Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37933
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnaCarolinaPereiraRocha.pdf26,26 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRamos, Guilherme Novaes-
dc.contributor.authorRocha, Ana Carolina Pereira-
dc.date.accessioned2020-06-02T10:50:42Z-
dc.date.available2020-06-02T10:50:42Z-
dc.date.issued2020-06-02-
dc.date.submitted2019-12-04-
dc.identifier.citationROCHA, Ana Carolina Pereira. Mineração de textos para classificação de processos judiciais trabalhistas. 2019. xiv, 148 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Computação Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/37933-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Ciência da Computação, 2019.pt_BR
dc.description.abstractAtualmente existe uma grande quantidade de processos que tramitam na justiça trabalhista brasileira, o que demanda um alto esforço dos servidores do judiciário e demais envolvidos para dar tratamento a todas as demandas. É possível que a aplicação de técnicas de mineração de textos possa contribuir com a identificação automática de informações relevantes dos processos. Assim, este trabalho aplicou algoritmos de classificação em um conjunto de 241 mil documentos do tipo Recursos Ordinários, extraídos de processos do PJe instalado na Justiça do Trabalho, com o objetivo de encontrar o assunto principal de processos do 2 o grau, considerando 35 assuntos possíveis. Foram comparados os algoritmos Multinomial Naïve Bayes, Multi-Layer Perceptron, Random Forest e SVM. Identificou-se baixo desempenho dos modelos para se encontrar o assunto principal, que negocialmente, pode ser uma escolha subjetiva na maior parte dos processos. Nesta abordagem, chegouse à uma micro precisão máxima de 46,03% com o Multi-Layer Perceptron. Ao fazer uma análise considerando o acerto dos modelos visando não apenas o assunto principal, mas avaliando se o modelo acertou qualquer um dos assuntos existentes no processo, chegouse a uma micro precisão de 75,21% com o Random Forest. Assim, mostrou-se que é possível extrair conhecimento dos documentos para identificação de assuntos, embora a identificação do assunto principal tenha apresentado baixo desempenho.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleMineração de textos para classificação de processos judiciais trabalhistaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordJustiça do trabalhopt_BR
dc.subject.keywordProcesso Judicial Eletrônico (PJe)pt_BR
dc.subject.keywordClassificação da informaçãopt_BR
dc.subject.keywordMineração de textospt_BR
dc.subject.keywordAprendizagem de máquinapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.contributor.advisorcoValentini, Rômulo Soares-
dc.description.abstract1The number of lawsuits being processed in the Brazilian Labor Court system is growing every year, demanding more and more resources. This cost may be reduced by applying text mining techniques to the automatic identification of relevant information within a process. This work applied classification algorithms to a specific set of documents extracted from the Superior Court’s system (PJe), aiming to find the main subject of a process within 35 possibilities. Multinomial Naïve Bayes, Multi-Layer Perceptron, Random Forest and SVM were compared at this task, and the best result for micro precision was 46,03%, achieved through Multi-Layer Perceptron. Extending the analysis to consider all the related subjects, instead of only the main one, Random Forest provided a micro precision of 75,21%, indicating that a machine learning approach is a feasible approach.pt_BR
Appears in Collections:MPCA - Mestrado Profissional em Computação Aplicada (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37933/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.