Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/3687
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_VivianeFariaLopesNunes.pdf2,04 MBAdobe PDFView/Open
Title: Identidade, família e letramento : representações discursivas num contexto de pobreza
Authors: Nunes, Viviane Faria Lopes
Orientador(es):: Silva, Denize Elena Garcia da
Assunto:: Família - análise do discurso
Letramento
Identidade
Issue Date: Dec-2008
Citation: NUNES, Viviane Faria Lopes. Identidade, família e letramento: representações discursivas num contexto de pobreza. 2008. 142 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Esta pesquisa visa discutir o significado de “família” na concepção de pessoas de classes menos favorecidas economicamente. Para tanto, levou-se em consideração a influência do letramento – representado pela instituição “escola” – e da identidade – representada pela ideologia religiosa – na formação desse conceito social, bem como até que ponto o mundo físico contrasta ou se aproxima do mundo da consciência na formação desse valor. Então, partimos da hipótese de que, na sociedade atual, diversos valores sociais, religiosos e culturais têm passado por transformações significativas se comparados às mudanças ocorridas em épocas anteriores. Contudo,fez-se necessário apontar e analisar outros desses valores que permanecem quase que imutáveis, mesmo após tantas mudanças/evoluções históricas, por estarem firmados em raízes mais profundas. Partindo desse pressuposto é que promovemos uma investigação, à luz da Análise do Discurso Crítica (ADC), sobre a relação existente entre os valores da unidade familiar em classes menos favorecidas e influenciadas por ideologias/crenças religiosas. Por meio de pesquisa etnográfica realizada com estudantes de escolaridade tardia – idade entre 18 e 40 anos – , foram gerados dados empíricos que permitiram a análise lingüístico – discursiva de representações que vão desde a relação do mundo físico de escassez material, passando pela exclusão social, até o mundo emocional. Para tanto, foram considerados o contexto cultural, o ambiente escolar (aspecto situacional),unido ao familiar e ao religioso, que dão, assim, sustentação ao tripé de análise: letramento, família e identidade.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Classicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2008.
Appears in Collections:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3687/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.