Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37282
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MilenaMendonçadosSantos.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open
Title: Incidência de Mycoplasma gallisepticum e Mycoplasma gallisepticum e caracterização microbiologica e histopatologica de lesões de aerossaculite em amostras de frangos de corte da região do Distrito Federal
Authors: Santos, Milena Mendonça dos
Orientador(es):: Santana, Ângela Patrícia
Assunto:: Aerossaculite
Micoplasmose em animais
Resistência antimicrobiana
Aves - doenças
Frango de corte - doenças
Issue Date: 1-Apr-2020
Citation: SANTOS, Milena Mendonça dos. Incidência de Mycoplasma gallisepticum e Mycoplasma gallisepticum e caracterização microbiologica e histopatologica de lesões de aerossaculite em amostras de frangos de corte da região do Distrito Federal. 2019. x, 50 f., il. Tese (Doutorado em Saúde Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A micoplasmose é uma enfermidade de grande importância na avicultura que afeta principalmente o sistema respiratório das aves, atingindo os pulmões e os sacos aéreos, causando sinais clínicos respiratórios quando a doença se apresenta na forma clínica. A forma subclínica da doença é a mais comum, isso dificulta a identificação do agente nos lotes de aves. O controle da micoplasmose e o monitoramento são exigidos por legislação específica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e é realizado nas granjas de matrizes através de exames sorológicos. O diagnóstico realizado por métodos considerados diretos e eficazes como a PCR, são recomendados por diversos estudos. O objetivo do presente trabalho foi verificar a incidência de lotes de frangos de corte acometidos por Mycoplasma gallisepticum (MG) e Mycoplasma synoviae (MS) no Distrito Federal e Entorno, além de promover a caracterização microbiológica e histopatológica de lesões de aerossaculite. Foram coletadas 604 amostras de traqueias de 57 lotes de frangos de corte de abatedouro frigorifico localizado no Distrito Federal e Entorno, sob serviço de inspeção oficial, para detecção dos MG e MS por PCR, durante os meses de julho a novembro de 2017. Foram encontradas 28 amostras positivas para M. synoviae e 5 amostras positivas para M. gallisepticum. A incidência acumulada ao longo deste período de tempo, de lotes de frangos de corte acometidos por Mycoplasma gallisepticum foi de 7.02% e por Mycoplasma synoviae de 35,09%, sendo que o maior número de lotes acometidos ao longo do período de tempo observado foi maior durante o mês de outubro. Também foram coletadas 15 amostras de aerossaculite classificadas pelo Serviço de Inspeção Oficial, as quais eram compostas de fragmentos de pulmão, traqueias e sacos aéreos, para a realização da caracterização microbiológica e histopatológica. Das 15 lesões de aerossaculite foram isolados um total de 32 cepas bacterianas, sendo detectado dois ou mais gêneros bacterianos em uma mesma amostra de lesão. Em grande parte das amostras de lesões de aerossaculite foram isolados mais de um microrganismo, sendo eles Escherichia coli 59,38% (15/15), seguido por Staphylococcus coagulase negativa 25% (8/15), Enterobacter agglomerans 9,38% (3/15) e Pasteurella multocida 6,25% (2/15). Na análise do antibiograma, os resultados demonstraram resistência antimicrobiana às 19 bases antimicrobianas testadas, e foram observadas nos isolados de todas as espécies. Nenhuma das amostras de aerossaculite foram positivas na PCR para a presença de Mycoplasma gallisepticum e Mycoplasma synoviae. Conclui-se que os lotes positivos para MG e MS de frangos de corte analisados não estão de acordo com as exigências da legislação exigida pela OIE e pelo Serviço de Inspeção Veterinário do Brasil.
Abstract: A mycoplasmosis is a major disease in aviation that puts pressure on the respiratory system of birds, reaching the lungs and air systems, making the respiratory system a disease presents itself in clinical form. The subclinical form of the disease is more common, making it difficult to identify the agent in poultry lots. The control of mycoplasmosis and monitoring are required by the legislation of the Ministry of Agriculture, Livestock and Supply and is performed in the farms through breeding serological examinations. The diagnostic process he / she makes and the directives as a PCR are favorable. The present work was carried out with the analysis of the cut-off factors by Mycoplasma gallisepticum (MG) and Mycoplasma synoviae (MS) in the Federal District and Surroundings, besides promoting a microbiological and histopathological characterization of airsacculitis lesions. 604 trace samples were collected from 57 batches of broiler chickens located in the Federal District and the surrounding area, under the registration officer service, for the identification of MG and MS by PCR, during July of one year 2017. Twenty eight positive samples were found for M. synoviae and five positive samples for M. gallisepticum. The cumulative incidence over the time period of the broiler flocks affected by Mycoplasma gallisepticum was 7.02% and Mycoplasma synoviae 35.09%, with the largest number of flocks followed over the observed time was highest during the month of october. Fifteen airsacculitis samples classified by the Official Inspection Service were also collected, such as those that compose the lung fragments, tracheas and air sacs, for microbiological and histopathological characterization. The 15 airsacculitis lesions were isolated in a total of 32 bacterial bacteria, and more or more bacterial genera were detected in the same lesion sample. Largely, lesion samples were more isolated from a microorganism, with Escherichia coli 59.38% (15/15), followed by 25% (8/15) coagulase negative Staphylococcus, 9.38% Enterobacter agglomerans (3). / 15) and Pasteurella multocida 6.25% (2/15). In the analysis of antibiogram, the results showed antimicrobial resistance to the 19 antimicrobial bases tested, and were observed at the end of all species. The airsacculitis samples were positive in PCR for the presence of Mycoplasma gallisepticum and Mycoplasma synoviae. It is concluded that the positive lots for MG and MS of broilers analyzed do not comply with the requirements of the legislation required by the OIE and the Brazilian Veterinary Inspection Service.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Saúde Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37282/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.