Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36445
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_UsoTaxonomiaFerramenta.pdf515,06 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCunha, José Humberto da Cruzpt_BR
dc.contributor.authorAraújo Júnior, Rogério Henrique dept_BR
dc.date.accessioned2020-01-24T10:30:56Z-
dc.date.available2020-01-24T10:30:56Z-
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.citationCUNHA, José Humberto da Cruz; ARAÚJO JÚNIOR, Rogério Henrique de. Uso da taxonomia como ferramenta de redução da subjetividade nos processos de auditoria. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 24, n. 1, p. 216-231, jan./mar. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5344/3174. Disponível em: http://scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362019000100216. Acesso em: 23 jan. 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/36445-
dc.description.abstractTrata da viabilidade de elaboração de uma taxonomia de distorções contábeis como ferramenta para a redução da subjetividade nos processos de auditoria. Os riscos de distorção contábil são mapeados na literatura e então classificados na estrutura taxonômica. O caminho entre a análise desses riscos e a escolha de procedimentos de auditoria formam uma rota objetiva fundamentada por relações lógicas conceituais. Configura-se como um estudo qualitativo exploratório que tem como procedimentos metodológicos o levantamento bibliográfico e a pesquisa documental para subsidiar as análises qualitativas. A análise de conteúdo foi aplicada em documentos obtidos junto ao caso de estudo no Tribunal de Contas da União (TCU). Os resultados obtidos indicam a funcionalidade da taxonomia como instrumento auxiliar às decisões dos auditores para a escolha de procedimentos a partir da classificação de risco de distorções provenientes de erros e fraudes. Na sequência lógica desse processo ficam evidenciadas rotas objetivas caracterizadas como trilhas de auditoria, sugerindo a redução da subjetividade nas escolhas do auditor.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.publisherEscola de Ciência da Informação da UFMGpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleUso da taxonomia como ferramenta de redução da subjetividade nos processos de auditoriapt_BR
dc.title.alternativeUse of taxonomy as tool to reduce the audit process subjective aspects-
dc.typeArtigopt_BR
dc.subject.keywordLinguagem documentáriapt_BR
dc.subject.keywordTaxonomiapt_BR
dc.subject.keywordRecuperação da informaçãopt_BR
dc.subject.keywordAuditoria contábilpt_BR
dc.subject.keywordDistorção contábilpt_BR
dc.subject.keywordRiscospt_BR
dc.rights.license(CC BY) - Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons-
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.1590/1981-5344/3174pt_BR
dc.description.abstract1This is a study about a taxonomy of financial statement distortions development as tool to reduce subjective aspects on audit process by an application case for studying. Distortion accounting risks are mapped based on accounting literature and classified on taxonomy structure. The way between a risk analysis and procedures choosing is an objective route that makes a logical relationship conceptual support. This is a qualitative and exploratory study that has a bibliography and a documental research as technical procedures supporting its qualitative analysis. A content analysis is applied on given documents by an independent public institution called Tribunal de Contas da União (TCU), which one is responsible for auditing on Brazilian Federal Government statements. The results show a taxonomy function as an auxiliary instrument for auditor’s decisions making originated on errors and frauds. Then, the logical procedure indicates objective routes as an audit trails suggesting a subjectivity reduction on auditor’s procedures decisions.-
Appears in Collections:FCI - Artigos publicados em periódicos

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36445/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.