Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36125
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_YêdaMariaParro.pdf2,01 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLia, Érica Negrini-
dc.contributor.authorParro, Yêda Maria-
dc.date.accessioned2020-01-16T15:53:57Z-
dc.date.available2020-01-16T15:53:57Z-
dc.date.issued2020-01-16-
dc.date.submitted2019-05-17-
dc.identifier.citationPARRO, Yêda Maria. Avaliação da eficácia de uma formulação de própolis associada a romã (Punica granatum) no tratamento da estomatite protética em idosos: ensaio clínico randomizado. 2019. 85 f., il. Dissertação (Mestrado em Odontologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/36125-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Odontologia, Programa de Pós-Graduação em em Odontologia, 2019.pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: A estomatite protética é uma infecção fúngica comumente encontrada em usuários de próteses removíveis, especialmente idosos, podendo ser atribuída à disbiose. Produtos naturais têm despertado interesse como alternativa aos medicamentos sintéticos no tratamento da estomatite protética devido à segurança e eficácia. O objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia de uma formulação de própolis associada à romã no tratamento da estomatite protética. Métodos: Um total de 40 pacientes idosos com estomatite protética foram alocados aleatoriamente em dois grupos para receber o tratamento tópico por via oral. O grupo controle (C) recebeu 20mg/g de miconazol gel oral e o grupo de estudo (PR) recebeu spray contendo extrato de própolis a 0,5% e extrato de romã a 0,9%, durante 14 dias. Os participantes foram examinados por um dentista nos dias 1, 7 e 14.O escore de Newton foi utilizado para avaliar o aspecto clínico da estomatite protética. O número de colônias de Candida spp foi quantificado e comparado antes e depois do tratamento (dias 1 e 14). Resultados: Ambos os tratamentos reduziram o escore de Newton, com taxa de cura clínica no grupo C de 75% e para o grupo PR de 40%. Houve redução significativa do número de UFC/mL somente para o grupo C. Conclusão: A eficácia clínica da própolis associada à Punica granatum foi não-inferior ao miconazol, considerando a margem de não inferioridade, e pode ser uma alternativa no tratamento da estomatite protética em idosos.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleAvaliação da eficácia de uma formulação de própolis associada a romã (Punica granatum) no tratamento da estomatite protética em idosos : ensaio clínico randomizadopt_BR
dc.title.alternativeEfficacy of a propolis formulation associated with Punica granatum in the denture stomatitis treatment in older adults : a randomized clinical trialpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordPrótese dentáriapt_BR
dc.subject.keywordPróteses removíveispt_BR
dc.subject.keywordEstomatite protéticapt_BR
dc.subject.keywordEstomatite - tratamentopt_BR
dc.contributor.advisorcoMartins, Vicente de Paulo-
dc.description.abstract1Introduction: Denture stomatitis is a fungal infection commonly found in removable denture wearers, specially in older adults, and can be attributed to dysbiosis. Natural products have attracted interest as an alternative to synthetic drugs because of their effectiveness and safety that make them optimal to use in older adults. The objective of this study was to evaluate the efficacy of a propolis formulation associated with Punica granatum for the denture stomatitis treatment. Methods: A total of 40 older patients with denture stomatitis were randomly allocated into two groups in order to receive oral topical treatment. The control group (C) received 20 mg/g miconazole oral gel and the study group (PR) received spray containing 0.5% propolis extract and 0.9% pomegranate extract, during 14 days. Participants were examined by a dentist on days 1, 7 and 14. The Newton’s score was used to assess the clinical aspect of denture stomatitis. The number of colonies of Candida spp was quantified and compared before and after the treatment (days 1 and 14). Results: Both treatments reduced the Newton`s score; the cure rate for group C was 75% and for the PR group was 40%. There was a significant reduction of CFU / mL only in the group C. Conclusion: The clinical efficacy of propolis associated with Punica granatum was non-inferior to the miconazole considering the non-inferiority margin, and may be an alternative in the treatment of denture stomatitis in older adults.pt_BR
Appears in Collections:ODT - Mestrado em Odontologia (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36125/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.