Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37481
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1997_AnaPaulaAbi-FaiçalCastanheira.pdf
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.accessRestricted???
23,66 MBAdobe PDF ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.restrito???
Title: Estudo de um sistema de reparo mais eficaz para uma estrutura de concreto armado contaminada por cloretos
Authors: Castanheira, Ana Paula Abi-Faical
Orientador(es):: Nepomuceno, Antônio Alberto
Assunto:: Engenharia de estruturas
Concreto armado
Concreto armado - corrosão
Issue Date: 14-Apr-2020
Citation: CASTANHEIRA, Ana Paula Abi-faical. Estudo de um sistema de reparo mais eficaz para uma estrutura de concreto armado contaminada por cloretos. Brasília , 1997. xxvi. 146 f., il. Dissertação (Mestrado em Estruturas)—Universidade de Brasília, Brasília, 1997.
Abstract: A estrutura de concreto armado pode apresentar-se contaminada por cloretos quando os mesmos são adicionados com agregados e água contaminados, como aditivos aceleradores de pega ou quando penetram desde o exterior. Sua vida útil pode ser reduzida quando a quantidade de cloreto atinge níveis críticos e ocorre um processo de corrosão, exigindo-se a sua recuperação. A eliminação de todo íon cloreto pode ser difícil e sua presença após o reparo pode ser danosa. Este trabalho apresenta os resultados obtidos em pesquisa realizada no Laboratório de Materiais do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Brasília, com oito sistemas de reparo, aplicados em corpos-de-prova prismáticos (dimensões: 20 x 30 x 11 cm e 5 x 19 x 2,66 cm), simulando estruturas contaminadas por 3% de cloreto em relação à massa de cimento, sendo que os corpos-de-prova grandes foram submetidos a alterações ambientais (temperatura de 60oC e 100% de umidade) e os pequenos permaneceram em ambiente úmido. Os materiais que compuseram os sistemas de reparo para os corpos-de-prova grandes foram concreto com cimento portland, concreto com microssílica, argamassa epóxica, revestimento polimérico inibidor de corrosão e resina epóxi; empregando-se, para os sistemas de reparo dos corpos-de-prova pequenos, os mesmos materiais, porém utilizando-se argamassa no lugar do concreto. O desempenho dos sistemas de reparo foram comparados utilizando-se a técnica de Rp (Resistência de polarização) que permitiu determinar a intensidade de corrosão (icorr), medidas de Ecorr (potencial de corrosão), Rohm (resistência ôhmica) e de Ig (intensidade galvânica). Nas condições de agressividade a que os corpos-de-prova foram submetidos neste trabalho, o sistema de reparo que se mostrou mais adequado foi a argamassa com microssílica e revestimento polimérico inibidor de corrosão aplicado sobre a armadura, usando-se a intensidade de corrosão como parâmetro de avaliação.
Abstract: The reinforced concrete structures can be contaminated by clorets when these ones are added with contaminated water or assemblage intending to accelerate the time of setting, or when the clorets enter into the structure coming from the environment were the these structures are inserted. When the quantity of clorets reaches a critical level, corrosion takes place and it is necessary to repair the structure. The clorets elimination can be difficult and its presence after repair may be damaging to the structure. On this work results obtained from research accomplished on Materials Laboratory of Civil Engineering Department at University of Brasília are presented. Eight different repair systems were observed in prismatics specimens (dimensions: 20 x 30 x 11 cm and 5 x 19 x 2,66 cm), simulating 3% of cloret contamination. The large specimens were submitted to environment alterations such as 60°C of temperature and 100% of humidity. The repair systems materiais used with large specimens were Portland cement concrete, concrete containing silica-fume, epoxy mortar, polymeric revetment to inhibit corrosion, and epoxy resin. The same materials were used with small specimens, however were used mortar instead of concrete. The repair systems could be confronted using the following parameters: polarization Resistance technique, the corrosion potential measures, the ohm-resistance and the galvanic intensity measures. Concerning to environmental conditions whose the specimens used in this research were submitted, the repair system more adequate was the mortar with silica fume and polymeric revetment to inhibit corrosion, applied above the Steel bars, using the intensity of corrosion as evaluation parameter.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 1997.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37481/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.