Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37932
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_StéfaneCryslaineAlvesGuimarães.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uma etnografia do plantio antagonista ao anti-intelectualismo a partir de uma escola da Ceilândia
Authors: Guimarães, Stéfane Cryslaine Alves
Orientador(es):: Borges, Antonádia Monteiro
Assunto:: Ceilândia (DF)
Decolonialidade
Escolas públicas - Distrito Federal (Brasil)
Etnografia
Pedagogia - Distrito Federal (Brasil)
Issue Date: 2-Jun-2020
Citation: GUIMARÃES, Stéfane Cryslaine Alves. Uma etnografia do plantio antagonista ao anti-intelectualismo a partir de uma escola da Ceilândia. 2019. 103 f., il. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A presente dissertação é uma etnografia do plantio antagonista à investida anti-intelectualista a partir de uma escola da Ceilândia. Nela, há uma discussão sobre a relação entre cidade e escola, o trabalho de plantio da esperança feito por profissionais da educação comprometidos com a construção de um futuro melhor para seus alunos, e a concepção de que outra educação é possível, a partir da reflexão conjunta com autores decoloniais. O anti-intelectualismo aqui é compreendido como o processo de pôr em dúvida a legitimidade da autoridade de cientistas, de filósofos e também de escritores. Ele tem um papel muito importante no enfraquecimento da democracia e cresceu muito desde o período eleitoral de 2018. Ao longo do texto faço uma análise do desenvolvimento e consequências dessa “novidade” perversa e como isto ganhou força no discurso comum na sociedade brasileira.
Abstract: This dissertation is an ethnography of a school in Ceilândia on antagonistic planting to the anti-intellectual attack. There is a discussion about the relationship between city and school, the work of planting hope done by education professionals committed to building a better future for their students, and the conception that another education is possible from the intellectual and practical reflection with decolonial authors. Anti-intellectualism is understood in this investigation as the process of questioning the legitimacy of the authority of scientists, philosophers and writers. This concept has a very important role in the weakening of democracy and it has grown a lot since the 2018 elections in Brazil. Throughout this work I analyze the development and consequences of this perverse "novelty" and how it gained impact in the common discourse in Brazilian society.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37932/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.