Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36037
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_GuilhermeMouraFagundes.pdf21,96 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fogos gerais : transformações tecnopolíticas na conservação do Cerrado (Jalapão, TO)
Authors: Fagundes, Guilherme Moura
Orientador(es):: Sautchuk, Carlos Emanuel
Assunto:: Manejo do fogo
Cerrados - conservação
Fogo - Cerrados
Comunidades quilombolas
Unidades de conservação
Issue Date: 27-Dec-2019
Citation: FAGUNDES, Guilherme Moura. Fogos gerais: transformações tecnopolíticas na conservação do Cerrado (Jalapão, TO). 2019. 444 f., il. Tese (Doutorado em Antropologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O presente estudo examina transformações relativas à emergência da política de manejo integrado do fogo na conservação ambiental brasileira, refletindo sobre os domínios do técnico, do vital e do político desde uma abordagem antropológica. A etnografia enfoca uma das Unidades de Conservação do bioma Cerrado que serviu de experiência piloto desta política de conservação. Mais especificamente, a Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, localizada na região do Jalapão (TO), que abarca uma grande porção da paisagem centro-brasileira chamada de gerais. Lá, gestores ambientais convivem com comunidades quilombolas cujas atividades de caça, coleta do capim-dourado (Syngonanthus nitens) e criação de gado no regime de solta são exercidas através de variadas práticas de queima. O estudo se baseia em incursões etnográficas e engajamentos audiovisuais junto a quatro modos de relação com o fogo, quais sejam: habitar, combater, prevenir e manejar. Demonstra-se em detalhe como o nascimento do manejo do fogo repercute em transformações tanto nos modos de ação sobre o fenômeno quanto junto às formas de vida humanas e não humanas que dependem das áreas queimadas. Analisadas desde a antropologia da técnica, em suas interfaces com a antropologia da vida e a tradição de estudos biopolíticos, estas transformações são qualificadas não apenas como políticas, mas também, ou primordialmente, como técnicas. Isso porque elas modulam ritmos e processos vitais, conformando paisagens e promovendo certas formas de vida. Além de fornecer uma teoria etnográfica dos fogos gerais e suas transformações, este estudo também baliza caminhos metodológicos para o exame da tecnicidade das políticas de conservação ambiental.
Abstract: The present study deals with transformations related to the emergence of the integrated fire management policy in Brazilian environmental conservation, reflecting on the domains of the technical, the vital and the political from an anthropological approach. The ethnography focuses on one of the Natural Parks of the Cerrado biome that served as a pilot experience of this conservation policy. More specifically, the Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, located in the Jalapão region (TO), which encompasses a large portion of the central Brazilian landscape called the gerais. There, environmental managers live with Quilombolas communities whose activities of hunting, gathering of goldengrass (Syngonanthus nitens) and cattle breeding in the extensive regime called solta are exercised through various burning practices. The study is based on ethnographic incursions and audiovisual engagements together with four modes of relation with fire: dwelling, fighting, preventing and managing. It is demonstrated in detail how the birth of fire management has repercussions on both the modes of action on the phenomenon and on the human and non-human forms of life that depend on the burned areas. Analyzed from the anthropology of technique, in its interfaces with the anthropology of life and the tradition of biopolitical studies, these transformations are qualified not only as political, but also, or primarily, as technical. This is so because they modulate rhythms and vital processes, shaping landscapes and promoting certain life forms. In addition to providing an ethnographic theory of gerais fires and their transformations, this study also outlines methodological ways to examine the technicity of environmental conservation policies.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:DAN - Doutorado em Antropologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36037/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.