Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37372
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2001_LeandroMoutaTrautwein.pdf
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.accessRestricted???
27,11 MBAdobe PDF ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.restrito???
Title: Punção em lajes cogumelo de concreto armado com armadura de cisalhamento tipo “STUD” interno e tipo estribo inclinado
Authors: Trautwein, Leandro Mouta
Orientador(es):: Melo, Guilherme Sales Soares de Azevedo
Coorientador(es):: Gomes, Ronaldo Barros
Assunto:: Concreto armado
Armadura de cisalhamento
Lajes cogumelo
Issue Date: 7-Apr-2020
7-Apr-2020
Citation: TRAUTWEIN, Leandro Mouta. Punção em lajes cogumelo de concreto armado com armadura de cisalhamento tipo “STUD” interno e tipo estribo inclinado. 2001. xviii, 168 f., il. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil)—Universidade de Brasília, Brasília, 2001.
Abstract: Foram analisadas experimentalmente nove lajes cogumelo de concreto armado, com resistência à compressão do concreto variando de 36.8 a 47.9 MPa. submetidas a puncionamento simétrico, com o objetivo de se investigar a eficiência de dois tipos de armadura de cisalhamento, uma tipo “stud” interno sem envolver a armadura de flexão, e outra constituída por estribos inclinados abertos a 60°. As lajes eram quadradas, com 3000 mm de lado e 200 mm de espessura com uma área central carregada, representando um pilar central, também quadrado de 200 mm de lado. As lajes ensaiadas foram divididas em dois grupos, de acordo com o tipo de armadura de cisalhamento utilizada: Grupo 1 para armadura tipo "stud” interno e Grupo 2 para estribos inclinados a 60°. As principais variáveis foram a disposição, a quantidade dos elementos da armadura de cisalhamento e a área de aço utilizada por camada. São apresentados e analisados os resultados de cargas últimas e tipos de ruptura, fissuração. flechas e deformações da armadura de cisalhamento. Os resultados destes ensaios são comparados com resultados de lajes similares sem armadura de cisalhamento e com as estimativas de cargas de ruptura de diversos códigos e normas nacionais e internacionais. Todas as lajes romperam por punção, tendo as cargas de ruptura sido superiores em até 76% para as lajes do Grupo 1 e em até 94% para as lajes do Grupo 2, com relação às cargas de ruptura das lajes sem armadura de cisalhamento.
Abstract: Nine reinforced concreíe flat slabs were tested, using concreíe compressive strenght varying from 36.8 and 47.9 MPa, submitted to symmetric punching. with the objective of investigating the efficiency of two types of shear reinforcement, a type internai “stud” without involving the flexural reinforcement and inclined stirrups (60°). The slabs were square with 3000 mm of side and 200 mm of thickness with a square central column of 200 mm of side. The slabs were divided in two groups in agreement with the type of shear reinforcement, Group 1 for reinforcement type internai “stud” and Group 2 for inclined stirrups (60°). The main variables were arrangement, auantity of shear reinforcement elements and the area of Steel used by layer. Results of ultimaíe loads, failure types, cracking, deflections and shear reinforcement strains are presented and analysed. The test results are compared with similar slabs without shear reinforcement and with ultimate loads estimated by codes and design recommendations. All slabs failed by punching and the ultimate loads were superior in up to 95% and on average 72% superior in relation to slabs without shear reinforcement.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2001.
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas e Construção Civil (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37372/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.