Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37803
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_FilipeGabrielMartinezMauricio.pdf7,74 MBAdobe PDFView/Open
Title: Contribuições para a química forense : sensores para explosivos, efeito de interferentes na análise de explosivos e avaliação da ozonólise como método de descontaminação de resíduos de incêndio
Authors: Mauricio, Filipe Gabriel Martinez
Orientador(es):: Weber, Ingrid Távora
Assunto:: Química forense
Sensores luminescentes
Fotoindução
Armários ozonizadores
Issue Date: 19-May-2020
Citation: MAURICIO, Filipe Gabriel Martinez. Contribuições para a química forense: sensores para explosivos, efeito de interferentes na análise de explosivos e avaliação da ozonólise como método de descontaminação de resíduos de incêndio. 2019. 126 f., il. Tese (Doutorado em Química)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Este trabalho foi desenvolvido no contexto do projeto do Núcleo de Estudos em Química Forense (NEQUIFOR-CAPES) e propõe trazer diferentes contribuições para a área da química forense. Três problemas foram abordados neste trabalho e estão apresentados da seguinte forma: No Capítulo I, os mecanismos de supressão de sensores luminescentes para detecção de nitroaromáticos (NACs) foram avaliados. Foram testados três sensores luminescentes da literatura. Todos reportaram a presença do mecanismo de transferência de elétrons por fotoindução (PET). Diferentes experimentos demonstraram que o PET não é o principal mecanismo responsável pela redução da luminescência. Em vez disso, todos os sistemas apresentaram efeito filtro interno como mecanismo de supressão. Os testes também sugerem a inviabilidade desses sistemas para testes de triagem para NAC nas mãos de suspeitos devido à baixa seletividade, levando a falso-positivos. No Capítulo II, interferentes em materiais de coleta usados em análises de resíduos de explosivos inorgânicos foram avaliados por cromatografia iônica (CI). Dos 15 materiais de coleta testados, 13 apresentaram valores significativos de interferentes (i.e. Na+, K+, SO42-, NO3-, Mg2+ e Ca2+). Os materiais com maiores concentrações de interferentes identificados foram hastes de algodão (swabs), destinados a uso forense. Os resultados mostram a extrema necessidade de analisar previamente o “branco” dos materiais de coleta. Além disso, os materiais podem ser lavados para remoção dos interferentes utilizando ao menos três ciclos de limpeza. Por fim, o Capítulo III foi dedicado à avaliação da eficácia de armários ozonizadores na descontaminação de trajes de bombeiros. Os resultados mostraram que a ozonização em fase gasosa foi capaz de degradar apenas 14% e 36% de moléculas de pireno e 9-metilantraceno, respectivamente. Esses valores foram considerados baixos em comparação com outras metodologias disponíveis na literatura. Além disso, os resultados de espectrometria de massas por APCI/MS indicaram que as moléculas não foram totalmente degradadas, deixando resíduos de maior massa molecular ainda impregnadas no tecido de trajes. Assim, conclui-se que, nas condições estudadas, os armários ozonizadores não são indicados para a descontaminação de resíduos de incêndio em trajes de bombeiros.
Abstract: This work was supported by the project of the Núcleo de Estudos em Química Forense (NEQUIFOR-CAPES) and propose different contributions for forensic chemistry. Here, the research was divided in three chapters with different approaches: In the Chapter I, the sensing mechanism of three luminescent sensors, already reported in literature, were evaluated. These sensors were chosen because their authors reported the presence of photoinduced electron transfer (PET) mechanisms. After the mechanism evaluation, the results demonstrated that all systems do not present PET as main luminescence suppression mechanism. Instead, inner filter effect (IFE) was considered mandatory for luminescence decrease. Additionally, these systems presented false-responses for common cosmetic interferers and were considered not suitable for screening tests for explosives. The Chapter II proposed the evaluation of interferers in sampling material for explosive used in explosive residues analysis for ion chromatography. A wash procedure for remove of interferers was also investigated. Fifteen different materials were evaluated and twelve presented significant concentrations of interferers (i.e. Na+, K+, SO42-, NO3-, Mg2+ e Ca2+). Unexpectedly, forensic swab materials presented the highest amounts of interferers followed by commercial cotton materials. The results indicate that it is extremely necessary the blanc procedure for any sampling material and, even for forensic materials, it is mandatory a previously analysis. Further, it was show that the sampling materials can be cleaned just employing a washing procedure with at least three wash cycles. In Chapter III, gas phase ozone chamber was evaluated in decontamination of firefighter’s suit. The results showed that molecules such as pyrene and 9-metilanthracene has only 14% and 36% of degradation at 60 min, respectively, which are lower values when compared with other methods among the literature. Further, APCI/MS spectrometry confirms that these organic molecules are converted to higher mass molecules that remains in the fabric of the firefighter’s suit. Thus, our group do not recommend the use of gas phase ozone chamber for decontamination of firefighter equipment.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Química, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:IQ - Doutorado em Química (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37803/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.