Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37360
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2000_MoacyrSallesNeto.pdf
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.accessRestricted???
40,77 MBAdobe PDF ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.restrito???
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMelo, Guilherme Sales Soares de Azevedo-
dc.contributor.authorSalles Neto, Moacyr-
dc.date.accessioned2020-04-06T23:58:43Z-
dc.date.available2020-04-06T23:58:43Z-
dc.date.issued2020-04-06pt_BR
dc.date.submitted2000-10-06-
dc.identifier.citationSALLES NETO, Moacyr. Comportamento ao cisalhamento de vigas 't' de concreto armado reforçadas com compósitos de fibra de carbono. Brasília , 2000. xxvi, 219 f., il. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil)—Universidade de Brasília, Brasília, 2000.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/37360-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil, 2000.pt_BR
dc.description.abstractSão analisadas experimentalmente 08 (oito) vigas “T" de concreto armado, simplesmente apoiadas, submetidas a duas cargas concentradas, sendo 06 (seis) reforçadas na alma ao cisalhamento com compósitos de fibra de carbono (CFRP), com o objetivo de se investigar a eficácia deste tipo de reforço em estruturas que já foram submetidas às cargas de serviço. As vigas têm comprimento de 4400 mm, com alma de 150 x 300 mm e mesa de 550 x 100 mm. e as principais variáveis consideradas no reforço, neste caso somente da alma, são a distribuição do reforço na região de cisalhamento, vertical ou inclinada a 45°, e o espaçamento e a quantidade de camadas do compósito de fibra de carbono utilizada. São apresentados e analisados resultados de cargas última e tipo de ruptura, fissuração. flecha e deformações do concreto e da armadura. Os resultados são comparados com os estimados por diversas normas e pesquisadores para cargas de ruptura por cisalhamento. e com os estimados para estruturas reforçadas na alma com compósitos de fibras de carbono. Os resultados comprovaram o potencial dos compósitos de fibra de carbono (CFRP) como material de reforço, em que pese que as cargas últimas obtidas experimentalmente terem alcançado em média 78% e 73,4% das cargas estimadas respectivamente para as vigas com reforço na alma da viga vertical e inclinado a 45°. O fator limitante da eficácia do reforço foi a ancoragem do material na região de ligação alma/mesa. especialmente após a formação da(s) fissura(s) principais de cisalhamento. A execução do reforço inclinado neste caso mostrou-se muito mais trabalhoso que o vertical e necessitou de maior quantidade de material. A melhor estimativa para a carga última das duas vigas sem reforço foi obtida com as expressões sugeridas por Zsutty. Algumas sugestões para melhoria da ancoragem do reforço de compósito de fibra de carbono na região de ligação alma/mesa são também apresentadas.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.titleComportamento ao cisalhamento de vigas "T" de concreto armado reforçadas com compósitos de fibra de carbonopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordCisalhamentopt_BR
dc.subject.keywordVigas - concreto armadopt_BR
dc.subject.keywordCompósitos - fibra de carbonopt_BR
dc.contributor.advisorcoNagato, Yosiaki-
dc.description.abstract1Eight (08) “T” reinforced concrete simply supported beams, submitted to two top point loads were tested. Six of the beams were strengthened in shear with CFRP unidirectional layers, in the vertical (three beams) or inclined (45°) direction (three beams). The objective of the research was to investigate the efficacy of this shear strengthening type in “T” beams. Four of the beams were loaded previously until Service load before being strengthened. The beams were 4400 mm (overall length) x 400 mm (overall height) x 150 mm (web width), with 4000 mm clear span. 550 mm flange width and 100 mm flange thickness. The CFRP sheets in all strengthened beams went only up to the bottom of the slab, encapsulating the web of the beams. Results of ultimate loads. failure types, cracking, deflections, concrete and reinforcement strains are presented. together with comparisons with estimates by the laminates design method and by others authors. The results showed the potential of the CFRP laminates as a strengthening material, despite the ultimate loads obtained in average respectively 78% and 73,4% of the estimated, for beams with vertical and inclined at 45° strengthening. The limiting factor were the peeling off of the laminates due to insufficient anchorage at the beam and slab (flange) comer region. The inclined strengthening were much more laborious and more material were needed than the vertical one. Some suggestions for the improvement of the anchorage at the beam and slab (flange) comer region are also presented.pt_BR
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas e Construção Civil (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37360/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.