Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37546
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_RômuloAtaidesFrança.pdf1,61 MBAdobe PDFView/Open
Title: Produções de interpretações de si em experiências de migrantes
Authors: França, Rômulo Ataides
metadata.dc.contributor.email: romuloataides@bol.com.br
rataides@uc.cl
Orientador(es):: Barbato, Silviane Bonaccorsi
Coorientador(es):: Noal, Débora da Silva
Assunto:: Migrantes
Refugiados
Deslocamentos forçados
Experiências vivenciais
Issue Date: 20-Apr-2020
Citation: FRANÇA, Rômulo Ataides. Produções de interpretações de si em experiências de migrantes. 2019. xiii, 53 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar a produção de significados de si em dinâmicas de reflexividade e ambivalências orientadas para expectativas em relação ao futuro a partir da experiência de vida de imigrantes no Brasil. O deslocamento forçado é uma das grandes questões humanitárias da última década e trazem desafios políticos, sociais e ambientais. A vida humana se caracteriza por um fluxo de mudanças, onde o senso de continuidade de si se reorienta e é desafiado por rupturas e transições. Os processos de convencionalização mediam momentos de tensão e transição em interações entre culturas. Neste contato, a história de um determinado lugar e tempo se mescla com novas arenas de vínculos históricos e sociais. Os lugares de origem são uma extensão da experiência do Self, tornando a experiência de deslocamento ambivalente, espaço limítrofe de tornar-se outro entre o conhecido e o desconhecido, negociar os valores tradicionais e os novos. Participaram dessa pesquisa quatro pessoas: um solicitante de refúgio, um refugiado e dois migrantes venezuelanos. Realizou-se quatro entrevistas compondo dois estudos idiográficos simples: duas entrevistas narrativas abertas com o participante solicitante de refúgio e o participante refugiado compondo o estudo 1 e duas entrevistas semiestruturadas feitas com os participantes venezuelanos compondo o estudo 2. As entrevistas foram submetidas a análise dialógica do discurso e análise pragmática do discurso para a identificação de posicionamentos de si e do outro no discurso presente dos participantes e para a identificação de sentidos e significados dos enunciados, identificando dinâmicas de recorrências, ambivalências e reflexividades. Os resultados do estudo 1 indicam que nas narrativas abertas, o choque de historicidades é regulado por posicionamentos autovalorativos de competência pessoal, ambivalências vinculadas a relações de gênero, comparações entre culturas, solidão gerada por padrões de socialização diferentes e novas atuações orientadas para o futuro a partir de práticas democráticas. Os resultados do Estudo 2 indicam que nas entrevistas semiestruturadas feitas com os migrantes venezuelanos as dinâmicas reflexivas se regulam pelo estabelecimento profissional no Brasil, realocação da família no país e a promoção de espaços resilientes mediados por organizações humanitárias. As relações dialógicas entre Self e identidade se entremeiam na convencionalização de significados no tornar-se outro em contato de inter-historicidades, adquirindo outros posicionamentos junto com ambivalências. A noção de continuidade de si se situam por meio de dinâmicas de reflexividade indicadas por crises e transições orientadas para o futuro.
Abstract: This study aims to analyze the production of meanings of oneself in reflexivity dynamics and expectations oriented ambivalences regarding the future from the life experience of forced immigrants in Brazil. Forced migration is one of the major issues of the last decade, bringing political, social and environmental challenges. Human life is characterized by a flow of change, where the sense of continuity of self is reoriented and challenged by ruptures and transitions. Conventionalization processes measured moments of tension and transition in interactions between cultures. In this contact, the history of a given place and time mingles with new arenas of historical and social ties. The places of origin are an extension of the Self experience, making the experience of migration ambivalent, bordering on becoming another between the known and the unknown, negotiating traditional and new values. Four people participated in this research: one refugee, one refugee applicant and two Venezuelan migrants. Four interviews were conducted: two open narrative interviews with refugee participant and the refugee applicant composing study 1, and two semi-structured interviews with Venezuelan participants composing study 2. The interviews were subjected to dialogic discourse analysis and pragmatic discourse analysis to identify self and other positions in the present discourse of participants and for the identification of meanings and meanings of statements, identifying dynamics of recurrences, ambivalences and reflexivities. The results of study 1 indicate that in the open narratives, the clash of historicities is regulated by self-evaluative positions of personal competence, ambivalences linked to gender relations, comparisons between cultures, loneliness generated by different socialization patterns, and new actions oriented towards the future from democratic practices. The results of Study 2 indicate that in semi-structured interviews with migrants, reflexive dynamics are regulated by professional establishment in Brazil, relocation of the family in the country, and the promotion of resilient spaces mediated by humanitarian organizations. The dialogic relations between Self and identity intertwine in the conventionalization of meanings in becoming another in contact with interhistoricities, acquiring other positions along with ambivalences. The notion of self-continuity is situated through reflexivity dynamics indicated by future-oriented crises and transitions.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF).
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37546/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.