Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37415
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnaPauladaSilvaCampos.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open
Title: Conflitos entre crianças e desenvolvimento moral na perspectiva de professores dos primeiros anos do ensino fundamental
Authors: Campos, Ana Paula da Silva
Orientador(es):: Branco, Angela Maria Cristina Uchôa de Abreu
Assunto:: Conflito (Psicologia)
Desenvolvimento moral
Mediação de conflitos
Interação professor-aluno
Psicologia cultural
Issue Date: 9-Apr-2020
Citation: CAMPOS, Ana Paula da Silva. Conflitos entre crianças e desenvolvimento moral na perspectiva de professores dos primeiros anos do ensino fundamental. 2019. xii, 132 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Muitos professores da Educação Básica acreditam que conflitos entre crianças são sempre negativos, não considerando o papel que eles têm no desenvolvimento moral, e mesmo global, de seus alunos. Considerando esta questão, o objetivo da presente pesquisa é investigar como professores orientados a promover uma educação democrática avaliam a ocorrência de conflitos entre os alunos, quais são as estratégias por eles adotadas para a identificação e resolução de conflitos e o que entendem como desenvolvimento moral. Com base em uma epistemologia coconstrutivista do conhecimento, que assume a participação ativa do pesquisador, adotamos uma metodologia qualitativa orientada pela perspectiva teórica da Psicologia Cultural na presente investigação. A pesquisa se desenvolveu nos anos iniciais do ensino fundamental em uma escola pública de Brasília-DF orientada por um projeto democrático, tendo como participantes os professores(as) dos anos iniciais. Como procedimentos para a coleta de informações foi aplicado um questionário específico desenvolvido neste trabalho e realizada uma sessão de grupo focal. Os resultados obtidos apontam que, embora os professores(as) da instituição investigada ainda definam o conflito com base em alguns parâmetros do senso comum, apresentando um conhecimento teórico ainda insuficiente sobre o tema e questões relacionadas, estes demonstraram desejo e interesse para aprender. Isto é fundamental para fortalecer e movimentar processos de mudança, visto que se saber incompleto é um ótimo ponto de partida. Seu desconhecimento sobre o desenvolvimento moral das crianças, no entanto, ainda é substancial, com poucas exceções, o que indica a necessidade deste tópico ser com ele(a)s trabalhado. Com esta pesquisa, visamos contribuir para que educadores e pesquisadores se comprometam com a reflexão e a coconstrução de práticas educativas - como a mediação de conflitos - que promovam o desenvolvimento moral dos estudantes e uma cultura de paz, na escola e na sociedade, onde os conflitos sejam abordados de forma construtiva, inteligente e transformadora.
Abstract: Many Elementary School teachers believe conflicts among children are always negative, ignoring their role in students’ development, especially moral development. Taking this into account, this research’s goal is to investigate how teachers - previously oriented to develop a democratic approach to education - evaluate the occurrence of conflicts among students, which strategies they use to avoid and solve such conflicts, and what they think about moral development. From a coconstructive epistemology, we adopted a qualitative methodology inspired by cultural psychology theoretical approach. The research took place in a school which adopted a democratic project, and the participants were teachers in charge of the initial grades. Two procedures to collect information were adopted, a questionnaire specifically created to achieve the study’s goals, and a focal group session. Results indicate that teachers working at this school still define conflict according to common sense, revealing a poor knowledge about this research topic and related issues. However, they expressed their willingness and openness to learn, and this is fundamental to promote change processes. Their lack of knowledge concerning moral development, though, is substantial, with few exceptions, and this topic needs to be worked with them. The present research, therefore, aims at contributing to educators and researchers by promoting the discussion and coconstruction of educational practices—such as conflict mediation—in order to foster students’ moral development, and the construction of a culture of peace in school and other social contexts. In sum, conflicts need to be approached in constructive, intelligent and transformative ways.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37415/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.