alto impacto : um guia para atuação do sistema Sebraept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordMicroempreendedores individuaispt_BR
dc.subject.keywordSebraept_BR
dc.description.abstract1The business universe is composed of a variety of business profiles with unique process diversity and dynamics, integrating this arena from individual microentrepreneurs - companies with low complexity activities that can generate up to a job and earn up to R$ 81,000 per year. - Microenterprises, small businesses, medium and large companies, in addition there are job generators and those that only have partners in their staff. In this context, and with great plurality of business models and sizes are found the high impact companies. These are classified as job generators - they have at least 10 formally registered employees - they have grown by 20% per year for the last three consecutive years and are mostly classified as small businesses (they earn up to R $ 4.8 million per year). The fast pace of growth of these companies is associated with the constant search for innovation and the entrepreneurial profile of their owners. Associated with growth is the emergence of major challenges that, if not overcome, could impact the continuity of the business results curve. Understanding the dynamics and demands of high-impact business, the Brazilian Micro and Small Business Support Service (Sebrae) sought to develop an action strategy focused on meeting the identified needs. In this study it was possible to evaluate the best practices applied in the pilot project carried out in 2015, in the partnership between Sebrae and Endeavor and by Sebrae RJ and PR, resulting in the identification of actions and tools that will make up the journey of growth to high-end business. impact, which resulted in the elaboration of the technological product “High Impact Business a Guide for the Performance of the Sebrae System”, material that will promote the conceptual leveling of this business profile and the engagement of the Sebrae/UF to expand its service to2 companies that have the potential to be a high impact business and companies that are already at the high impact business profile level.pt_BR
Appears in Collections:CDT - Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38114/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.