Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36969
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EVENTO_MigracaoSaudeEstudo.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open
Title: Migração e saúde : um estudo exploratório a partir dos registros administrativos no Brasil
Other Titles: Migration and health : an exploratory study by administrative data in Brazil
Authors: Belle, Nayara
Matos, Karina
Gurgel, Helen da Costa
Assunto:: Migração
Saúde
Issue Date: Jun-2019
Citation: BELLE, Nayara; MATOS, Karina; GURGEL, Helen da Costa. Migração e saúde: um estudo exploratório a partir dos registros administrativos no Brasil. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOGRAFIA DA SAÚDE, 9., 2019, Blumenau – SC.
Abstract: A retomada da intensificação dos fluxos migratórios para o Brasil a partir dos anos 2000 tem estimulado o debate em diversos temas, incluindo a saúde. O objetivo deste trabalho foi obter um cenário preliminar sobre a utilização dos serviços de saúde pelas populações migrantes no Brasil e no Distrito Federal. Para tanto, foram exploradas as bases de dados do Cartão Nacional de Saúde - CNS em todo o Brasil e os registros do Sistema de Internações Hospitalares - SIH do Distrito Federal no período de 2010 a 2017. Como resultado, identificamos a presença de estrangeiros em 83% dos municípios brasileiros. Apesar das limitações apresentadas no preenchimento do campo nacionalidade no cadastro, identificou-se que os haitianos lideram a emissão de CNS para estrangeiros (13%), seguidos dos portugueses (10%). No Distrito Federal, verificou-se que entre os imigrantes, os homens foram os usuários mais frequentes dos serviços de internação. Entre os hospitais que concentraram as internações de estrangeiros destacou-se o SARAH Brasília (94,6%) e 82% do total dessas internações foram para procedimentos cirúrgicos ou de reabilitação. Esses resultados apontam o potencial desses dados para a Vigilância em Saúde e a necessidade de maior cuidado para o preenchimento e utilização das bases de dados.
Abstract: The resumption of intensification of migratory flows to Brazil since the 2000s has stimulated debate on a number of issues, including health. The objective of this study was to obtain a preliminary scenario about the use of health services by migrant populations in Brazil and in the Federal District. To do so, the databases of the National Health Card - CNS throughout Brazil and the records of the Information System on Hospitalizations - SIH of the Federal District in the period from 2010 to 2017 were explored. The result shows the presence of foreigners in 83% of Brazilian municipalities. Despite the limitations presented in filling the nationality field, it was identified that Haitians lead CNS issuance for foreigners (13%), followed by the Portuguese (10%). In the Federal District it was found that men were the most frequent users of hospitalization services. Among the hospitals in the Federal District that concentrated the hospitalizations of foreigners, SARAH Brasilia (94.6%) highlights and 82% of hospitalizations were for surgical or rehabilitation procedures. These results point out the potential of these data for Health Surveillance and the need for greater care to fill and use databases.
Licença:: Autorização concedida a Biblioteca Central da Universidade de Brasília pela Professora Helen da Costa Gurgel, em 17 de fevereiro de 2020, para disponibilizar a obra, gratuitamente, para fins acadêmicos e não comerciais (leitura, impressão e/ou download) a partir desta data. A obra continua protegida por Direito Autoral e/ou por outras leis aplicáveis. Qualquer uso da obra que não o autorizado sob esta licença ou pela legislação autoral é proibido
Appears in Collections:GEA - Trabalhos apresentados em eventos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36969/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.