Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36861
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_FelipeLeiteNisiyama.pdf65,26 MBAdobe PDFView/Open
Title: Ferramenta computacional para avaliação de risco à saúde humana em áreas contaminadas - caso de estudo : Aterro Controlado do Jóquei Clube de Brasília/DF
Other Titles: Computational tool for human health risk assessment – case study : Jockey Club (Brasília/DF) inadequate waste disposal site
Authors: Nisiyama, Felipe Leite
Orientador(es):: Cavalcante, André Luís Brasil
Coorientador(es):: Cunha, Luciano Soares da
Assunto:: Risco à saúde
Áreas contaminadas
Avaliação de riscos
Jóquei Clube (DF)
Issue Date: 10-Feb-2020
Citation: NISIYAMA, Felipe Leite. Ferramenta computacional para avaliação de risco à saúde humana em áreas contaminadas - caso de estudo: Aterro Controlado do Jóquei Clube de Brasília/DF. 2019. xvii, 202 f., il. Dissertação (Mestrado em Geotecnia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Atualmente, entende-se que o gerenciamento de áreas contaminadas está em grande parte condicionado à necessidade de adotar medidas voltadas para a proteção da saúde humana e dos diversos bens de interesse comum da sociedade. Sob esse entendimento, a avaliação de riscos à saúde humana permite obter evidências da forma com que as áreas contaminadas se traduzem em riscos à saúde dos indivíduos que residem ou desempenham alguma atividade em sua proximidade. Tais evidências fornecem subsídios a tomada de decisão voltada para a remediação destas, com abordagens baseadas na minimização desses riscos. Nesse contexto, a existência de áreas da disposição final inadequada de resíduos sólidos no Brasil suscita questionamentos acerca do passivo ambiental nestas e os possíveis riscos a saúde humana decorrentes disso. Assim, este trabalho se propôs a apresentar uma ferramenta computacional que dê suporte a realização de avaliações de risco à saúde humana em áreas contaminadas e, por meio desta, estudar o caso do antigo Aterro Controlado do Jóquei Clube (ACJC), no Distrito Federal, no qual a disposição inadequada de resíduos sólidos foi realizada por décadas. A ferramenta foi concebida com base na metodologia de avaliação de riscos à saúde humana da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos. A implementação desta se deu em interface gráfica com funcionalidades específicas que permitem auxiliar a realização de avaliações desse tipo e tentando-se garantir a maior acessibilidade possível para possíveis agentes externos que venham a utilizá-la. No caso de estudo realizado para o ACJC, identificouse que ao fim da década de 90 já haviam indícios de um processo de contaminação da zona não saturada e saturada. Nessa mesma década, observou-se um intenso processo de ocupação das áreas adjacentes ao aterro, configurando assim a existência de zonas de possível exposição das populações presentes nessas áreas aos compartimentos ambientais contaminados. Três zonas foram avaliadas neste trabalho e os possíveis caminhos de exposição dos contaminantes às populações presentes nelas foram caracterizados. Utilizando-se modelagens matemáticas analíticas de transporte de contaminantes e dados de amostragens, foram propostos cenários de contaminação das águas subterrâneas e dos solos superficiais para essas zonas, para o intervalo de tempo entre 1996 e 2019. As espécies químicas para as quais estes cenários foram propostos foram: Amônia, Nitrato, Cd, Pb, Mn, Ni, Zn, Cu, Cr, Hg. As informações supracitadas foram utilizadas como dados de entrada para a ferramenta computacional proposta, onde, primeiramente, procedeu-se a quantificação da exposição no Módulo de Avaliação da Exposição. Adotando-se parâmetros de exposição que descrevem os usos e padrões de atividades humanas nas zonas avaliadas, quantificaram-se, pela ferramenta, as exposições por ingestão e contato dermal às águas subterrâneas e aos solos superficiais segundo cenários de tendência central (mediana) e maximizados (percentil 95). Atribuindo-se valores de toxicidade às espécies químicas, com base em um banco de dados interno da ferramenta, pôde-se caracterizar os riscos à saúde das populações presentes nas zona avaliadas. Para todas as espécies químicas, a ingestão de meios contaminados (solo ou água) representou a componente que mais contribui para o risco de efeitos adversos. Com relação à efeitos não cancerígenos, constatou-se que o Pb foi a única espécie química que apresentou valores medianos de indicadores de risco em níveis que poderiam levar à efeitos adversos. O Cd apresentou valores de percentil 95 que suscitam alguma preocupação. Pb e Cr, que são comprovadamente cancerígenos, ocorrem em níveis que levam a obtenção de valores toleráveis de riscos de câncer, mesmo considerando as estimativas dos percentis 95 destes. Por fim, constatou-se que os valores de investigação das resoluções CONAMA, resutam, de fato, em valores protetivos à saúde humana – considerando os cenários de exposição estudados – para Pb e Cd, porém, isto não é verificado para o Cr.
Abstract: Nowadays, it is acknowledged that contaminated site management is to a great extent conditioned to the necessity of adopting measures for the protection of human health and the common good. In this sense, the human health risk assessment gives evidence of the way in which the existence of contaminated sites poses health risks for the individuals that live or engage in activities nearby these sites. This evidence provides information to remedial actions decision making, based on risk minimization approaches. In this context, the existence of inadequate waste disposal areas in Brazil raises concerns about the contamination resultant of it and the potential related human health risks. Therefore, this thesis has presented a computational tool that gives support for conducting human health risk assessments in contaminated sites and, by means of it, presented a case study of the old Jockey Club Landfill (JCL), in which waste had been inadequately disposed for decades. The tool was conceived based on the United Stated Environmental Protection Agency guidance for conducting human health risk assessments and implemented on a graphical user interface with specific functionalities that support carrying out these assessments. It was proposed in such a way that accessibility to possible users was maximized. In the JCL case study, it was identified that, by the end the 90’s, there were already indications of a contamination process in the unsaturated and saturated zones. At the same time, an intense urbanization process nearby the landfill was established, characterizing the existence of possible exposure zones to the contaminated environmental compartments. Three zones were assessed, and the possible exposure pathways related to them were characterized. Using analytical modelling to describe the transport of substances through the saturated zone or by means of monitoring data, contamination scenarios were proposed for the groundwater and surface soils in the exposure zones, considering a exposure period that ranged from 1996 to 2019. The scenarios were proposed for the following chemical species: Ammonia, Nitrate, Cd, Pb, Mn, Ni, Zn, Cu, Cr, Hg. The above-mentioned information was used as the main input for the tool, where, initially, the exposure for these chemicals was quantified in the Exposure Assessment Module. For such, exposure parameters representative of the land uses and human activities patterns in the exposure zones were adopted, and the exposure was quantified – for ingestion and dermal contact exposure routes – considering central tendency (median) and maximized (95th percentile) contamination scenarios. By identifying adequate toxicity values, based on an internal database of the tool, human health risks were characterized. With respect to this characterization it was concluded that, for all chemicals, the ingestion of contaminated media (water or soil) is the exposure route that contributes the most to adverse effects occurrence risks. Considering noncarcinogenic effects, Pb was the only chemical that presented central tendency risk indicators values above the level that can lead do adverse effects. Cd 95th percentile risk indicators values were also above this level. Pb and Cr, proven to be carcinogenic, occur in levels that pose tolerable cancer risks, even when considering the 95th of these levels. Lastly, it was found that investigation guideline values, for Pb and Cd, proposed by the brazilian legislation are – for the exposure scenarios studied –, in fact, protective of human health, whereas for Cr this could not be observed.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Geotecnia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36861/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.