Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35864
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_TarcísioLyradosSantosAbreu.pdf17,14 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorColli, Guarino Rinaldi-
dc.contributor.authorAbreu, Tarcísio Lyra dos Santos-
dc.date.accessioned2019-11-21T20:52:23Z-
dc.date.available2019-11-21T20:52:23Z-
dc.date.issued2019-11-21-
dc.date.submitted2019-03-21-
dc.identifier.citationABREU, Tarcísio Lyra dos Santos. Os impactos de uma usina hidrelétrica sobre as comunidades de aves de Cerrado. 2019. 168 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/35864-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2019.pt_BR
dc.description.abstractOs efeitos de perturbações antropogênicas sobre a resiliência e a resistência de comunidades silvestres dependem da heterogeneidade e conectividade de remanescentes naturais em múltiplas escalas. Frente ao número crescente de usinas hidrelétricas em áreas com elevada diversidade biológica, é fundamental compreender as dinâmicas ecológicas de comunidades silvestres subsequentes à criação de barragens para avaliação de seus impactos ambientais. Neste contexto, no capítulo 1, construímos modelos hierárquicos espaço-temporais para avaliar os efeitos do enchimento do reservatório sobre cinco parâmetros de comunidade de aves: abundância, riqueza, diversidade filogenética, diversidade funcional e composição de espécies. No capítulo 2, propomos analisar as covariações temporais entre e dentro guildas ecológicas e as alterações de composição de espécies nas comunidades de aves frente ao impacto da criação da barragem, com o intuito de avaliar se a substituição de espécies promovida pela barragem está relacionada a sincronias dentro e entre grupos funcionais. No capítulo 3, nós avaliamos se a criação da barragem promoveu homogeneização biótica nas comunidades de aves, através da redução ou aumento da diversidade beta ao longo do tempo, e se a substituição e o reordenamento de táxons resultaram em perdas de linhagens históricas e grupos funcionais. Ao todo, nós utilizamos dados de 1.145 censos de aves realizados em 20 sítios amostrais ao longo de oito anos, dois anos antes e seis anos depois do enchimento do reservatório. Nossos resultados demonstraram a baixa resistência das comunidades de aves indicadas pela (i) forte impacto sobre os parâmetros de comunidade e (ii) mudanças na composição de espécies após a formação da barragem; além da baixa resiliência indicada pelos (iii) baixos níveis de diversidade subsequente ao enchimento do reservatório. São sugeridos novos paradigmas para as avaliações de impactos ambientais, que incorporem monitoramentos de longo prazo, amostragens antes das perturbações e inclua análises de diversidades beta, filogenética e funcional.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).pt_BR
dc.language.isoInglêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleOs impactos de uma usina hidrelétrica sobre as comunidades de aves de Cerradopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.subject.keywordBarragenspt_BR
dc.subject.keywordImpacto ambiental - avaliaçãopt_BR
dc.subject.keywordAves - ecologiapt_BR
dc.subject.keywordDiversidade filogenéticapt_BR
dc.subject.keywordUsinas hidrelétricas - Brasilpt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1The effects of anthropogenic disturbances upon the resilience and resistance of wildlife communities depend on the heterogeneity and connectivity of habitat remnants on multiple scales. In face of the growing number of hydroelectric dams in biodiversity hotspots at Africa, South America, and Asia, we need to understand the dynamics of wildlife communities following the establishment of dams for adequate assessment of their environmental impact. We used two powerful modelling tools (SPDE and INLA) to create hierarchical spatiotemporal models and assess the effects of reservoir filling on five parameters of the bird community: abundance, richness, phylogenetic diversity, functional diversity and species composition. We used data from 1,145 bird surveys across 20 sample sites over eight years, two years before and six years after the filling of the reservoir. Our findings imply low resistance of bird communities indicated by (i) marked impact on community parameters and (ii) changes in species composition after the formation of dam, and low resilience of bird communities indicated by (iii) lower levels of diversity after the reservoir filling. A new paradigm in the assessment of environmental impacts induced by hydroelectric dams is warranted, incorporating the modelling of spatiotemporal variations based on long-term monitoring with surveys initiated before disturbances. Further, adequate assessments must address functional and phylogenetic diversity, betadiversity and the conservation of alluvial habitats.pt_BR
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35864/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.