Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38072
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_FabianaRodriguesdeAraújo.pdf680,88 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRibeiro, Ormezinda Maria-
dc.contributor.authorAraújo, Fabiana Rodrigues de-
dc.date.accessioned2020-06-22T14:12:16Z-
dc.date.available2020-06-22T14:12:16Z-
dc.date.issued2020-06-22-
dc.date.submitted2019-11-20-
dc.identifier.citationARAÚJO, Fabiana Rodrigues de. Ouvir estrelas: o que pensam os servidores técnicos administrativos do Instituto de Letras da Universidade de Brasília sobre sua formação. 2019. 104 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38072-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Modalidade Profissional, 2019.pt_BR
dc.description.abstract“As pessoas grandes têm sempre necessidade de explicações detalhadas”. Concordando com o piloto do Pequeno Príncipe, eis a melhor síntese deste trabalho que aborda a formação dos servidores técnicos do Instituto de Letras da Universidade de Brasília com o objetivo de conhecer o que eles pensam a respeito de sua formação, e como se sentem no maior Instituto da UnB, com um atendimento a um público diversificado como docentes e discentes surdos, estrangeiros, indígenas, além de pessoas com deficiências em geral, com ingresso assegurado pelas leis de cotas. Esse público constitui-se de 224 servidores docentes, 57 servidores técnicos e por volta de 15mil alunos/ano. Para a geração de dados foi proposto um curso com interação presencial e a distância, sob a forma de pesquisa-ação, em que os participantes puderam expor seus anseios, dificuldades e necessidades de formação. Constatou-se que esses profissionais, ao assumirem o cargo, relegam sua formação, uma vez que para eles, a cultura institucional é de que formação é, apenas, para docentes e discentes. Assim, não se sentem à vontade para conciliar formação e trabalho. A pesquisa evidenciou que eles desejam e têm necessidade de formação permanente, como qualquer profissional. Consideram essencial a aquisição constante de conhecimento visando ao bom desempenho de suas atividades diárias, consoante com os objetivos da universidade e consideram que o relacionamento interpessoal é imprescindível no ambiente em que atuam. Os elementos colhidos subsidiaram a elaboração de um projeto de um Núcleo de Formação para os servidores técnicos, posto não haver no âmbito do IL, nenhum núcleo ou laboratório para esses profissionais. Esse projeto é o produto final desta pesquisa. Ressalta-se a importância do tripé ensino, pesquisa e extensão, base do ensino superior e, ainda, do tripé discente, servidor docente e servidor técnico para que a universidade continue a gerar os frutos dos quais a sociedade tanto necessita. Com o objetivo de humanizar as ações, o Pequeno Príncipe é convidado especial nesse diálogo tão profícuo e valioso, não apenas para esses profissionais, como também para a comunidade acadêmica.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleOuvir estrelas : o que pensam os servidores técnicos administrativos do Instituto de Letras da Universidade de Brasília sobre sua formaçãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordServidores públicos - formaçãopt_BR
dc.subject.keywordServidores técnicospt_BR
dc.subject.keywordPesquisa-açãopt_BR
dc.subject.keyword.Universidade de Brasília. Faculdade de Educaçãopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1“Great people always have the need for detailed explanations”. The pilot in the Little Prince is the best synthesis for this study that addresses ongoing training of technical staff at the Instituto de Letras, University of Brasília, in order to find out how this group sees their training and what they think about the largest institute in the University of Brasília vis à vis assistance to a diverse public such as teaching staff and students with hearing disabilities, foreigners, indigenous groups as well as persons with disabilities in general whose access to the university is guaranteed according to placement policy. The Institute’s public is made up as a whole of 213 lecturers, 57 technical workers and approximately 15 thousands students per year. In order to generate data, a course with in-class interaction and distance learning based upon a research-action approach in which participants could reveal their anxieties, difficulties and necessities during training and capacitation was offered. It was proven that when these professionals take up their occupations, they reject their education given that for them institutional culture is that training and capacitation are only for teaching staff and students. Thus, this group did not feel at ease to combine training and capacitation with work. The research indicated that they desire and certainly need permanent training like all other professionals. They see as essential the ongoing acquisition of knowledge with a view to conducting their daily activities in keeping with university objectives and consider that interpersonal relationships are fundamental in their working environment. The criteria chosen to subsidize the project for a Training and Capacitation Nucleus for technical public servants as there is none at the Instituto de Letras (IL), that is, there is no nucleus or laboratory for these professionals. This project is the product to be delivered at the end of this research. The importance of the teaching, research and extension tripod – the basis of tertiary education as well as the three-fold relationship of student body, teaching and technical staff must be pointed out vis à vis the university’s continuous generation of results so needed by society. With a view to humanizing actions, the Little Prince is a special guest in this proficuous and valuable dialog not only for the aforementioned professionals but also for the academic community.pt_BR
dc.contributor.emailfabiaraujobsb@gmail.compt_BR
Appears in Collections:FE - Mestrado Profissional em Educação

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38072/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.