Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36797
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_PauloVitorFernandesBraz.pdf5,5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação da interação do diamino fluoreta de prata à dentina previamente a procedimentos restauradores
Authors: Braz, Paulo Vítor Fernandes
Orientador(es):: Ribeiro, Ana Paula Dias
Coorientador(es):: Pereira, Patrícia Nóbrega Rodrigues
Assunto:: Diamino fluoreto de prata (DFP)
Dentes - dentina
Protocolo de limpeza dentária
Cimentos de ionômero de vidro
Issue Date: 4-Feb-2020
Citation: BRAZ, Paulo Vítor Fernandes. Avaliação da interação do diamino fluoreta de prata à dentina previamente a procedimentos restauradores. 2019. 79 f., il. Dissertação (Mestrado em Odontologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito do Diamino Fluoreto de Prata (DFP) e os protocolos de limpeza na resistência de união (RU) ao microcisalhamento de dois sistemas adesivos e dois cimentos de ionômero de vidro (CIV). Cento e noventa terceiros molares humanos sadios foram cortados horizontalmente para expor a dentina média-coronal. Os dentes foram então embutidos em resina epóxi para expor uma superfície dentinária plana e polida. Os espécimes foram então divididos aleatoriamente em 16 grupos de acordo com o agente de união e com a aplicação de DFP (n = 21): grupo 1: Clearfil SEBond (CSE); grupo 2: Optibond FL (OFL); grupo 3: cimento de ionômero de vidro Fuji II LC (FLC); grupo 4: cimento de ionômero de vidro convencional Riva (RIV) e o substrato dentinário. O DFP foi aplicado ativamente por 1 minuto. Em seguida, a dentina foi enxaguada e seca. Para os sistemas adesivos, o adesivo foi aplicado de acordo com as instruções do fabricante e uma resina fluida foi aplicada através de um tubo de amido (0,80 mm de diâmetro) e fotopolimerizada. Para os grupos de CIV, o ácido poliacrílico foi aplicado por 10 segundos e o CIV inserido através de um tubo de amido de 0,97 mm de diâmetro. Após 24 horas de armazenamento de água, o tubo de amido foi removido e os conjuntos colados foram testados em microcisalhamento. Os dados foram analisados estatisticamente por Shapiro Wilk e ANOVA (p<0,05). O sistema adesivo e o CIV com menor resistência de união foram selecionados para o procedimento de limpeza. Para avaliação do protocolo de limpeza, os espécimes foram aleatoriamente divididos em 24 grupos, de acordo com o modo de limpeza (água, óxido de alumínio e pedra-pomes), substrato dentinário (com ou sem cárie afetada), presença ou não de DFP e o material restaurador. Modos de fratura foram analisados sob Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) e classificados em adesivo, mista e coesiva. Quanto aos valores de resistência de união, observou-se diferença estatística nos grupos adesivos (p = 0,0001) e GIC (p = 0,02). Na avaliação dos cimentos de ionômero de vidro, o cimento convencional apresentou os menores valores de RU à dentina sadia, e para dentina cariada observou-se que a associação do cimento convencional e o DFP resultou em menores valores de RU (P<0,05). Na avaliação dos sistemas adesivos, tanto o fator adesivo quanto o fator aplicação de DFP influenciaram os valores de RU. Na avaliação dos métodos de limpeza, novamente observou-se que o DFP influencia negativamente os valores de RU principalmente em dentina cariada. Entretanto, os grupos em que a limpeza com pedra-pomes foi realizada após o tratamento com DFP conseguiram manter valores estatisticamente semelhantes ao seu controle (não tratados com DFP). Houve predominância de falhas mistas nos grupos CIV e adesivo. Pode-se concluir que o DFP afeta a RU dos sistemas de ionômero de vidro convencionais e dos sistemas adesivos autocondicionantes. A pasta de pedra-pomes parece ser o método de limpeza mais eficiente para limpeza dentinária após a aplicação do DFP.
Abstract: The purpose of this research was to analyze the effect of silver diamine fluoride and cleaning procedures on the microshear bond strength (MBS) of two adhesive systems and two glass-ionomer cements (GIC) to caries-affected dentin. One hundred and ninety sound human third molars were cut horizontally to expose mid-coronal dentin. Teeth were embedded in epoxy resin to expose a flat dentin surface and polished. Specimens were then randomly divided into 16 groups according to the bonding agent, dentin substrate and to the SDF application (n=21): group 1: Clearfil SEBond (CSE); group 2: Optibond FL (OFL); group 3: Fuji II LC glass-ionomer cement (FLC); group 4: Riva self-etch cure (RIV). SDF was applied, rinsed and dried. Adhesive systems were applied and a flowable resin was inserted through a starch tube (0.80mm diameter) and light-cured. For the GIC groups, polyacrylic acid was applied for 10 sec and the GIC inserted through a 0.97mm diameter starch tube. After 24-hour water storage, the starch tube was removed, and bonded assemblies tested in microshear. Data were statistically analyzed by Shapiro Wilk and ANOVA. The adhesive system and GIC with the lowest mean bond strength were selected for the cleaning procedure. The teeth were randomly divided into 24 groups, according to the cleaning mode (water, aluminum oxide and pumice slurry), dentin substrate (sound or cariesaffected), presence or not of SDF and the restorative material. Fracture modes were analyzed under Scanning Electron Microscope (SEM).Regarding bond strength testing, there were observed a statistical difference on the adhesive groups (p=0.0001) and GIC groups (p=0.02). In the GIC evaluation, the conventional GIC presented the lowest MBS on sound dentin; for the caries-affected dentin the association of conventional cement and the SDF resulted in the lowest MBS (p<0.05). In the adhesive systems evaluation, both the adhesive systems and SDF application affected mean MBS. In the cleaning procedures, SDF application on caries-affected dentin negatively affected MBS. However, cleaning with pumice slurry maintained the MBS in SDF groups when compared to the control groups (not treated with SDF). Fracture evaluation showed more mixed failures on GIC and adhesive systems groups. It can be concluded that SDF application affected the MBS of conventional GIC and self-etch adhesive systems. Pumice slurry was the most effective cleaning agent after SDF application.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Odontologia, Programa de Pós-Graduação em em Odontologia, 2019.
Appears in Collections:ODT - Mestrado em Odontologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36797/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.