Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35789
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_EvertonVerga.pdf3,01 MBAdobe PDFView/Open
Title: O papel do bem-estar subjetivo no comportamento de compra de alimentos orgânicos
Authors: Verga, Everton
Orientador(es):: Alfinito, Solange
Assunto:: Teoria do comportamento planejado
Alimentos orgânicos
Intenção de compra
Bem-estar
Issue Date: 8-Nov-2019
Citation: VERGA, Everton. O papel do bem-estar subjetivo no comportamento de compra de alimentos orgânicos. 2019. 164 f., il. Tese (Doutorado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O presente estudo objetiva analisar a intenção de compra de alimentos orgânicos com a inclusão do Bem-estar Subjetivo como dimensão adicional da Teoria do Comportamento Planejado (TCP). O estudo contou com 639 participantes de todas as regiões do Brasil. Foi aplicado um questionário composto principalmente por duas escalas. Os resultados indicam que o Bem-Estar Subjetivo é um preditor da Intenção de Compra de alimentos orgânicos e possui um papel relevante de influência frente aos construtos da TCP. Apontam ainda que o indivíduo considera a perspectiva do seu bem-estar quando tem a intenção de comprar algum alimento de origem orgânica, isso porque essa ação envolve um complexo mecanismo de relações cognitivas que vão desde as crenças de saúde a processos emocionais, os quais constituem a sensação de bem-estar que cada indivíduo preza como importante para a sua vida. Conclui-se, assim, que o Bem-Estar Subjetivo exerce um papel significativo na relação dos construtos dentro do modelo original da TCP, uma vez que a Atitude, conforme evidenciado, é o elo mais forte entre o Bem-Estar Subjetivo e a Intenção de Compra. As principais contribuições teóricas desta tese estão relacionadas à possibilidade de incluir o construto Bem-Estar Subjetivo na estrutura da TCP, haja vista que tal elemento demonstrou melhorar a predição do modelo e possibilitou a compreensão das forças que motivam o indivíduo a apresentar atitudes positivas e, consequentemente, mais intenção em comprar alimentos orgânicos. A validação da escala de Bem-Estar Subjetivo para o Brasil também é outra contribuição teórica considerável, por descrever associações entre o bem-estar alimentar e questões emocionais e cognitivas dos indivíduos. Como contribuição gerencial, a tese apresenta resultados os quais indicam caminhos que podem ampliar o mercado consumidor de orgânicos, como o caso das mulheres, que são as consumidoras mais fiéis, enquanto os homens não apresentam a mesma disposição em comprar esses alimentos. Além disso, fatores como o valor gasto, quando ampliados, passam a sensação mais forte de bem-estar, e todos esses são nichos possíveis de serem explorados. Os resultados encontrados traduzem ainda que as políticas públicas devem partir de uma premissa de conscientização dos produtores e processadores em demonstrarem aos consumidores que o seu produto de fato atende aos preceitos legais para se enquadrar como um alimento de origem orgânica.
Abstract: The present study aims to analyze the intention to buy organic foods with the inclusion of Subjective Well-Being as an additional dimension of the Theory of Planned Behavior (TPB). The study included 639 participants from all regions of Brazil. A questionnaire composed mainly of two scales was applied. The results indicate that the Subjective Well-Being is a predictor of the intention to buy organic foods and has a relevant influence role related to the TPB constructs. They also point out that the individual considers the perspective of his/her well-being when he/she intends to buy some food of organic origin, because this action involves a complex mechanism of cognitive relations that go from the health beliefs to emotional processes, which constitute the sense of well-being that each individual cherishes as important to his/her life. It is concluded, therefore, that Subjective Well-Being plays a significant role in the relationship of constructs within the original TPB model, once the attitude, as evidenced, is the strongest link between Subjective Well-Being and buy intention. The main theoretical contributions of this thesis are related to the possibility of including the Subjective Well-Being construct in the TPB structure, once this element has demonstrated to improve the prediction of the model and enabled the understanding of the forces that motivate the individual to present positive attitudes and, consequently, more intent on buying organic foods. The validation of the Subjective Well-Being scale for Brazil is also another considerable theoretical contribution, once it describes associations between food welfare and emotional and cognitive issues of individuals. As a managerial contribution, the thesis presents results which indicate ways that can expand the organic consumer market, such as women, who are the most loyal consumers, while men are not as willing to buy these foods. In addition, factors such as the amount spent, when expanded, pass on the strongest sense of well-being, and all of these are possible niches to be explored. The results also show that the public policies must start from a premise of awareness of the producers and processors in demonstrating to the consumers that their product does comply with the legal precepts to be classified as a food of organic origin.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade e Gestão Pública, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGA - Doutorado em Administração (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35789/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.